• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.48.2010.tde-09032010-151324
Documento
Autor
Nombre completo
Bruno Gonçalves Lippi
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2009
Director
Tribunal
Neira, Marcos Garcia (Presidente)
Palma Filho, Joao Cardoso
Souza Neto, Samuel de
Título en portugués
Formação contínua de professores de educação física no estado de São Paulo: quais as políticas em jogo?
Palabras clave en portugués
Educação Física
Formação contínua
Política educacional
Resumen en portugués
A educação escolar organizada pela burguesia ocidental tornou-se um símbolo da modernidade, pois, fundamentada nas ciências positivistas, disseminou os valores modernos como a racionalidade, a previsibilidade e a certeza. No entanto, nota-se que as explicações fornecidas pelo paradigma da modernidade têm sido questionadas nas últimas décadas, dando espaço para outras teorias da realidade social. Tal transitoriedade tem levado alguns estudiosos das questões sociais a vislumbrar o início de "novos tempos" - denominados, por alguns, de pós-modernidade -, enquanto outros interpretam que vivemos a "radicalização" da modernidade. Paralelamente a este momento histórico, assistimos à reestruturação do sistema capitalista, na qual grupos econômicos realizam mudanças periféricas no sistema econômicoprodutivo para manutenção da lógica do capital. Neste ínterim, faz-se então uma chamada pública por uma nova escola que prepare nossas crianças e jovens para os novos tempos. Na iminência de diversos e antagônicos projetos de sociedade e de escola, não por acaso, a formação de professores evidencia-se nos debates acadêmicos contemporâneos. Nossas preocupações focaram a política de formação contínua da rede estadual paulista, analisando os pressupostos que lhe dão sustentação. Neste sentido, o objetivo do estudo foi analisar criticamente a política de formação contínua dos professores de Educação Física organizada e implementada pela Secretaria de Educação do Estado de São Paulo por meio das ações da Coordenadoria de Estudos e Normas Pedagógicas (CENP), tomando como referência, os discursos contemporâneos sobre a formação contínua. Como método de investigação científica, optamos pela bricolagem, como definida por Kincheloe (2007) quando propõe, entre as tarefas do pesquisador, o entretecimento dos pontos de vista dos envolvidos, buscando romper com o reducionismo e a fragmentação dos métodos positivistas. A partir daí, entretecemos uma interpretação da realidade recorrendo aos pontos de vista dos atores da política formativa quando instadas a analisar o curso A rede aprende com a rede, ao discurso da mídia acerca do assunto e ao confrontamento com o referencial teórico. Interpretamos que a política estadual de formação contínua de professores insere-se no pacote de políticas educacionais neoliberais, que incluem os sistemas de avaliação externa, a remuneração por desempenho e o currículo. Ainda, observamos que a política formativa alinha-se, também, às políticas formativas hegemônicas contemporâneas que apostam na responsabilização, aperfeiçoamento e no mérito individual como valores centrais.
Título en inglés
Continuing formation of Physical Education teachers in the São Paulo state: What the politics in the game?
Palabras clave en inglés
Continuing Education
Educational politics
Physical Education
Resumen en inglés
The school education organized by the west nobleman became a symbol of modern times, for as it was based in the positivistic science, disseminated the modern values like the rationality, the foreesability and the certainty. However, it can be observed that the explanations given by the paradigm of modernity have been questioned in the last decades, giving space to other theories of social reality. This transition has taken some scholars of social questionings to glimpse the beginning of a new era- denominated, by some, as post modernity while others interpret that we live in a radicalization of modernity. In a parallel way to this historical moment, we watch the restructuring of the capitalist system, in which economical groups perform peripheral changes in the economical-productive system to maintain the logic of the capital. Meanwhile, it is done a so call public calling or a new school that prepare our children and youngsters for a new era. In the eminence of several and antagonistic projects of the society and the school, not by chance, the formation of teachers is evident in the contemporary academic debates. Our worries focused on the political of continuous education of state net of Sao Paulo, analyzing the presumptions that support them. In this way, the objective of the study was to analyze, critically, the politic of continuing education of the teachers of Physical Education organized and implemented by the Secretary of Education of the State of Sao Paulo through the actions of the Coordination of Studies and Pedagogical Rules (CENP), using as reference the contemporary discussions about continuing education. As a method of scientific investigation, we opted for the bricolage , as was defined by Kincheloe (2007) when he proposed amongst the researchers tasks, the intertwining of the points of view of the involved, trying to break with the reductionism and the fragmentation of the positivist methods. Therefore, we intertwine an interpretation of the reality surveying to the point of views of the actors of formative politic when urged to analyze the course The net learns with the net, to the speech of the media about the topic and the confrontation as a theoretical reference. We interpreted that the state politics of continuing education of the teachers are inserted in the package of the neoliberal educational politic, that include the systems of external evaluation, the compensation through performance and curriculum. Still, we observe that the formative politic align itself, also, to the contemporary hegemonic formative politics that bet in the action of responsibility, improvement and individual merit as central values.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2010-03-26
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.