• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.2006.tde-17082006-144725
Documento
Autor
Nome completo
Regis Cavini Ferreira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Nasello, Antonia Gladys (Presidente)
Correa, Pedro Henrique Silveira
Felicio, Luciano Freitas
Savoia, Mariangela Gentil
Ventura, Dora Selma Fix
Título em português
Respostas autonômicas e neuroendócrinas à recuperação de memórias traumáticas
Palavras-chave em português
memória
neuroendocrinologia
psicoterapia
stress
trauma emocional
Resumo em português
Diversos procedimentos são capazes de induzir a recuperação de memórias traumáticas (RecMem). Técnicas de psicoterapia têm sido usadas para reduzir a resposta emocional às memórias traumáticas, através de processos de re-estruturação e re-significação das vivências, baseados na resiliência dos sujeitos. Durante a RecMem podem ocorrer sinais clínicos de ativação autonômica que não são reações devidas a estressores externos. Pelo contrário, constituem o resultado de estímulos de natureza psíquica gerados internamente. Assim, é possível se especular se eles podem funcionar como estressores puramente psicológicos e, como tais, induzir respostas autonômicas e neuroendócrinas. O objetivo deste trabalho é o de se determinar se estas respostas ocorrem, assim como o de identificar suas características qualitativas e quantitativas. Seis voluntários de ambos os sexos, previamente selecionados e avaliados por testes psicológicos (SICD, Hamilton e BDI) e de cronotipagem, foram submetidos a duas condições: 1. condição controle (CC), e 2. condição de recuperação (CR). Em ambas as condições, os sujeitos foram colocados em ambiente controlado, com coleta de material destinado a dosagens de ACTH, adrenalina, cortisol, prolactina, TSH e GH (hormônios envolvidos com as respostas ao estresse), a cada 15 minutos, por 2 horas, com a primeira coleta 30 minutos antes do início dos procedimentos. Em ambas as condições, os sujeitos repousaram durante estes 30 minutos. Na CC os sujeitos permaneceram em repouso e na CR foram submetidos aos processos de RecMem, com seguimento psicoterapêutico subseqüente. Os dados obtidos foram avaliados quanto ao perfil das curvas tempo e resposta para cada hormônio e submetidos a testes estatísticos de comparação da secreção hormonal em ambas as condições. Concluímos que existiram respostas autonômicas e neuroendócrinas compatíveis com estresse psicológico que não são constantes em todos os sujeitos, onde se ressalta a variabilidade das respostas individuais obtidas.
Título em inglês
Autonomic and neuroendocrine responses to traumatic memory retrieval
Palavras-chave em inglês
emotional trauma
memory
neuroendocrinology
psychotherapy
stress
Resumo em inglês
Several procedures are capable to induce retrieval of traumatic memories (RecMem). Psychotherapy techniques have been used to reduce the traumatic memories emotional response through rebuilding and re-meaning of the traumatic memories based on the subject´s resilience. Clinical signs of autonomic activation may be seen during RecMem, not representing reactions to external stressors. On the contrary, they are the result of psychic inputs internally generated. Therefore, it is possible to speculate that they can act as pure psychological stressors and, as such, able to induce autonomic and neuroendocrine responses. The aim of the present report is to determine whether these responses actually happen, as well as to determine their qualitative and quantitative characteristics. Six volunteers of both sexes, previously selected, and submitted to psychological testing (SCID, Hamilton and BDI) as well as chronotype determination, were submitted to two conditions: 1. Control condition (CC) and 2. Retrieval condition (CR). The subjects were placed in a controlled environment in both conditions, with ACTH, cortisol, adrenalin, prolactin, TSH and GH (stress related hormones) blood testing at every 15 minutes, for 2 hours; the first sample was obtained 30 minutes before the beginning of the procedures. In both conditions the subjects rested during these 30 minutes. In the CC the subjects remained resting, and in the CR were submitted to RecMem procedures followed by psychotherapeutic support. The resulting data were analyzed in their time-response curve profiles as well as were submitted to hormonal secretion statistical evaluation in both conditions. We conclude for autonomic and neuroendocrine responses compatible with psychological stress, that are not the same in all subjects, high lightening the variability of individual obtained responses.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Tese.pdf (1.62 Mbytes)
Data de Publicação
2008-01-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.