• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.48.2012.tde-21012013-154441
Documento
Autor
Nome completo
Renato Douglas Gomes Lorenzetto Ribeiro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Abdounur, Oscar Joao (Presidente)
Domite, Maria do Carmo Santos
Rodrigues, Zionice Garbelini Martos
Título em português
O ensino das geometrias não-euclidianas: um olhar sob a perspectiva da divulgação científica
Palavras-chave em português
Divulgação científica
Educação não-formal
Ensino de geometria
Geometria não-euclidiana
Resumo em português
Este trabalho investiga as possibilidades de ensino de ideias fundamentais das geometrias não-euclidianas sob a perspectiva da Divulgação Científica e identifica as principais características presentes nas pesquisas que relatam experiências de ensino destas geometrias. nas pesquisas que relatam experiências de ensino destas geometrias. Bibliográfica, a pesquisa fundamenta teoricamente a Divulgação Científica, a educação nãoformal e o ensino das geometrias não-euclidianas. Em relação às geometrias, enfatizou-se o processo histórico de seu surgimento, em especial as tentativas de prova do quinto postulado de Euclides, pois esse processo evidencia uma quebra de paradigma no conhecimento matemático, incluindo a concepção de verdade matemática. Sobre o ensino das geometrias, debateu-se sua inserção no currículo da educação básica e o crescente número de menções ao tema em orientações educacionais oficiais, tanto no Brasil como no exterior. Procurou-se compreender os objetivos dos educadores que se propõem a ensinar as geometrias nãoeuclidianas e percebeu-se que tais objetivos não se vinculam unicamente ao pressuposto de que a aprendizagem da geometria euclidiana se torna significativa quando se proporciona o contato com as não-euclidianas. Foi feito um mapeamento de algumas pesquisas que apresentam experiências de ensino das geometrias e elencaram-se seus êxitos. A análise das pesquisas que relatam estudos de caso esteve focada nos recursos normalmente utilizados, nos principais pressupostos e nos públicos escolhidos. Nessas pesquisas, percebeu-se forte presença da geometria esférica e da geometria hiperbólica, abordadas principalmente por intermédio de materiais concretos e de software de geometria dinâmica, respectivamente. Ficou evidenciada a possibilidade de ensino de ideias fundamentais das geometrias nãoeuclidianas para diferentes públicos.
Título em inglês
Teaching non-euclidean geometries: a view from the perspective of scientific popularization
Palavras-chave em inglês
Non-euclidean geometry
Nonformal education
Scientific popularization
Teaching of geometry
Resumo em inglês
This paper investigates the teaching possibilities of fundamental ideas of the non- Euclidean geometries under the perspective of scientific popularization and identifies the main characteristics in the teaching of these geometries. This bibliographical research justifies scientific theory, non-formal education, and the teaching of non-Euclidean geometries. In relation to various geometries, we have emphasized the historical process of its emergence, in particular attempts to prove Euclid's fifth postulate since this process shows a paradigm in mathematical knowledge, including the concept of mathematical truth. On the teaching of geometry, we have discussed its inclusion in the curriculum of basic education and the growing number of references to the subject in official educational guidelines, both in Brazil and abroad. We have tried to understand the goals of educators who purport to teach non- Euclidean geometries and realized that these goals do not connect solely to the assumption that learning of Euclidean geometry becomes significant when it provides the contact with non-Euclidean geometries. We have mapped some of the studies with teaching experiences of geometries and listed their successes. The analysis of the research that reports case studies focused on the resources normally used, on the main assumptions, and on chosen audiences. In the analyzed research, we have encountered a strong presence of Spherical Geometry and Hyperbolic Geometry, mainly approached via concrete materials and dynamic geometry pieces of software, respectively. The teaching possibility of basic principles of the non- Euclidean geometries for different publics became evident.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-01-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.