• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.48.2019.tde-21102020-155442
Documento
Autor
Nome completo
Paula Cristina Santoro Haddad Levy
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Kishimoto, Tizuko Morchida (Presidente)
Bach Junior, Jonas
Bastos, Maria Helena Camara
Título em português
A matriz froebeliana e o nascimento do jardim de infância Waldorf: rupturas e continuidades
Palavras-chave em português
Elisabeth von Grunelius
Friedrich Froebel
Jardim de Infância Waldorf
Kindergarten
Rudolf Steiner
Resumo em português
Rastreando a história do surgimento do primeiro kindergarten, no século XIX, a partir do impulso pedagógico de Friedrich Froebel, e investigando os determinantes filosóficos que o embasam (Romantismo e Idealismo alemães), este trabalho adentra o posterior nascimento, na década de 20 do século XX, do jardim de infância Waldorf. Busca aprofundar a compreensão acerca do trabalho de Educação Infantil pautada na pedagogia Waldorf, impulsionada pelo pensador austríaco Rudolf Steiner que também tem por fonte de inspiração autores do Romantismo e Idealismo alemães. Aborda as circunstâncias de fundação do primeiro jardim Waldorf, em Stuttgart, por Elisabeth von Grunelius. Investiga a formação prévia de Grunelius, na Pestalozzi-Froebel-Haus, e, finalmente, tece relações entre os dois movimentos pedagógicos, tanto no plano filosófico quanto metodológico, demarcando possíveis heranças froebelianas no bojo do jardim de infância Waldorf. Salienta pontos de distanciamento como o uso dos dons e de aproximação como o respeito ao brincar livre -, percorrendo as seguintes dimensões: a concepção do brincar; a concepção de criança; a importância atribuída à força de imitação da criança; a relação adulto-criança; a composição do ambiente: o espaço e os materiais; a forma de lidar com o tempo, a partir de ritmos e rituais; e, finalmente, as consagradas metáforas da jardinagem. A pesquisa aborda as distorções que a pedagogia froebeliana sofre com o passar dos anos, e vê no jardim Waldorf a retomada de muitos intentos da proposta original de Froebel. Finalmente, apresenta um breve histórico do nascimento do jardim de infância Waldorf no Brasil e uma entrevista aberta com a professora Christa Glass, pioneira desse movimento no Brasil.
Título em inglês
The froebelian matrix and the birth of Waldorf kindergarten: ruptures and continuities
Palavras-chave em inglês
Elisabeth von Grunelius
Friedrich Froebel
Kindergarten
Rudolf Steiner
Waldorf Kindergarten
Resumo em inglês
Tracing the history of the emergence of the first kindergarten, in the nineteenth century, from the pedagogical impulse of Friedrich Froebel, and investigating the philosophical determinants that support it (German romanticism and idealism) this work enters the later birth, in the 20's of the twentieth century, of the Waldorf kindergarten. It seeks to deepen the understanding of the child education work based on the Waldorf pedagogy, promoted by the Austrian thinker Rudolf Steiner who also has as a source of inspiration authors of German romanticism and idealism. It addresses the founding circumstances of the first Waldorf kindergarden in Stuttgart by Elisabeth von Grunelius. Investigates Grunelius' previous training at Pestalozzi-Froebel-Haus. And, finally, it makes connections between the two pedagogical movements, both philosophically and methodologically, marking possible legacies in the Waldorf kindergarten. It emphasizes differences such as the use of gifts and similarities as the respect to the free play -, going through the following dimensions: the conception of play; the conception of children; the importance assigned to the child's imitation force; the adult-child relationship; the composition of the environment: space and materials; the way of dealing with time, from rhythms and rituals; and finally the consecrated metaphors of gardening. The research addresses the distortions that Froebelian pedagogy undergoes over the years, and sees in the Waldorf garden the resumption of many attempts of Froebel's original proposal. Finally, it presents a brief history of the birth of the Waldorf kindergarten in Brazil, and an open interview with kindergarten teacher Christa Glass, pioneer of this movement in Brazil.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-11-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.