• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.48.2012.tde-26062012-153035
Documento
Autor
Nome completo
Fabiana Garcia Munhoz Abbud
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Vidal, Diana Goncalves (Presidente)
Pintassilgo, Joaquim Antônio de Sousa
Schueler, Alessandra Frota Martinez de
Título em português
Experiência docente no século XIX: trajetórias de professores de primeiras letras da 5ª Comarca da Província de São Paulo e da Província do Paraná
Palavras-chave em português
Experiência docente
Primeiras letras
Trajetórias de professores
Resumo em português
Quem eram os mestres de primeiras letras no Brasil oitocentista? Que caminhos percorreram para se tornarem professores? Como exerceram o magistério? Partindo destas questões, este estudo apresenta interpretações possíveis sobre a experiência docente numa região circunscrita do Império brasileiro: a vilas (cidades após 1842) de Paranaguá e Curitiba na 5ª Comarca da Província de São Paulo a Província do Paraná após 1853. Em uma perspectiva micro-histórica, trajetórias individuais de professores são analisadas em narrativas que buscam captar aspectos não visíveis e formas inventadas pelos sujeitos em suas experiências, na trama das relações. Para acessar a heterogeneidade das práticas educativas do Brasil oitocentista recorri a fontes de diferentes naturezas: mapas de frequência de alunos e ofícios da Instrução Pública, legislação educacional, genealogia e dicionário biográfico, livros de memórias históricas das localidades, ofícios diversos, registro de batismo e de casamento, inventário e imprensa. Os capítulos são narrativas construídas a partir da trajetória de um ou dois sujeitos. Comecei tomando as séries de mapas de frequência de dois professores de primeiras letras de Paranaguá como fonte e objeto de pesquisa para análise da prática escriturística escolar. No cumprimento da tarefa de feitura e remissão dos mapas, os professores eram instados a elaborar a própria prática, nomeá-la, discernir suas diferentes dimensões: pedagógica, administrativa, disciplinar. E, neste fazer, constituíam os contornos do exercício docente. No segundo capítulo, fragmentos sobre a escolarização de um padre-mestre de Paranaguá permitiram uma interpretação de como os espaços escolares e os modelos de docência foram constitutivos de um caminho de formação possível. A presença de uma associação religiosa leiga foi aventada como um dos possíveis espaços de formação naquele contexto. Por fim, o terceiro capítulo traz a trajetória de um professor de primeiras letras com ampla circulação em espaços político-administrativos, cujo repertório diversificado permitiu acompanhar as táticas e estratégias de ação desse sujeito. O trabalho ajudou a dar coloratura à figura do mestre de primeiras letras no interior das práticas educativas heterogêneas que marcam o Oitocentos.
Título em inglês
Teaching experience in the Nineteenth Century in Brazil Literacy educators' paths in the 5th district of São Paulo Province and of Paraná Province
Palavras-chave em inglês
Literacy instruction
Teachers paths
Teaching experience
Resumo em inglês
Who were literacy educators in the nineteenth century in Brazil? How did they become teachers? How did they practice the mastership? From these questions, this study presents possible interpretations about teaching experience at a circumscribed region in the Brazilian imperial government era: the villages (which became towns later in 1842) of Paranaguá and Curitiba in the 5th district of São Paulo Province (renamed Paraná Province in 1853). At a micro-historical perspective, teachers individual paths are analyzed through narratives that seek unseen aspects, in the tapestry of relationships invented by the subjects as a result of their experiences. In order to have access to the heterogeneity of educational practices in the nineteenth-century Brazil, I resort to several kinds of sources: pupils frequency maps, Public Instruction official letters, education legislation, lineage and biography dictionary, towns historical memory books, other official letters and reports, registration of marriage and baptism, inventory and press documents. Narratives constructed from the trajectory of one or two subjects constitute the chapters. I started by taking the series of pupils frequency maps of two literacy educators in Paranaguá as source and object of research for the school writing production analysis. When obeying the task of making and reporting maps, teachers were urged to formulate their own practice, name it, and discern its different dimensions: pedagogical, administrative, and disciplinary. By doing so, they constituted the outlines of the teaching exercise. In the second chapter, fragments of a priest-educator schooling in Paranaguá allowed a better understanding about how school spaces and teaching patterns constituted a way of possible shaping. The presence of a laic religious association was suggested as a possible teachers shaping space in that context. Finally, the third chapter brings the path of a literacy educator with wide circulation in political and administrative areas, whose diverse repertoire allowed monitoring his subject tactics and action strategies. This study helped to delineate the figure of the literacy educator within the heterogeneous educational practices that mark the nineteenth century.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-07-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.