• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Master's Dissertation
DOI
https://doi.org/10.11606/D.48.2020.tde-09122019-165833
Document
Author
Full name
Bruno do Nascimento Sa
E-mail
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
São Paulo, 2019
Supervisor
Committee
Silva, Katiene Nogueira da (President)
Gatti, Giseli Cristina do Vale
Silva, Juliana de Souza
Title in Portuguese
Relações de gênero e educação: uma análise sobre a formação inicial docente na Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo
Keywords in Portuguese
Educação
Formação inicial de professores
Relações de gênero
Abstract in Portuguese
A produção deste trabalho se deu no âmbito da área de concentração Didática, Teorias do Ensino e Práticas Escolares do Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, e teve como objetivo analisar como as relações de gênero aparecem na formação inicial de professores e professoras no curso de Pedagogia da FEUSP, partindo da hipótese de que a formação docente para tal temática ocorre, porém, aparece de forma secundária e optativa nas disciplinas que a contemplam. Para tanto, foi apresentado um levantamento dos principais autores na área e as discussões acerca das origens e concepções de gênero, assim como suas dimensões na atualidade e suas relações com a educação básica. Então, buscou-se explorar a importância da elaboração de políticas públicas para gênero e apresentar as políticas já existentes que respaldam a abordagem de gênero na formação inicial de docentes e nas escolas e, por fim, foi realizada uma análise das ementas das disciplinas do curso mencionado, oferecidas entre os anos de 1998 e 2018, assim como uma entrevista com professoras responsáveis pela criação e oferecimento de disciplinas que apresentam gênero como tema principal. Assim, tomou-se como ponto de partida a implantação dos Parâmetros Curriculares Nacionais, em 1998, documento de abrangência nacional, que serve como norteador das práticas escolares. Os Parâmetros sugerem que o tema Relações de Gênero seja abordado como Tema Transversal na Educação Básica brasileira. Dessa forma, sendo a USP e, consequentemente, seu curso de Pedagogia dada como uma referência nos campos acadêmico e educacional, buscou-se verificar se essa temática tem sido contemplada na formação inicial dos cerca de cento e oitenta professores ingressantes anualmente nesse curso. Para tanto, foram abordados nomes de destaque internacional nos estudos de gênero, como Heleieth Saffioti, Joan Scott, Judith Butler e Raewyn Connel, realizando uma discussão a respeito do conceito de gênero e suas diferentes abordagens nas diversas áreas de conhecimento. A seguir, foram abordadas informações a respeito da desigualdade de gênero e as principais políticas públicas e documentos que respaldam o tratamento desse tema na educação, visando uma abordagem crítica. Por fim, foram analisadas as ementas das trezentas e trinta disciplinas oferecidas ao curso de Pedagogia da FEUSP entre os anos de 1998 e 2018, das quais, constatou-se que trinta e sete apresentavam a palavra gênero em algum de seus campos e, destas trinta e sete, apenas três apresentaram gênero como tema central. A partir dessas informações, foram realizadas entrevistas com as professoras responsáveis pelas três disciplinas que apresentam gênero como tema central, a fim de compreender a forma com que as disciplinas foram idealizadas, organizadas e oferecidas, assim como as preocupações em relação à sua continuação com a chegada da aposentadoria. Como resultado, foi possível verificar que as discussões de gênero, incluindo o âmbito educacional, têm avançado muito desde os anos 1990, promovendo debates, estudos e a elaboração de diversas políticas afirmativas. A FEUSP, além de não se opor à abordagem do tema, tem também desenvolvido ações visando a conscientização de sua comunidade. No entanto, a formação inicial de docentes para gênero, ainda ocorre de forma optativa e secundária, quando comparada com outros temas.
Title in English
Gender relations and education: an analysis of initial teacher education at the Faculty of Education of the University of São Paulo
Keywords in English
Education
Gender relations
Initial teacher formation
Abstract in English
The production of this work occurred within the concentration area of Didactics, Theories of Teaching and School Practices of the Graduate Program in Education of the School of Education of the University of São Paulo and had as object of analysis to analyse how gender relations are approached in the initial formation of teachers Pedagogy course offered by that institution. For that, a survey concerning the main authors in the area and the discussions about the origins and conceptions of gender, as well as their current dimensions and their relations with basic education were presented. The aim was to explore the importance of public policy-making for gender and to present existing policies that support the gender approach in initial teacher training and in schools. Finally, an analysis of the course syllabus was made considering the years between 1998 and 2018, as well as an interview with the teachers responsible for the creation and offering of subjects that have gender as their main theme. Thus, the promulgation of the National Curricular Parameters was adopted as a starting point, in 1997. It is a national document, which serves as a guide to school practices. The Parameters suggest that the topic Gender Relations be addressed as a Cross-Cutting Theme in Brazilian Basic Education. Thus, since USP and, consequently, its Pedagogy course are given as references in the academic and educational fields, it was sought to verify if this theme has been contemplated in the initial formation of about one hundred and eighty teachers entering each year in this course. In order to do so, internationally prominent names in gender studies were approached, such as Heleieth Saffioti, Joan Scott, Judith Butler and Raewyn Connel, discussing the concept of gender and its different approaches in different areas of knowledge. Next, information on gender inequality and the main public policies and documents supporting the treatment of this theme in education were addressed, aiming at a critical approach in favor of gender equality. Finally, the syllabus of the three hundred and thirty subjects offered to the FEUSP Pedagogy course between 1998 and 2018 were analyzed, of which, it was verified that thirty-seven presented the word gender in one of its fields and, of these thirty seven, only three presented gender as the central theme. Based on this information, interviews were conducted with the teachers responsible for the three former disciplines, in order to understand the way in which the disciplines were idealized, organized and offered, as well as the concerns regarding their continuation with their retirement. As a result, it has been found that gender discussions, including education, have advanced greatly since the 1990s, promoting debates, studies, and the development of diverse affirmative policies. FEUSP, in addition to not opposing the approach to the theme, has also developed actions aimed at raising awareness of its community. However, initial teacher education for gender still occurs on an optional and secondary basis when compared to other themes.
 
WARNING - Viewing this document is conditioned on your acceptance of the following terms of use:
This document is only for private use for research and teaching activities. Reproduction for commercial use is forbidden. This rights cover the whole data about this document as well as its contents. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author's name.
Publishing Date
2020-01-30
 
WARNING: Learn what derived works are clicking here.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
CeTI-SC/STI
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2021. All rights reserved.