• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.2012.tde-05122012-151814
Documento
Autor
Nome completo
Rosaní Aparecida Antunes Teixeira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Ventura, Dora Selma Fix (Presidente)
Callegaro, Dagoberto
Costa, Marcelo Fernandes da
Fernandez, Jesus Landeira
Gualtieri, Mirella
Título em português
Relação entre funções cognitivas e perdas adquiridas na visão de cores de pacientes com esclerose múltipla tipo remitente recorrente
Palavras-chave em português
Cambridge Colour Test (CCT)
Cambridge Neuropsychological Testing Automated Battery (CANTAB)
Esclerose Múltipla
Funções Cognitivas
Neuropsicologia
Visão de Cores
Resumo em português
A Esclerose Múltipla (EM) é uma doença inflamatória autoimune caracterizada por desmielinização e degeneração do sistema nervoso central (SNC) duas a três vezes mais frequente em mulheres. A etiologia da EM é dividida em dois subtipos principais: o tipo remitente-recorrente (EMRR) mais comum, caracterizado por dois ou mais episódios de agravamento dos sintomas que envolvem diferentes locais do SNC, separados por pelo menos 1 mês e remisão dos sintomas e o tipo progressivo é a forma menos comum, caracterizada por um contínuo agravamento dos sintomas desde o início geralmente sem recaídas claras ou remissões. A presente pesquisa teve por objetivo avaliar o comprometimento da visão de cores e de sua relação com perdas de atenção, memória visual imediata, memória visual tardia, memória operacional e funções executivas dos portadores de esclerose múltipla tipo remitente recorrente. Método: participaram 41 pacientes com esclerose múltipla de idades entre 20 e 58 anos (35,4±12,2) e 37 controles com idade (34,7±12,1) e escolaridade semelhante. A discriminação de cores foi avaliada com o Cambridge Colour Test (CCT) e a avaliação de funções neuropsicológicas foram utilizados subtestes da bateria Cambridge Neuropsychological Testing Automated Battery (CANTAB) - Pattern Recognition Memory, Spatial Span, Spatial Recognition Memory, Information Sampling Task, Stop Signal Task e Rapid Information Processing; Escalas de Depressão e Ansiedade de Beck e Escala de Determinação Funcional da Qualidade de vida (DEFU). Resultados: A visão de cores está prejudicada de forma difusa em 24% dos pacientes com esclerose múltipla, tanto em pacientes com histórico de neurite óptica quando em pacientes que não tiveram neurite óptica. Na parte cognitiva, os pacientes demonstraram lentidão em executar as tarefas, comprometimento na atenção, na memória visual de curto e longo prazo, na memória operacional, na memória visuoespacial, além de lentidão no processamento de informações. Há uma relação entre alterações na visão de cores e alterações de memória visual somente em testes em que os estímulos são complexos e com inúmeros detalhes
Título em inglês
Relationship between cognitive functions and acquired color vision loss in patients with relapsing-remitting type of multiple sclerosis
Palavras-chave em inglês
Cambridge Colour Test (CCT)
Cambridge Neuropsychological Testing Automated Battery (CANTAB)
Cognitive Functions
Color Vision
Multiple Sclerosis
Neuropsychology
Resumo em inglês
Multiple sclerosis (MS) is an autoimmune inflammatory disease characterized by demyelination and central nervous system (CNS) degeneration. It is two times more frequent in women. It can be presented in two subtypes: the relapsing-remitting (RR), most common type, characterized by two or more episodes of focal disorders in different sites of the CNS, and remission of the symptoms; and the progressive subtype, less common, characterized by a continuous worsening of the symptoms, since the beginning, usually with no remissions. The present research evaluated color vision impairment and its relationship to attention loss, short-term memory, long-term memory, working memory and executive function in patients with the relapsing-remitting MS type. Methods: 41 patients with multiple sclerosis (20 to 58 years, 35.4 ± 12.2 in average) and 37 controls matched to age (34.7 ± 12.1 in average) and years of education participated of the study. Color vision was tested using the Cambridge Colour Test (CCT) and the neuropsychological assessment was performed using tests of the Cambridge Neuropsychological Testing Automated Battery (CANTAB) - Pattern Recognition Memory, Spatial Span, Spatial Recognition Memory, Information Sampling Task, Stop Signal Task, Rapid Information Processing the Beck Depression and Anxiety Inventories and the Functional Assessment of Multiple Sclerosis quality of life instrument. Results: Color vision was diffusely impaired in 24% of the MS patients, with or with no history of optic neuritis. Patients also showed a delay during the tasks execution, impairment in attention, short and long-term visual memory and working memory, and slowness in the information processing. There was a relationship between color vision loss and visual memory impairment, but only in tests with complex and highly detailed stimuli
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
teixeira_do.pdf (2.03 Mbytes)
Data de Publicação
2012-12-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.