• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.48.2007.tde-11062008-155142
Documento
Autor
Nome completo
Luzia Estevão Pereira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Silva, Nilce da (Presidente)
Colello, Silvia de Mattos Gasparian
Martin, Vima Lia de Rossi
Título em português
O nascimento do estranho na cidade de São Paulo: analfabetismo e estigma.
Palavras-chave em português
Alfabetização
Cultura
Escola pública
Estigma
Método
Resumo em português
Esta pesquisa teve como objetivos: 1. registrar por meio da pesquisa de campo a atual situação de duas escolas públicas paulistanas no que se refere à alfabetização, 2. repensar o mito do método de alfabetização como única variável no fenômeno do "analfabetismo escolar" e levantar outras variáveis que contribuem para a reprodução (segundo Bourdieu) do analfabetismo nas classes sociais menos favorecidas, 3. apontar algumas conseqüências desse fenômeno como a estigmatização dessas pessoas e as conseqüências do analfabetismo para a sua vida social, profissional e econômica. O objeto/problema dessa pesquisa foi a relação entre o aprendizado da leitura e da escrita por alunos dos primeiros anos do ensino fundamental e os estigmas sociais advindos das diversas relações entre o aluno e a cultura escrita. O trabalho de campo foi realizado em duas escolas públicas municipais da cidade de São Paulo, denominadas Escola Leste (na qual realizei o trabalho nos anos de 2001 a 2004) e Escola Norte (na qual realizei o trabalho no ano de 2005). Os sujeitos da pesquisa na Escola Leste foram uma turma do quarto ano do Ciclo I do Ensino Fundamental, com enfoque em 10 alunos não-alfabetizados; na Escola Norte foi observada uma turma de quarto ano considerada como a "pior" da escola pelos profissionais contatados pela pesquisadora. Além desses sujeitos centrais, professores, diretores e coordenadores também contribuíram para a coleta de dados por meio de depoimentos e entrevistas. Essa coleta baseou-se em metodologia de pesquisa qualitativa, com características etnográficas. A pesquisadora conviveu com alunos em diversos locais dentro e fora da escola, conhecendo algumas famílias; participou ainda de eventos com professores, tais como reuniões, cursos e festas escolares. O texto resultante dessa pesquisa está dividido em quatro partes. Na primeira, fizemos uma síntese de alguns conceitos e debates realizados na área de alfabetização desde os anos de 1980 até os meses iniciais de 2006, período em que ocorreu uma polêmica acirrada entre os defensores do método fônico e defensores de outros paradigmas. Na segunda seção, procuramos traçar um perfil social dos sujeitos deste trabalho, utilizando-nos dos conceitos de estigma e de estranho, retirados da obra de Goffman e Bauman, respectivamente, e da análise da estrutura social da cidade de São Paulo, realizada com estatísticas oficiais. Quanto à questão cultural que envolve o ensino da língua escrita, partimos da contribuição de Biarnès, professor da Faculdade Paris XIII. Na terceira seção, apresentamos os dados coletados e, em seguida, na quarta seção e nas considerações finais, apontamos as variáveis, que, além do método de ensino, contribuem para o analfabetismo escolar, tais como as relações entre o espaço geográfico e a má qualidade do ensino, o currículo escolar e problemas administrativos.
Título em inglês
The source of the stranger in the city of São Paulo: analphabetism and stigm.
Palavras-chave em inglês
Alphabetisation
Culture
Method
Public school
Stigma
Resumo em inglês
This essay presents three different aims: 1. to registrate through campus research the recent situation of two public schools in Sao Paulo city in relation to alphabetization; 2. to reflect about the myth of alphabetism method as the unique variable of the "school analphabetism" phenomenon and to check other variables that (according to Bourdieu) contribute to the spread of analphabetism in the poor social class; 3. to point some consequences of this phenomenon, for example, to stigmatize analphabete people, and to notice the consequences it brings to the social, professional and economic areas for those who are analphabete. The objective of this research was to demonstrate the relationship between reading and writing learning for pupils in the first years in the primary school and the social stigmas which exist in the different relations between student and the written culture. Two municipal public schools in Sao Paulo city were analyzed in the campus research. The first one was called, in this work, "Escola Leste", from where some data from 2001 to 2004 was collected. The second was denominated "Escola Norte", where the work was made during 2005. In the Escola Leste, the students in the fourth year, Cicle I, in the primary school were the subject of study, focussing ten analphabete students. In the Escola Norte, a class in the fourth year considered the worst one, according to professionals in touch to the researcher, was observed. Besides these main subjects, teachers, directors and coordinators, taking part of some testimonies and interviews, also have contributed to the range of information acquired. This material is based on the qualitative methodology of research, with ethnographic characteristics. The researcher was in touch with the pupils in many places, inside and outside the school, knowing their families. She also took part of some events with the tearchers, for example, meetings, courses and school parties. This text is a result of this investigation and it is divided in four chapters. In the first chapter, there is a summary of some concepts and debates which have happened in the alphabetization area since the 1980's until the first months of 2006, when a tough controversy between the phonic method defenders and the defenders of other paradigms occurred. In the second chapter, there are some attempts to trace the social features of the individuals studied in this work, making use of Goffman and Bauman conceptions about stigma and strange, respectively, and an analysis based on official statistics of the social structure of Sao Paulo city. Biarnès, a professor at Paris XIII College, provides this work with data about his studies on the cultural question which involves the language teaching. In the third chapter, the data that is gathered from the campus research is presented. Finally, in the fourth chapter, in the last considerations, the variables that contribute to the "school analphabetism" are pointed, for instance, the relationships between the geographic space and the bad quality of teaching relationship, and the problems with the school curriculum and the administrative problems.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-07-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.