• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Mateus Moisés Gonçalves Pereira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Almeida, Rogério de (Presidente)
Lemos, Maria José Cardoso
Zamberlan, Cesar Adolfo
Título em português
Tessituras da queda: deseducação em Raduan Nassar
Palavras-chave em português
Educação
Hermenêutica simbólica
Imaginário da queda
Raduan Nassar
Resumo em português
Este trabalho apresenta o imaginário da queda na obra completa de Raduan Nassar. Compreende-se a literatura nassariana como locus privilegiado de expressão da sexualidade e de crises morais. Entende-se a educação em um sentido amplo, nomeadamente, no esteio dos itinerários de (auto)formação: o exercício formativo como experiência de encontro e escolha. Recupera-se a literatura em seu aspecto formativo pensando o texto literário como metáfora da condição do homem no mundo. Ancora-se em uma razão complexa e em uma razão sensível, sob a regência do gradiente holonômico. Sustenta-se metodologicamente por uma antropologia do imaginário e por uma hermenêutica simbólica. O tratamento hermenêutico se realiza através das repetições e recorrências simbólicas na obra nassariana. Os resultados apontam uma (est)ética formativa ancorada no aspecto performático do texto e na afirmação cotidiana do homem comum, experiências das quais sobressaem resquícios de liberdade radicados na potência da vida. Conclui-se que o universo nassariano confere ao leitor um processo de deseducação, já que desconstrói um conjunto de valores atrelados à razão e ao progresso moral, fundamentos da educação moderna.
Título em inglês
Shades of falling: Raduan Nassars dis-education
Palavras-chave em inglês
Education
Falls imaginary
Raduan Nassar
Symbolic hermeneutic
Resumo em inglês
This work aims to present the falls imaginary in the complete work of Raduan Nassar. The nassarian literature is recognized as a privileged locus of sexuality and of moral crises. Education is conceived in an extended perspective, specifically regarding (self) formation itineraries: the formative activity as experience of encounter and choice. The literature is recovered in its formative aspect, conceiving the literary text like a metaphor about man in the world. This is bounded at a complex reason and at a sensitive reason, under the influence of the holonomic gradient. The methodology is sustained by the imaginarys anthropology and by the symbolic hermeneutics, which is materialized through the hermeneutic treatment of the nassarian works. The results point to a formative (aesth)ethics anchored in the performative aspect of the text and in the daily affirmation of the common man, experiences of which stand out remnants of freedom rooted in the power of life. It is concluded that the nassarian universe confers to the reader a process of dis-education, since it deconstructs a set of values linked to reason and moral progress, foundations of contemporary education.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-10-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.