• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.48.2013.tde-08102013-154326
Documento
Autor
Nome completo
Ana Maria Santos Gouw
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Bizzo, Nelio Marco Vincenzo (Presidente)
Araujo, Valeria Amorim Arantes de
Moreira, Ildeu de Castro
Prestes, Maria Elice de Brzezinski
Vogt, Carlos Alberto
Título em português
As opiniões, interesses e atitudes dos jovens brasileiros frente à ciência: uma avaliação em âmbito nacional
Palavras-chave em português
Avaliação educacional
Interesses dos jovens pela ciência
Relevância do ensino de ciências
Resumo em português
O desencanto dos estudantes pela ciência escolar e pela carreira científica tem provocado um movimento na área acadêmica em prol de se ouvir o que os alunos têm a dizer das suas aulas de ciências, de seus temas científicos de maior interesse e de sua posição frente a diversas questões relacionadas à ciência e à tecnologia. Um desses movimentos é o projeto The Relevance of Science Education (ROSE), sediado na Universidade de Oslo, Noruega, e implementado em mais de 40 países. No Brasil, o ROSE foi aplicado pela primeira vez em 2007, envolvendo 625 estudantes de dois municípios dos estados de São Paulo e Mato Grosso. Diante das primeiras observações junto ao ROSE, verificou-se a necessidade de se conhecer quais são os interesses, atitudes e preferências dos jovens em relação à ciência e à tecnologia em âmbito nacional. Assim, a pesquisa aqui descrita teve como objetivo implementar o projeto ROSE no Brasil em uma amostra de representatividade nacional, consolidando o perfil dos jovens brasileiros em relação à ciência e tecnologia e, a partir desses dados, discutir de que forma conhecer a relevância que o conhecimento científico tem para os jovens pode influenciar no ensino de ciências que hoje é apresentado nas escolas. A pesquisa, de natureza essencialmente quantitativa, encontra- -se dentro do campo da avaliação educacional, e utilizou como instrumento de coleta de dados um questionário fechado com 245 itens cujas respostas são expressas em uma escala de Likert de 4 pontos. O estudo amostral foi desenhado através de uma amostragem estratificada pelos 26 estados e o Distrito Federal com alocação proporcional, tendo como universo amostral a amostra do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (PISA) no Brasil no ano de 2009. Ao todo, 2365 estudantes participaram da pesquisa, oriundos de 84 escolas localizadas em todos os estados brasileiros. Os dados obtidos revelam que o brasileiro, de modo geral, possui grande interesse pelos temas científicos abordados na escola. Dentre esses, os que mais despertam seu interesse são os relacionados ao corpo humano. Em relação à posição dos jovens frente aos desafios ambientais, consideramos que os brasileiros apresentam atitudes preditoras de comportamento ambiental positivo. Por exemplo, nossos jovens possuem uma visão otimista quanto ao futuro, especialmente as meninas, e consideram fortemente que podemos encontrar soluções para os problemas ambientais. Em relação à ciência escolar, os jovens brasileiros consideram a disciplina interessante, apesar de não terem preferência por ela em relação a outras disciplinas. Há uma atitude positiva geral em relação à disciplina, tanto no que se refere à sua importância como à sua utilidade. Apesar de demonstrarem interesse pela ciência escolar, tanto meninas como meninos tem pouco interesse em ingressar na carreira científica.Verificamos também que os jovens brasileiros têm uma atitude geral otimista em relação à ciência e à tecnologia. Diante dos dados aqui obtidos, de maneira a legitimar as considerações manifestas por esses estudantes, cabe uma reflexão sobre as eventuais ações que podem ser tomadas a fim de que suas opiniões dialoguem com professores, currículos, livros didáticos e outros.
Título em inglês
Opinions, interests and attitudes of young Brazilian in face of science: an evaluation in nationwide
Palavras-chave em inglês
Educational evaluation
Interests of youngsters in science
Relevance of science education
Resumo em inglês
The disenchantment of students in science education and career in science has led to a movement in the academic field in favor of listening to what students have to say about their science classes, their scientific topics of greatest interest and its position against several issues related to science and technology. One of these movements is the project The Relevance of Science Education (ROSE), based at the University of Oslo, Norway, and implemented in more than 40 countries. In Brazil, ROSE was first applied in 2007, involving 625 students from two municipalities in the states of São Paulo and Mato Grosso. From the first observations with the ROSE, there was the need to know what are the interests, preferences and attitudes of young people towards science and technology nationwide. Thus, the research described here aimed to implement the ROSE project in Brazil in a nationally representative sample, consolidating the profile of Brazilian youth in relation to science and technology and, from these data, discuss how the comprehension about the relevance of Scientific knowledge for young people can influence the teaching of science being presented nowadays in schools. The research, which is essentially quantitative, lies within the field of educational assessment and used as tool for data collection a closed questionnaire with 245 items whose answers are expressed in a Likert scale of 4 points. The study sample was drawn through a stratified sampling by 26 states and the Federal District with proportional allocation, having as sampling universe the sample of the Programme for International Student Assessment (PISA) in Brazil in 2009. In all, 2365 students participated in the survey, coming from 84 schools located in all Brazilian states. The data reveal that the Brazilian, in general, has great interest in the scientific topics covered in school. Among these, the ones that arouse their interest are those related to the human body. Regarding the position of young people with environmental challenges, we consider that the Brazilians have predictive attitudes of positive environmental behavior. For example, our youngsters have an optimistic view about the future, especially girls, and feel strongly that we can find solutions to environmental problems. In relation to science school, the young Brazilians consider discipline interesting, although not having preference for it over other disciplines. There is a positive relation to the general subject, both with respect to its importance as to its usefulness. Although they showed interest in science education, both boys and girls have low interest in joining a scientific career. We also observed that young Brazilians have a generally optimistic attitude towards science and technology. From the data obtained here, in order to legitimize the obvious considerations from these students, it is worth reflecting on the possible actions that can be taken in order that their opinions dialogue with teachers, curricula, textbooks and other.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-10-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.