• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.48.2012.tde-01102012-105619
Documento
Autor
Nome completo
Elisa Vieira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Aquino, Julio Roberto Groppa (Presidente)
Baptista, Luis Antonio dos Santos
Ribeiro, Cintya Regina
Título em português
A cidade e o governo dos homens: sobre o lastro educacional da urbanidade contemporânea
Palavras-chave em português
Cidade e educação
Cidade educadora
Governamentalidade educacional
Michel Foucault
Processos de subjetivação
Resumo em português
A presente investigação teve como alvo analítico a aliança discursiva entre cidade e educação na atualidade, a partir de um tipo de problematização fundamentado no pensamento de Michel Foucault. Mais especificamente, foram mobilizadas as teorizações foucaultianas sobre representação, verdade, história e genealogia com o intuito de embasar os procedimentos de endereçamento às fontes eleitas. Para tanto, partiu-se da constatação de uma profusão de iniciativas voltadas ao fomento de medidas de cunho pedagógico/formativo nos mais diversos contextos e equipamentos urbanos contemporâneos, nos quais práticas educacionais são flagradas permeando variadas circunstâncias externas ao âmbito exclusivamente escolar. Destaca-se aí a proposta internacional de cidade educadora, a qual constitui a temática fulcral em análise neste estudo, sendo considerada um horizonte tão apregoado quanto fugidio de articulação entre determinadas formas de organização citadina e modos de existência possíveis aos seus habitantes. Com base na hipótese de que o lastro educacional de iniciativas dessa ordem não seria algo exclusivo do tempo presente, optou-se por perspectivar tal horizonte segundo um plano estratégico composto por outros modelos de cidade considerados ideais em diferentes momentos históricos. Assim, a primeira parte da investigação consiste na forja de um cenário analítico que se debruçou sobre alguns projetos urbanos ficcionais; dentre eles, quatro referências históricas receberam destaque: A República, de Platão; Utopia, de Thomas More; Cidade do Sol, de Tommaso Campanella; e Walden II, de Burrhus Frederic Skinner. Visou-se, então, esquadrinhar cada um desses modelos idealizados, adotando como vetor de leitura os arranjos educacionais a eles atinentes. Uma vez percorrido tal cenário e tendo em vista o que ele permitiu esboçar acerca das relações entre educação, modos de governar e processos de subjetivação, o problema urbano-educativo contemporâneo foi examinado mais detidamente. Em uma espécie de jogo de claro-escuro analítico, tratou-se ora de interpelar as racionalidades que o sustentam, ora de confrontá-lo com os ideais de cidade previamente analisados, de modo que, ao final, fosse possível posicioná-lo no bojo de um panorama complexo no qual se emaranham tanto linhas acirradas de governo das condutas, quanto irrupções heterotópicas imprevistas pelas idealizações que o promovem. Mediante tais ponderações críticas, pode-se admitir que a educação ocupa um lugar paradoxal no encontro entre a cidade e seus homens, sendo convocada, ao mesmo tempo, a afiançar o exercício da liberdade e a sujeitá-lo aos intentos do ordenamento urbano.
Título em inglês
The city and the government of men: on the education foundations of contemporary urbanity
Palavras-chave em inglês
City and education
Educating city
Educational governmentality
Michel Foucault
Subjectification processes
Resumo em inglês
The present study aims at analysing the discursive correlation between contemporary city life and education, starting from one kind of problematization founded on Michel Foucaults thought. More specifically, Foulcautian theories on representation, truth, history and genealogy were mobilized so as to serve as a basis for the investigation procedures addressed to the selected sources. For that aim, the starting point was detecting a plethora of initiatives geared toward prompting pedagogical/formative measures in the most different contexts and contemporary urban devices, in which education practices are found to permeate various circumstances which are external to the school sphere. In this sense, the international proposal of educating city is emphasized, as it comprises the thematic support under analysis in the present research, and is deemed both a proclaimed and fugacious horizon of articulation among certain modes of city organization and ways of existence for its dwellers. Based on the hypothesis that the educational foundation of initiatives of such an order would not be something related exclusively to the present times, the choice was made for putting it in a strategic plan consisting of other city models considered ideal in different points in history. Thus, the first part of the investigation consists of framing an analytical scenario targeted to some fictional urban projects; among them four historical references were given emphasis: Republic, by Plato; Utopia, by Thomas More; The City of the Sun, by Tommaso Campanella; and Walden II, by Burrhus Frederic Skinner. Following this, an inquiry was made into each of these urban idealized models, by adopting as reading vector the education arrangements related to them. Once such a scenario was explored, and bearing in mind what it offered to build a sketch of the relations among education, modes of government and subjectification processes, the contemporary urban/educational issue was more thoroughly examined. Through a sort of analytical chiaroscuro game, the aim was now to question the rationalities which support it, now to confront it with the city ideals previously discussed, in order to finally be able to place it in the core of a complex panorama, which reveals an entanglement between rigid lines of government of lifestyles and heterotopical irruptions unforeseen by the idealizations which proclaim such a contemporary scenario. By reflecting on such issues, it is possible to state that education performs a paradoxical position in the encounter between the city and its dwellers, being at the same time invited to sanction the exercise of freedom and to subject it to the intents of the urban order.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ELISA_VIEIRA.pdf (543.00 Kbytes)
Data de Publicação
2012-10-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.