• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2013.tde-30042013-105949
Documento
Autor
Nome completo
Marcelo Muniz
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Nogueira, Maria Ines (Presidente)
Haddad Junior, Hamilton
Manzolli, Jonatas
Título em português
Implicações dos mecanismos de recompensa e cognição implícita na formação de expectativas e manutenção do caráter funcional da música tonal
Palavras-chave em português
Cognição implícita
Cognição musical
Mecanismos de recompensa
Música
Música tonal
Resumo em português
Estudos com a utilização de técnicas de imageamento realizados na última década revelaram modulação da atividade de estruturas mesolímbicas envolvidas em processamento de recompensa, durante a audição passiva de música tonal. O achado trouxe à tona antigas especulações envolvendo, principalmente, formação de expectativas e respostas emocionais à música, permitindo a revisita a importantes trabalhos publicados no campo da musicologia e psicologia da música sob a luz do conhecimento hodierno. O presente trabalho tem por objetivo investigar de forma mais ampla o papel dos mecanismo de recompensa em relação à música, bem como identificar processos cognitivos envolvidos na apreensão de elementos da música tonal e na formação de expectativas e, assim, identificar possíveis influências de tais mecanismos em aspectos específicos da escuta da música tonal, assim como na manutenção da utilização de música tonal em seu caráter funcional e de entretenimento. O vetor principal do trabalho foi estabelecido na interpretação de questões relativas ao campo da musicologia sob a ótica da neurociência. Foram estabelecidas três frentes de pesquisa documental sendo: (1) Musicologia, (2) Estudos de imageamento e neurofisiologia; (3) cognição musical e cognição implícita. O levantamento bibliográfico foi feito via Banco de dados bibliográficos e Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da Universidade de São Paulo além da utilização das bases de dados: PsycInfo, PubMed, SCOPUS, SciELO entre outras. A descoberta da participação do sistema de recompensa na escuta musical trouxe sustentação experimental à conceituações, antes somente teóricas, no campo da musicologia. A música tonal é construída sob a égide de relações bem definidas que atuam sobre unidades sonoras discretas (notas musicais) assemelhando-se à linguagem verbal, sem, no entanto, incorporar significado designativo, o que a torna objeto peculiar de estudo no campo da cognição. O material bibliográfico analisado permitiu demonstrar que a base sintática do idioma tonal pode ser adquirida sem mobilização voluntária de mecanismos atencionais, pela oferta estatística do material musical, permitindo que sujeitos, mesmo sem qualquer formação musical, sejam capazes de inferir regras e formar expectativas dentro do contexto tonal de forma a alimentar um ciclo que envolve apreensão, formação de expectativa e resposta hedônica, pela ação protagonista dos mecanismos de recompensa, mediados por dopamina (motivação e aprendizado) e -opióide (resposta hedônica). Tais características, concomitantes à presença ubíqua da música na sociedade atual favorecem a realimentação contínua do ciclo, sobretudo na utilização do sistema em caráter funcional e de entretenimento
Palavras-chave em inglês
Not informed by the author
Resumo em inglês
Not informed by the author
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
muniz_corrigida.pdf (2.51 Mbytes)
Data de Publicação
2013-06-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.