• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.48.2020.tde-03032020-171456
Documento
Autor
Nome completo
Eliton Meireles de Moura
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Bueno, Belmira Amelia de Barros Oliveira (Presidente)
Kenski, Vani Moreira
Lopes, Roseli de Deus
Valente, José Armando
Título em português
Formação docente e educação maker: o desafio do desenvolvimento das competências
Palavras-chave em português
Competências docentes
Educação maker
Fab Lab
Formação de professores
Gestão de sala de aula maker
Resumo em português
Esta pesquisa objetiva discutir uma Formação Docente que promova o desenvolvimento de competências para o trabalho com a Educação Maker, sob a influência do Movimento Maker. Entende-se por Educação Maker toda e qualquer ação ou atividade que, com viés educativo e utilizando-se das Tecnologias, conduza a um processo de prototipação, construção ou restauração de um produto, físico ou digital, relacionando tal processo a um conteúdo científico. Ela tem ocorrido, geralmente, embora não exclusivamente, em ambientes de fabricação digital, chamados espaços makers ou Fab Labs. Deste modo, a pesquisa inicia-se no levantamento bibliográfico sobre a Formação de Professores com Tecnologia e Educação Maker, e os dados desta tese procedem de um estudo de campo realizado entre 2015 e 2019, no Programa Fab Lab Livre de São Paulo e, ainda, de imersões em espaços Makers educacionais, nos Estados Norte-Americanos de New York e Califórnia, este último propiciado por um estágio de doutorado sanduíche na Stanford University, atuando como Visiting Student Researcher na Graduate School of Education, para o ano acadêmico de 201718. Por meio de entrevistas com professores, técnicos de laboratórios, tinkers e makers, e, ainda, na observação do trabalho destes sujeitos nos espaços pesquisados, buscou-se entender como docentes poderiam, no desenvolvimento de seu trabalho num espaço escolar maker, conduzir uma aprendizagem criativa e significativa do currículo. De tal modo, nos capítulos de análise de dados, primeiro propõe-se uma discussão sobre o que significa gerir uma sala de aula maker, chegando então, com base em Vasconcellos (2003), a quatro pontos fundamentais desta gestão: o tempo, o espaço, o currículo e as relações interpessoais. A partir do olhar atento aos quatro pontos no campo de pesquisa, e ancorada em Perrenoud (1999), Freire (1996) e Papert (1980), a tese parte para a discussão e formulação das competências necessárias à prática educativa e maker. Por fim, no desafio de desenvolver tais competências, dá-se a discussão sobre como proporcionar uma Formação Docente que possa concebê-las, gerando como consequência um professor Maker. Em meio a estas discussões, a tese apresenta e valida a hipótese de que as experiências educacionais no processo de produção com tecnologia, desenvolvidas em espaços makers, exigem uma nova conduta do trabalho docente e das competências do professor, provocando por sua vez um repensar sobre a formação docente, abrangendo um ensino criativo e significativo do currículo. Como resultado deste estudo, vê-se que os professores têm pouco e precariamente conduzido atividades maker em sua prática, e, quando o fazem, raramente relacionam tal processo ao currículo escolar. Tal conduta acaba por reforçar a cultural distância existente entre a escola e as tecnologias, porém, não há como responsabilizar apenas o professor por tal cenário, já que esta pesquisa também verifica que as formações pouco têm preparado o docente para uma prática com tecnologias. Por fim, pensando nisso, e baseada nas novas competências necessárias à prática educativa e maker, a pesquisa conclui acenando a uma nova Formação Docente que corrobora para reaver a utilização pedagógica de elementos tecnológicos contemporâneos no desenvolvimento de uma práxis transformadora.
Título em inglês
Teacher training and maker education: the challenge of developing competencies
Palavras-chave em inglês
Fab Lab
Maker classroom management
Maker education
Teacher education
Teaching competencies
Resumo em inglês
This study has the purpose of discussing Teacher Training able to promote the development of competencies to work with the Maker education, under the influence of the Maker Movement. Maker Education is any and every action or activity which, in an educative perspective and by using Technologies, leads to a process of prototyping, construction, or restoration of a product, either physical or digital, where such process is connected to a scientific content. It has been generally but not exclusively taking place in environments of digital fabrication, named makerspaces or Fab Labs. Thus, the research starts with a bibliographical search on Teacher Training using Technology and Maker Education. Data are from a field study conducted between 2015 and 2019 in Program Fab Lab Livre in São Paulo and, also, from immersions in educational Makerspaces in the U.S. states of New York and California. The latter was possible due to a doctorate internship in Stanford University, where I was a Visiting Student Researcher in the Graduate School of Education, in the 2017-18 academic year. Through interviews with professors, lab technicians, tinkers, and makers, and observing the work done by those individuals in the places researched, I sought to understand how teachers would be able, while performing their job in maker school environments, to provide a creative and meaningful learning of the curriculum. Thus, in the data analysis, I first propose a discussion about what it means to manage a maker classroom to then, based on Vasconcellos (2003), come to four fundamental points of such management: time, space, curriculum, and interpersonal relationships. Stemming from the watchful eye to the four points, in the fieldwork, and anchored in Perrenoud (1999), Freire (1996), and Papert (1980), the dissertation moves towards the discussion and formulation of the competencies required by the educative maker practice. Finally, as for developing such competencies, I discuss how to provide Teacher Training that conceive them as to engender a Maker teacher. Amidst this debate, the dissertation presents and validates the assumption that the educational experiences in the process of production with technology, as developed in makers spaces, require a new conduct for the teaching work and its competencies, which in turn leads to rethinking teacher education in order to include a creative and meaning approach to the teaching of the curriculum. As a result of this study, one sees that teachers have little and precariously conducted maker activities in their practice, and, when they do it, they seldom connect such process with the school curriculum. Such conduct ends up in enhancing the cultural distance between the school and the Technologies, however the teacher alone cannot take responsibility for such scenario since this research has also verified that teaching education, in general, have scarcely prepared teachers for a practice with technology. In conclusion, bearing this in mind and based on the new competencies required by the educative maker practice, the research gives a hint of a new Teacher Education which corroborates to retrieve the perception of responsibility teachers have in utilizing the contemporary technological elements while developing a transforming praxis.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2020-03-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.