• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.48.2014.tde-25092014-152305
Documento
Autor
Nombre completo
Malba Cunha Tormin
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2014
Director
Tribunal
Kishimoto, Tizuko Morchida (Presidente)
Campos, Maria Machado Malta
Freire, Ricardo José Dourado
Pinazza, Monica Appezzato
Vectore, Celia
Título en portugués
Dubabi Du: uma proposta de formação e intervenção musical na creche
Palabras clave en portugués
Creche
Desenvolvimento e aprendizagem musical
Formação de professores
Linguagem musical
Mediação e intervenção pedagógica
Resumen en portugués
O presente estudo integra interfaces das áreas de Psicologia, Educação e Música, com o objetivo de investigar como as professoras de creche de um Centro de Educação Infantil (CEI) da cidade de São Paulo utilizavam a linguagem musical junto aos bebês e se suas ações propiciavam ou não aprendizagem e desenvolvimento musical infantil. Investigou-se também sobre a formação musical do professor de Educação Infantil, bem como a interação e qualidade das atividades musicais ofertadas aos bebês. A pesquisa foi realizada em três fases, sendo a primeira e terceira fases ocorridas no CEI e a segunda fase na Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, como o Curso de Formação continuada em Música para as professoras, com carga horária de 60 horas. Os sujeitos da pesquisa foram: na primeira fase 16 bebês e 4 professoras oriundos dos Berçários I e II do CEI; na segunda fase 35 profissionais de Educação Infantil, entre elas as professoras participantes da pesquisa; na terceira fase 9 crianças pequenas e 5 professoras do agrupamento Mini Grupos I e II do CEI. O estudo enquadrou-se em uma pesquisa educacional, cujos princípios nortearam ações como investigação, formação e intervenção ao longo da pesquisa, envolvendo a participação de segmentos diferenciados que abrangeu desde a Universidade até os berçários da creche, formando uma rede colaborativa que propiciou mudanças na práxis pedagógica musical do CEI. A metodologia baseou-se no paradigma qualitativo, cujo tema musicalização infantil foi um estudo de caso dentro de um ambiente de pesquisa-ação, fundamentado pelas contribuições de W. Carr; S. Kemmis e J. Elliott. Estas contribuições proporcionaram uma investigação colaborativa respeitando eticamente as conquistas e transformações ocorridas no CEI durante os 3 anos de pesquisa. Como ferramenta para a coleta de dados foi utilizadas as Escalas de Empenho do adulto e de Envolvimento da criança de F. Laevers, na primeira e terceira fases da pesquisa; e a categorização do registro escrito e oral das atividades teóricas e práticas realizadas durante o curso de formação musical, na segunda fase da pesquisa. A análise dos dados foi fundamentada a partir das concepções mediacionais de Lev S. Vigotski e R. Feuerstein; da estrutura de aprendizagem da teoria de Jerome Bruner e da fase de audiação preparatória da Teoria da aprendizagem musical para recém-nascidos de Edwin Gordon, além das contribuições de estudos nas áreas da psicologia cognitivo musical e neurociências. Os resultados mostraram que a cada fase investigada se conduzia às outras, ou seja, a investigação inicial levou à orientação e formação musical das professoras e depois à intervenção in lócus. Portanto, ao final do processo foi possível concluir que a proposta de oferecer uma aprendizagem que conduza ao desenvolvimento musical infantil é também possível de ser realizada em creches públicas. Para tanto, sugere-se que se invista na formação musical continuada e no desenvolvimento potencial do professor dentro de uma perspectiva de Formação em Contexto.
Título en inglés
Du Dubabi: a proposal for training and musical intervention in nursery
Palabras clave en inglés
Learning and musical development
Mediation and educational intervention
Musical language
Nurseries
Teacher training
Resumen en inglés
This study integrates interfaces of the areas of Psychology and Music Education, with the aim to investigate how nursery teachers of an Early Childhood Center (CEI) of the city of São Paulo used the musical language with the babies and if their actions propitiated or not learning and children's musical development. Also investigated on music teacher education Early Childhood Education, as well as interaction and quality of musical activities offered to babies. The survey was conducted in three phases, the first and third stages occurred in the CEI and the second phase in School of Education at University of São Paulo as the continuing education course for teachers in music, with a workload being of 60 hours. The study subjects were in the first phase - 16 babies and 4 teachers coming from the nurseries I and II of the CEI, in the second phase - 35 professionals in early childhood education, including teachers participating in the research; in the third stage - 9 small children and 5 teachers from grouping called Mini Groups I and II of the CEI. The study is framed in an educational research, whose principles have guided actions such as research, training and assistance throughout the research , involving the participation of different segments that ranged from nursery teachers to the University, forming a collaborative network which brought changes in pedagogical musical praxis CEI . The methodology was based on the qualitative paradigm, whose theme "music to baby" was a case study in an environment of action research, grounded by the contributions of W. Carr; S. Kemmis e J. Elliott. These contributions have provided a collaborative research ethically respecting the achievements and transformations that occurred during the 3 years of research. As a tool for data collection was used of Scales of commitment of adult and Scales involving children of F. Laevers, on the first and third phases of the research, and the categorization of written records and oral theoretical activities and practices performed during the course of musical training in the second phase of the research. The data analysis was based from the mediational conceptions of Lev S. Vigotski and R. Feuerstein; the learning structure of the theory of Jerome Bruner and phase preparatory audiation of music learning theory for newborn Edwin Gordon, besides the contributions of studies in the areas of musical cognitive psychology and neuroscience. The results showed that each phase is investigated leading to the other, ie, initial research led to the orientation and training of music teachers and after the intervention in locus. Therefore, when the process was concluded that the proposal to offer learning conducive to children's musical development is also likely to be held in public nurseries. For this, it is suggested that continuing to invest in music training and on the potential development of the teacher within a training context perspective.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2014-10-07
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.