• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Jorge William Martins
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Lucas, Guilherme de Araujo (Presidente)
Comoli, Eliane
Francescato, Heloisa Della Coletta
Speziali, Maria Ida Bonini Ravanelli
Título em português
Avaliação da intensidade do exercício físico sobre o seu efeito antinociceptivo em modelo experimental de neuropatia periférica utilizando a máxima fase estável do lactato como marcador da capacidade aeróbica
Palavras-chave em português
Dor crônica
Exercício físico
Máxima fase estável do lactato (MFEL)
Resumo em português
A dor crônica atinge grande parte da população mundial 7% a 8%(FREITAS, 2015b) Estes números mostram a prevalência e necessidade de estudar os mecanismos da dor neuropática a fim de contribuir para a melhora deste quadro no Brasil e no mundo. Lesões de nervo periférico causam, frequentemente, alterações sensoriais crônicas, particularmente, aquelas associadas ao sistema nociceptivo (GAO; JI, 2010). A dor crônica de origem neuropática é uma síndrome incurável que ocorre pela lesão do sistema nervoso central ou periférico e caracteriza-se por alodínea, hiperalgesia, ativação espontânea de nociceptores e expansão da área hipersensibilizada,o tratamento farmacológico para restaurar a função sensorial após a lesão de nervo periférico tem pouco ou nenhum sucesso, tornando fundamental o desenvolvimento de novas estratégias terapêuticas e a identificação de seus mecanismos de ação ((J et al., 2012) NIZARD et al., 2012; (KK., 2008; JIANG, 2010) (J et al., 2012; JAIN, 2008; JIANG, 2010) sabendo que dos benefícios do exercício físico o objetivo deste estudo foi estudar os mecanismos desencadeados pelo exercício (5 sessões de treino, natação, de 20 minutos com intervalo de 48 horas nas intensidades 30, 50 e 75% da MFEL) mudanças fenotípicas, proteicas, do grupo de animais com lesão no nervo e relaciona-las com a melhor resposta nociceptiva. A atividade física será quantificada e monitorada através da MFEL e relacionada com alterações crônicas da sensibilidade somática, a fim de planejar uma estratégia de treinamento que tenha os melhores benefícios provocados pelo exercício. Resultados: a quantificação de treino através da MFEL estipulou a carga de 3.25%, 3.15% e 2.74% do peso corporal respectivamente para os grupos controle, lesão fictícia e lesão. Conclusão: Foi determinada a máxima fase estável do lactato para o modelo de dor neuropática, possibilitando assim a construção do protocolo de exercício físico. A menor carga de exercício,50% da MFEL, promoveu analgesia nos animais que praticaram natação. Não Existem diferenças nas intensidades 50 e 75% da MFEL, em relação a nocicepção ,avaliado pelo teste de sensibilidade mecânica
Título em inglês
Not informed by the author
Palavras-chave em inglês
Not informed by the author
Resumo em inglês
Chronic pain affects a large part of the world population 7% to 8% (FREITAS, 2015), These figures show the prevalence and necessity of studying the mechanisms of neuropathic pain in order to contribute to the improvement of this situation in Brazil and in the world. Peripheral nerve lesions often cause chronic sensory changes, particularly those associated with the nociceptive system (GAO; JI, 2010). Chronic pain of neuropathic origin is an incurable syndrome that occurs due to injury of the central or peripheral nervous system and is characterized by alodyne, hyperalgesia, spontaneous activation of nociceptors and expansion of the hypersensitized area, pharmacological treatment to restore sensory function after injury of the peripheral nerve has little or no success, making fundamental the development of new therapeutic strategies and the identification of its mechanisms of action (NIZARD et al., 2012; JAIN, 2008; G et al., 2010). The objective of this study was to study the mechanisms triggered by the exercise (5 training sessions, swimming, of 20 minutes with 48 hour intervals in the intensities 30, 50 and 75% of MFEL) phenotypic and protein changes of the group of animals with lesion on the nerve and relates them to the best nociceptive response. Physical activity will be quantified and monitored through MFEL and related to chronic changes in somatic sensitivity in order to plan a training strategy that has the best benefits of exercising. Results: The training quantification through MFEL stipulated the load of 3.25%, 3.15% and 2.74% of body weight respectively for the control, fictitious lesion and injury groups. Conclusion: The maximum stable phase of lactate was determined for the neuropathic pain model, thus enabling the construction of the physical exercise protocol. The lower exercise load, 50% of MFEL, promoted analgesia in the animals that practiced swimming. No There are differences in the intensities 50 and 75% of MFEL, in relation to nociception, evaluated by the mechanical sensitivity test
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
martins_me.pdf (1.75 Mbytes)
Data de Publicação
2019-07-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.