• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2013.tde-28082013-112429
Documento
Autor
Nome completo
Pedro Eduardo Silva Ambra
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Silva Junior, Nelson da (Presidente)
Ayouch, Thamy Claude
Dunker, Christian Ingo Lenz
Título em português
A noção de homem em Lacan: uma leitura das fórmulas da sexuação a partir da história da masculinidade no Ocidente
Palavras-chave em português
Gênero
História
Psicanálise
Sexualidade
Virilidade
Resumo em português
O presente trabalho teve como objetivo localizar junto à história da masculinidade no Ocidente elementos que contribuam para uma leitura específica das fórmulas da sexuação de Jacques Lacan. Utilizando a noção de homem como método, foram analisados seminários empreendidos entre 1967 e 1973, recorte que comporta tanto um momento de valorização da dimensão da história pelo psicanalista francês como o próprio desenvolvimento das fórmulas da sexuação. Constatou-se haver um possível limite da apropriação lacaniana do mito freudiano de Totem e Tabu, referente à especificidade formal exigida pela lógica interna das fórmulas. Buscou-se demonstrar de que forma uma construção histórica de representações da masculinidade e virilidade responderia melhor às exigências formais requeridas para a sustentação lógica da sexuação, tal como apresentada nas fórmulas.
Título em inglês
The notion of man in Lacan: a reading of the Sexuation Formulas through the gendered history of masculinity in the West
Palavras-chave em inglês
Gender sexuality
History
Psychoanalysis
Virility
Resumo em inglês
This research underlines some elements from the history of masculinity in the West that would contribute to a particular reading of the Jacques Lacans sexuation formulas. Using the notion of man as a method, seminars undertaken between 1967 and 1973 were analyzed, in a period that includes both a valuation of the dimension of history by the French psychoanalyst as the actual development of the formulas. It is found to be a possible limit in Lacans appropriation of the Freudian myth of Totem and Taboo, bound to the formal specificity required by the internal logic of the formulas. The studys attempt is to demonstrate how a historical construction of masculinity and virility representations respond accurately to the demands required to support the formal logic of sexuation, as presented at the formulas.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
FINAL.pdf (924.37 Kbytes)
Data de Publicação
2013-10-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.