• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.48.2020.tde-15062021-121124
Documento
Autor
Nome completo
Renata Cueto de Souza
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2020
Orientador
Banca examinadora
Pagotto-Euzebio, Marcos Sidnei (Presidente)
Marques, Luciana Fernandes
Pereira, Mônica Souza Neves
Título em português
Os conceitos de mindfulness e suas relações com a educação
Palavras-chave em português
Concepções da educação
Mindfulness
Mindfulness e Budismo
Mindfulness na educação
Práticas contemplativas na educação
Resumo em português
Até pouco tempo associada a milenares tradições religiosas asiáticas e à busca espiritual, a prática de mindfulness, ou atenção plena, foi progressivamente transitando para ambientes seculares e, nos últimos 20 anos, despertou o interesse da comunidade científica, acarretando o aumento das pesquisas, implementações e críticas sobre o assunto. Mindfulness também passou a ser aplicada em contextos educativos, em todos os níveis de ensino, em um movimento concentrado na América do Norte e Reino Unido, que vem ganhando força no Brasil. Um dos problemas centrais detectados na literatura sobre mindfulness na educação é a enorme diversidade discursiva em torno deste tema, na qual figuram conceitos, modalidades de implementação e objetivos bem variados. Esta complexidade parece resultar das combinações de duas abordagens predominantes sobre mindfulness na educação: psicológicas e neurocientíficas, por um lado, e baseadas nas tradições budistas, de onde mindfulness procede, por outro. Nosso estudo partiu da hipótese de que a raiz deste problema reside nos conceitos formados acerca de mindfulness ao longo de sua história e teve por objetivo examinar o modo pelo qual distintos conceitos de mindfulness correspondem a concepções bastante diferentes, até mesmo opostas, sobre a educação e seus fins. Nossa verificação se utilizou da literatura dos Estudos da Religião, a partir da qual abordamos os fundamentos do Budismo, a recepção deste no Ocidente, o caminho conceitual percorrido por mindfulness e os problemas advindos de suas reformulações recentes, com o que contamos também com a literatura crítica sobre mindfulness contemporânea, que inclui outros campos acadêmicos. Confrontando nossos achados com a proposta de articulação dos conceitos de mindfulness e concepções da educação e seus fins elaborada pelo principal estudioso de mindfulness na educação dentro da Filosofia da Educação, pudemos constatar que a ausência de precisão conceitual sobre mindfulness quanto à sua categorização como uma práxis contemplativa compromete a construção de fundamentos teóricos para examinar esta questão adequadamente, assim como para determinar suas implicações. Concluímos pela necessidade de um maior engajamento entre os campos da Educação e dos Estudos da Religião para um melhor desenvolvimento teórico de mindfulness na educação.
Título em inglês
Concepts of mindfulness and their relations with education
Palavras-chave em inglês
Concepts of education
Contemplative practices in education
Mindfulness
Mindfulness and Buddhism
Mindfulness in education
Resumo em inglês
Until not so long ago associated with Asian religious traditions that date back millennia and spiritual quest, the practice of mindfulness has progressively moved into secular settings and, in the last 20 years, has drawn the attention of the scientific community, leading to the increase in research, implementations and critique on the subject. Mindfulness has also started to be applied in educational settings, across all education levels, in a movement concentrated in North America and the United Kingdom, and growing increasingly strong in Brazil. One of the main issues in the publications on mindfulness in education is the enormous diversity in discourse, with a variety of concepts, modalities of implementation and goals. Such complexity seems to be the result of the combination of the two main frameworks for mindfulness in education: psychology and neurosciences, on the one hand, and Buddhist-tradition ones, from which mindfulness is originated, on the other. Our hypothesis was that the root of such problem stem from the concepts of mindfulness forged throughout its history. The aim of our study was to examine the way through which distinct concepts of mindfulness corresponded to different, even opposed, views on education and its aims. We verified such claims by consulting the scholarship of religious studies, based on which we addressed the foundations of Buddhism, its reception in the West, the conceptual path taken by mindfulness, and the issues derived from its recent reformulations. For such purpose, we also drew from the critical stream writings on contemporary mindfulness, which include other academic fields. By confronting our findings with a proposal of articulation between the concepts of mindfulness and those of education and its aims by the leading philosophy of education scholar on mindfulness in education, we could see that the absence of conceptual precision on mindfulness concerning its categorization as a contemplative praxis affected the elaboration of the theoretical underpinnings that enabled the adequate examination of such issue, as well as its implications. We concluded by suggesting the need for a deeper engagement between the fields of education and religious studies in order to foster a better theoretical development of mindfulness in education.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-06-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2023. Todos os direitos reservados.