• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.48.2019.tde-21102020-161022
Documento
Autor
Nome completo
Sílvia Galesso Cardoso
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Moraes, Teresa Cristina Rebolho Rego de (Presidente)
Fortunato, Marcia Vescovi
Machado, Adriana Marcondes
Nemi Neto, João
Pietri, Emerson de
Título em português
Subjetividade e escrita argumentativa: encontros e desencontros na composição do texto
Palavras-chave em português
Argumentação
Escrita
Mediação
Subjetividade
Vestibular
Resumo em português
Recupero meu trabalho como professora de produção textual a partir de textos dissertativos produzidos por sete dos meus alunos pré-vestibulares e de suas reescritas por mim acompanhadas, na tentativa de traçar campos que deem visibilidade para as potências engendradas nessa experiência com o escrever e, mais especificamente, investigar e produzir conhecimento sobre a mediação do professor no ensino da escrita. Para contextualizar essa análise, foi necessário cartografar o desempenho da população em avaliações de leitura e escrita, a condição do jovem e a conjuntura política na atualidade, além dos efeitos das perspectivas pedagógicas e políticas educacionais adotadas no Brasil dos anos 1970 em diante. As idiossincrasias do trabalho com cada aluno foram perscrutadas tanto em relatos feitos por mim quanto em pistas fornecidas pelos textos deles, e permitiram entrever como determinado sentido foi construído, quais convenções sociais, discursos e recursos linguísticos foram acionados, e observar, nas reescritas, quais foram as minhas intervenções, como foram recebidas pelo aluno, o que ele fez delas, se elas foram capazes de provocar deslocamentos no mundo dele, se compuseram novos contornos e geografias nas suas produções de texto e de si e na minha maneira de ser e atuar como professora. Por fim, a partir das proposições da pós-crítica voltadas para a educação e, sobretudo, para o ensino da escrita, problematizo o papel do professor como mediador nas práticas de escrita propostas aos alunos e indico alguns norteadores para que a mediação funcione como um operador de mudança na maneira de pensar e de estar no mundo das pessoas envolvidas nessa interlocução.
Título em inglês
Subjectivity and argumentative writing: composing words and worlds
Palavras-chave em inglês
Argumentation
Mediation
Subjectivity
University preparatory courses
Writing
Resumo em inglês
I recover my work as a writing composition teacher taken from essay exercises produced by seven of my high-school students in addition to the rewrites composed by them and reviewed by me, in our classes, with the intent of tracing fields that give visibility to the engendered potentials in this experience with the act of writing and, more specifically, investigate and produce knowledge regarding the teachers mediation in the teaching of writing. In order to contextualize this analysis, it was necessary to map the performance of the populations in reading and writing exams, the youths condition and the current political circumstances, as well as the effects of the pedagogical perspectives and educational policies adopted in Brazil since the 1970s. The idiosyncrasies of the work with each student are scrutinized in accounts made by me, and in clues provided in their texts as well, allowing a glimpse into how a certain meaning was constructed, which social conventions, discourses, and linguistic resources were triggered and observe, within the rewrites, which interventions were made by me, the manner in which they were received by the student, what the student made of them, if these interventions were able to provoke displacements in her/his world, if they composed new contours and geographies in the production of their texts and selves. Finally, based on the propositions of the post-critical theory directed towards education and, mostly, to the teaching of writing, I question the role of the teacher as a mediator in the writing practices proposed to the students and indicate some guiding so that the mediation may work as an operator of change in the manner of thinking and being in the world of the people involved in this interlocution.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-10-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.