• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Patricia Sayuri Takazono
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Teixeira, Luis Augusto (Presidente)
Dascal, Juliana Bayeux
Pompeu, José Eduardo
Voos, Mariana Callil
Título em português
Efeito de interferência contextual na aquisição de estabilidade de movimentos compensatórios a perturbações imprevisíveis do equilíbrio corporal
Palavras-chave em português
Equilíbrio corporal
Jovens
Postura
Quedas
Resumo em português
O treinamento de respostas posturais reativas por perturbações posturais é um paradigma inovador para prevenir quedas. Entretanto, há carência de informação sobre como organizar a prática para obter os maiores benefícios. O objetivo deste experimento foi comparar os efeitos de sequências de perturbações posturais com baixa (BIC) versus alta (AIC) interferência contextual na aquisição de estabilidade de movimentos compensatórios de braços e pernas em indivíduos jovens saudáveis. Trinta e oito participantes foram distribuídos de forma pseudoaleatória em 3 grupos: AIC, BIC, e controle (CON). A tarefa consistiu em recuperar o equilíbrio corporal após perturbações imprevisíveis da base de apoio no sentido mediolateral, para ambos os lados em diferentes velocidades (20, 30 e 40 cm/s [o/s]). Os grupos experimentais realizaram sessão única com 24 tentativas de prática para cada uma das seguintes modalidades de perturbação postural: rotação, translação e combinação translação-rotação. O grupo CON permitiu a avaliação das primeiras respostas às perturbações posturais e foi usado como linha de base das respostas posturais sem treinamento para comparação com os grupos experimentais. Os participantes foram avaliados em pós-teste, retenção e transferência para os seguintes contextos: (1) tarefa dual de contagem regressiva durante perturbações, e (2) velocidade mais alta do que aquelas treinadas (50 cm/s [o/s]). Os movimentos compensatórios de braços e pernas foram avaliados utilizando a escala CALM e cinemática. Os resultados mostraram o seguinte: (a) o treinamento levou a escores de estabilidade mais altos; (b) os ganhos por treinamento perturbatório foram evidentes em perturbações mais desafiadoras à manutenção da postura ereta; (c) perturbações repetitivas induziram efeitos imediatos, porém não persistentes e generalizáveis; e (d) perturbações aleatorizadas induziram ganhos persistentes e generalizáveis de estabilidade de movimentos compensatórios. Como conclusão, o treinamento perturbatório do equilíbrio corporal com alta em comparação com baixa interferência contextual se mostrou mais efetivo em promover ganhos mais persistentes e transferíveis de estabilidade de movimentos compensatórios
Título em inglês
Effect of contextual interference on the acquisition of stability of compensatory movements to unpredictable perturbations of body balance
Palavras-chave em inglês
Body equilibrium
Falls
Posture
Young
Resumo em inglês
Perturbation-based training of reactive postural responses is an innovative paradigm for preventing falls. However, there is scarce information on how to organize the practice to obtain the greatest benefits. The objective of this experiment was to compare different schedules of postural perturbations, with low (BIC) versus high (AIC) contextual interference, on the acquisition of stability of arm and leg compensatory movements in healthy young individuals. Thirty-eight participants were distributed pseudorandomly in three groups: AIC, BIC, and control (CON). The task consisted in recovering body balance after unpredictable perturbations through support base displacements in mediolateral direction, for both sides in different speeds (20, 30 e 40 cm/s [o/s]). The experimental groups performed a single session with 24 practice trials for each of the following modalities of postural perturbation: rotation, translation and combination translation-rotation. The CON group allowed the evaluation of the first responses to postural perturbations was used as a baseline of postural responses without training for comparison with the experimental groups. Participants were evaluated in post-test, retention and transfer to the following contexts: (1) dual task, of counting down during perturbations; and (2) speed higher than those trained (50 cm/s [o/s]). The compensatory arm and leg movements were evaluated using the CALM scale and kinematics. Results showed the following: (a) training led to higher stability scores; (b) gains from perturbation training were evident in the most challenging perturbations to stance; (c) repetitive perturbations induced immediate but not persistent and generalizable effects; and (d) random perturbations induced persistent and generalizable gains in stability of compensatory movements. In conclusion, perturbation-based balance training with high as compared to low contextual interference was shown to be more effective in promoting more persistent and transferable compensatory movement stability gains
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-05-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.