• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.48.2020.tde-03122019-174446
Documento
Autor
Nome completo
Julio Cesar Epifanio Machado
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Machado, Nilson Jose (Presidente)
Oliveira, Déborah de
Pereira, Carolina Machado Rocha Busch
Pereira, Marcelo Esteban Garrido
Roberto, Lúcia Helena Sasseron
Título em português
Indicadores de aprendizagem da morfodinâmica: contribuição para o ensino da geomorfologia na educação básica (sexto ao nono ano) 
Palavras-chave em português
Ensino de geografia
Indicadores de aprendizagem da morfodinâmica
Morfodinâmica
Obstáculos epistemológicos
Sequências didáticas
Resumo em português
Com esta pesquisa procuramos apresentar algumas contribuições teórico-metodológicas para o ensino da Geomorfologia na Educação Básica, com foco na Morfodinâmica e na avaliação do aluno. Nosso objetivo específico, por sua vez, foi identificar e definir os indícios que permitem verificar a ocorrência da aprendizagem da dinâmica das vertentes nas aulas de Geografia da Educação Básica (sexto ao nono ano). Desse modo, o problema de pesquisa pôde ser sintetizado na seguinte pergunta: Quais são os indicadores necessários para avaliação da aprendizagem nas aulas de Geografia que visam ao ensino da Morfodinâmica? Para responder a essa questão e atender ao nosso objetivo geral e específico, realizamos uma pesquisa bibliográfica sobre os termos indicador, Morfodinâmica, habilidades e competências na educação, a qual se complementa com uma cuidadosa reflexão sobre a teoria dos Obstáculos Epistemológicos, que fundamenta a nossa concepção de aprendizagem. Com o término da pesquisa bibliográfica, definimos os Indicadores de Aprendizagem da Morfodinâmica (IAMs), que são o Raciocínio Analítico, Raciocínio de Síntese e Raciocínio por Hipótese. Nossa hipótese inicial foi a possibilidade de avaliação da aprendizagem da Geografia da Natureza a partir de indicadores. Já a hipótese que motivou a conclusão deste estudo partiu da seguinte proposição: A avaliação da aprendizagem da morfodinâmica é possível a partir da aplicação dos IAMs. Desse modo, também realizamos uma pesquisa documental viabilizada com a aplicação de uma Sequência Didática (SD) voltada para alunos matriculados no nono ano de uma escola pública municipal localizada em São Paulo/Brasil. O foco da referida SD era o ensino dos alagamentos em áreas urbanas, suas causas e as possibilidades de ocorrência em determinado lugar, sendo que as devolutivas dos estudantes para as tarefas que compõem a SD, suas externalizações, formam o material que viabilizou a demonstração da hipótese. Como os IAMs foram diretamente associados com aulas que procuram colocar os alunos em situação de investigação, também apresentamos algumas considerações sobre as SDs organizadas em torno de Atividades Investigativas. Apesar daquele recorte de estudo (avaliação da aprendizagem da Morfodinâmica), supomos que os resultados alcançados com o levantamento bibliográfico e com a pesquisa documental podem ser considerados para a avaliação da aprendizagem de diferentes temas abordados nas aulas Geografia, assim como de outros componentes curriculares, em particular a área de Ciências, contanto que realizadas as devidas adaptações dos IAMs pelo docente.
Título em inglês
Morphodynamics learning indicators: contributions to geomorphology teaching in middle school (6th to 9th years)
Palavras-chave em inglês
Didactic sequences
Epistemological obstacle
Geography teaching
Morphodynamics
Morphodynamics learning indicators
Resumo em inglês
With this research, we aim to present some theoretical-methodological contributions to the teaching of Geomorphology at Middle School, focusing on morphodynamics and students evaluation. Our specific objective, for that matter, was to identify and define the indicators that allow us to verify whether the learning of the subjects dynamics happened or not in the classes of Geography of Middle School (from 6th to 9th grade). Furthermore, the research problem could be summarized in the following question: What are the indicators needed to evaluate the learning at Geography classes that aim to teach morphodynamics? To answer that question and reach our general and specific objectives, we ran a bibliographic research about the words indicators, morphodynamics, abilities and educational competence, which is complemented by a thorough reflection on the Epistemological Obstacle theory, that is the foundation of our conception of learning. As the bibliographic research ended, we have defined the Morphodynamics Learning Indicators (MLIs), which are Analytical Reasoning, Synthesis Reasoning and Hypothetical Reasoning. Our first hypothesis was the possibility of evaluation of Nature Geography learning from indicators. The hypothesis that motivated the conclusion of this study, on the other hand, was the following proposition: The evaluation of morphodynamics is possible starting from the application of the MLIs. That way, we also ran a documental research that was made possible applying a Didactic Sequence (DS) towards students from the ninth year of a public municipal school in São Paulo/Brazil. The focus of said DS was the teaching of floodings in city areas, their causes and possibilities of happening in a certain place, being that the students deliveries on the tasks that compose the DS, and their externalizations, put together the material that made the hypothesis demonstration possible. As the MLIs were directly associated with classes that try to put students in an investigative mindset, we also present some considerations about the DSs organized around the Investigative Activities. In spite of that study frame (evaluation of morphodynamics learning), we suppose the results achieved with bibliographic and documental research can be taken into consideration to evaluate the learning of different subjects addressed in Geography classes, just like other curriculum components, in particular the area of Sciences, as long as due adaptations of the MLIs are made by the teachers.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-01-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.