• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.48.2010.tde-11062010-112658
Documento
Autor
Nombre completo
Samia Nascimento Sulaiman
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2010
Director
Tribunal
Jacobi, Pedro Roberto (Presidente)
Campos, Maria Inês Batista
Carvalho, Luiz Marcelo de
Título en portugués
Educação ambiental à luz da análise do discurso da sustentabilidade: do conhecimento científico à formação cidadã
Palabras clave en portugués
análise de discurso
educação ambiental
sustentabilidade
Resumen en portugués
O desenvolvimento sustentável tem constituído um campo conceitual e metodologicamente novo, cujo discurso envolve conflitos de interpretação e disputas de interesse. Discurso esse que tem repercutido em proposições teórico-metodológicas no campo da Educação, no que se tem denominado Educação Ambiental e Educação para o Desenvolvimento Sustentável. Buscamos verificar esse cenário por meio da análise da revista Carta na Escola, direcionada ao público docente. O corpus da pesquisa formou-se das séries Sustentabilidade na escola e Caderno de Sustentabilidade, publicadas pela revista entre agosto de 2007 e agosto de 2008. O referencial teórico-metodológico para análise de discurso foi a concepção dialógica da linguagem, ou dialogismo, formulada pelo linguista russo Mikhail Bakhtin e seu Círculo, constituído por Valentin Voloshinov e Pavel Medvedev. O dialogismo enfoca o amálgama indissociável entre linguagem e sociedade. Dessa maneira, analisamos três documentos de referência internacional no tema da sustentabilidade: o Relatório Brundtland, Nosso futuro comum (1987), o Tratado de Educação Ambiental para Sociedades Sustentáveis e Responsabilidade Global (1992) e o programa da Década das Nações Unidas da Educação para o Desenvolvimento Sustentável 2005-2014 (2002), pelos quais identificamos dois discursos do desenvolvimento sustentável: um, relativo ao combate à pobreza e ao atraso tecnológico e outro, referente à cooperação e participação social. E verificamos essa abordagem dicotômica nos textos do corpus, que, de um lado, apoiam a disseminação de conhecimentos científicos como forma de mudar comportamentos insustentáveis e, de outro, o incentivo ao diálogo da escola com seu entorno, como estratégia de participação social e melhoria da qualidade de vida local. A contribuição desse trabalho reside, exatamente, na explicitação dessa dicotomia e sua relevância para que haja coesão e coerência nas ações educativas para a sustentabilidade.
Título en inglés
Environmental Education in the light of discourse analysis of sustainability: from scientific knowledge to civic education
Palabras clave en inglés
discourse analysis
environmental education
sustainability
Resumen en inglés
Sustainable development has been a new field of concepts and methods, whose speech involves conflicting interpretations and disputes of interest. This speech has passed the theoretical-methodological proposals in the fields of Education, especificy Environmental Education and Education for Sustainable Development. We seek to verify this fact by analyzing two series published by Carta na Escola magazine, directed to teacher´s public. The research was formed for the series Sustentabilidade na Escola and Cadernos de Sustentabilidade, published between August 2007 and August 2008. We selected the dialogic language theory, or dialogism, like theoretical and methodological reference for discurse analysis, formulated by the Russian linguist Mikhail Bakhtin and his Circle, consisting of Valentin Voloshinov and Pavel Medvedev. The dialogism focuses on the amalgam link between language and society. Thus, we analyzed three documents of international reference in the theme of sustainability: the Brundtland Report, Our Common Future (1987), the Treaty on Environmental Education for Sustainable Societies and Global Responsibility (1992) and the program of the United Nations Decade of Education for Sustainable Development (2002), for which we identified two discourses of sustainable development: one, on combating poverty and technological backwardness and another, on cooperation and social participation. Moreover, we see this dichotomous approach to the texts of the corpus, which on the one hand, support the dissemination of scientific knowledge as a way to change behavior unsustainable and, secondly, the fostering of dialogue from the school and its surroundings, as a strategy of social participation and improvement quality of local community. The contribution of this work is exactly the explanation of this dichotomy and its relevance for cohesion and coherence educational activities for sustainability.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2010-07-15
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.