• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.48.2017.tde-14072017-160248
Documento
Autor
Nome completo
Diego Marceli Rocha
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Ricardo, Elio Carlos (Presidente)
Custódio Filho, José Francisco
Gurgel, Ivã
Oliveira, Mauricio Pietrocola Pinto de
Rezende Junior, Mikael Frank
Título em português
Desempenho escolar na disciplina de física: um estudo de caso sobre a relação entre as crenças de autoeficácia e o contrato didático
Palavras-chave em português
Contrato didático
Crenças de autoeficácia
Ensino de física
Teoria social cognitiva
Resumo em português
O universo escolar é rico de sujeitos e, consequentemente, de comportamentos que tornam essa realidade um curioso objeto de pesquisa. O comportamento dos estudantes que se associa a seu desempenho escolar na disciplina de Física é um interessante agente de estudo. Desse modo, a presente pesquisa buscou compreender o quanto os comportamentos apresentados por alunos que demonstram um melhor desempenho na disciplina de Física estão associados a seus níveis de crenças de autoeficácia (BANDURA, 1986) e ao domínio das regras que estruturam o Contrato Didático (BROUSSEAU, 1986). Assim, por intermédio de uma pesquisa de natureza qualitativa de estudo de caso, identificamos os níveis de crenças de autoeficácia de dois alunos do terceiro ano do Ensino Médio de uma escola pública do interior do Estado de São Paulo, que apresentam os melhores resultados de desempenho na disciplina de Física. Com o auxílio de um questionário de escala Likert, pudermos mensurar os elevados níveis de crenças de autoeficácia dos sujeitos participantes deste estudo. Além disso, fizemos uso de observações em sala de aula e de entrevistas semiestruturadas para identificar como suas crenças de autoeficácia atuam sobre seus comportamentos e também como esses sujeitos identificam e lidam com o Contrato Didático estabelecido. No decurso da análise das regras do Contrato Didático pudemos analisar como as crenças de autoeficácia influem na interpretação, condução e negociação dessas regras, bem como contribuem para o melhor desempenho dos alunos na disciplina de Física. Desse modo, o estudo nos possibilitou observar diferentes estratégias de aprendizagem, a fim de lidar com semelhantes regras do Contrato Didático que permitem a aproximação e o distanciamento desses alunos do saber físico. Tais perspectivas são reveladas em vista de uma busca constante dos sujeitos pela manutenção do Contrato Didático. O estudo demonstrou também que a motivação estabelecida pelos sujeitos para participar das dinâmicas fundamentadas pelo contrato está intimamente ligada aos seus níveis de crenças de autoeficácia que contribuem para o estabelecimento de estratégias de aprendizagem que permitem o alcance de um suposto sucesso escolar, ainda que este não esteja associado a uma maior aproximação do saber físico. Por fim, os estudantes demonstraram fazer uso de estratégias de aprendizagem relacionadas a seu antigo Contrato Didático, quando foram inseridos em uma situação didática denominada Atividade de Ruptura, na qual os alunos se encontravam em um contexto de estabelecimento de um novo Contrato Didático. O melhor desempenho dos alunos nestas circunstâncias de pesquisa está associado a estratégias de aprendizagem condicionadas a suas crenças de autoeficácia que orientam o comportamento dos sujeitos em vista de suas concepções sobre suas capacidades que estão associadas ao domínio das regras do Contrato Didático.
Título em inglês
School performance in the discipline of physics: a case study on the relationship between self-efficacy beliefs and didactic contract
Palavras-chave em inglês
Didactic contract
Physics teaching
Self-efficacy beliefs
Social cognitive theory
Resumo em inglês
The universe is rich of individuals and, consequently, of behaviors, making them a curious object of research. The Physics course students behavior associated with their academic performance is an interesting issue to be studied. Thus, this research sought to understand how behaviors of students with a better performance in the Physics course are associated with their levels of self-efficacy beliefs (BANDURA, 1986) and the mastering of the rules which structure the Didactic Contract (BROUSSEAU, 1986). Therefore, through a qualitative case study research, we identified levels of self-efficacy beliefs of two students of the third year of high school in a public school in the State of São Paulo, who have achieved the best results in the Physics course.With the aid of a Likert scale questionnaire, we could measure high levels of self-efficacy beliefs of the participants in this study. In addition, we made use of classroom observations and semi-structured interviews to identify how their self-efficacy beliefs play a role in their behavior, and also how these guys identify and deal with the established Didactic Contract. In the course of the analysis of the Didactic Contract rules, we could analyze how self-efficacy beliefs influence the interpretation and negotiation of these rules, as well as contribute to the better performance of the students in the Physics course. The study enabled us to observe different learning strategies, in order to deal with similar rules of the Didactic Contract, which allows the approximation and distancing of these students from their knowledge of Physics. Such perspectives are revealed in a constant search of the individuals for maintaining the Didactic Contract. It also demonstrated that the motivation established by the individuals to participate in the dynamics based on the contract is closely linked to their levels of self-efficacy beliefs that contribute to the setting of learning strategies that enable the achievement of an alleged academic success, although this is not associated with theirknowledge of Physics. Finally, students have shown to make use of learning strategies related to their former Didactic Contract when they were inserted into a learning situation called Breaking Activity, in which students had toset a new Didactic Contract. The best academic performance under this research circumstances is associated with learning strategies that depend on self-efficacy beliefs that guide the individuals behavior in accordance with their conceptions of their own abilities associated with mastering the Didactic Contract rules.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-08-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.