• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.47.2008.tde-26052009-103635
Documento
Autor
Nombre completo
Renata Bellenzani
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2008
Director
Tribunal
Paiva, Vera Silvia Facciolla (Presidente)
Ayres, Jose Ricardo de Carvalho Mesquita
Santos, Alessandro de Oliveira dos
Título en portugués
Sexualidade entre jovens das comunidades anfitriãs de turismo: desafios para a prevenção das DST/HIV e o Programa Saúde da Família
Palabras clave en portugués
Aids
Doenças venereas
Jovens
Saúde
Saúde da família
Serviços de saúde pública
Sexualidade
Turismo
Resumen en portugués
A atividade turística em determinadas regiões brasileiras intensifica fluxos populacionais sazonais e gera impactos socioambientais, dentre eles agravos em saúde sexual e reprodutiva dos moradores das comunidades anfitriãs, o que exige respostas programáticas dos sistemas locais de saúde. Uma das estratégias de prevenção e promoção da saúde sexual que tem sido valorizada no debate sobre o tema constitui na maior incorporação de ações de prevenção ao Programa Saúde da Família (PSF), de acordo com suas diretrizes que prevêem a integração entre ações de prevenção, tratamento e reabilitação, de acordo com a realidade epidemiológica e sociocultural. Os objetivos do estudo foram: (1) descrever a vulnerabilidade social e programática às DST/HIV, gravidez não planejada e ao mercado sexual, entre jovens residentes em comunidades anfitriãs de turismo do litoral sul fluminense; (2) compreender de que modo os profissionais da rede básica/Programa Saúde da Família, da mesma localidade, reconhecem os impactos do contexto do turismo sobre a saúde do segmento jovem caiçara e quais as ações de prevenção que desenvolvem. O estudo de desenho qualitativo utilizou a observação etnográfica e entrevistas semi-estruturadas em profundidade realizadas com dois grupos de informantes: 12 jovens e 11 profissionais de saúde (dez da rede básica/PSF e um gestor da Coordenação Estadual de DST/Aids-RJ). RESULTADOS: O gênero, a cor/etnia, a geração, a nacionalidade e o status social mostraram-se fundamentais para a compreensão do cenário sexual e sociocultural, bem como das interações afetivo-sexuais entre jovens moradores locais e turistas. O cenário sexual amplia a vulnerabilidade dos (as) jovens às DST/HIV, à gravidez não-planejada e ao mercado sexual. A disponibilidade para as interações afetivo-sexuais entre jovens das comunidades e visitantes é marcada pelos estereótipos como turista, gringo (a), caiçara e nativo (a) e pelo intercâmbio de bens materiais e simbólicos que distinguem pessoas de fora e pessoas daqui. Os profissionais do PSF, por sua vez, reconhecem a vulnerabilidade específica da juventude; atribuem-na à pobreza, à escolaridade, à vida familiar, à promiscuidade e às características tradicionalmente atribuídas à fase da adolescência. A gravidez na adolescência e a multiplicidade de parceiros, significadas como promiscuidade são as problemáticas mais reconhecidas. Valorizam a prevenção e realizam ações educativas de base comunitária. Como obstáculos à qualidade da prevenção entre os jovens, o estudo identificou: 1) a compreensão pouco aprofundada do cenário sexual, das relações de gênero e das diferenças de status social enquanto aspectos relevantes ao planejamento das ações de promoção da saúde sexual e reprodutiva entre jovens caiçaras; 2) as abordagens utilizam prioritariamente o recurso das palestras que enfatizam aspectos biomédicos e a orientação como base em valores pessoais; 3) há dificuldades operacionais para disponibilizar insumos e planejar ações de prevenção no âmbito da rede básica/PSF; 4) a interlocução é incipiente entre Atenção Básica/PSF (municipal) e Programa Estadual de DST/Aids-RJ. CONCLUSÃO: A intensificação da economia associada ao turismo nas comunidades anfitriãs amplia a vulnerabilidade social ao sexo desprotegido e ao mercado sexual, atribuindo um caráter singular à desigualdade de gênero, cor/etnia e status social. Essas dimensões, invisíveis aos olhos dos profissionais do PSF, juntamente com o modelo de prevenção tradicional (palestras e orientações) ampliam a vulnerabilidade programática dos jovens às DST/Aids, gravidez não planejada e mercado sexual. Haja vista o repertório de atitudes e práticas dos profissionais ter se mostrado insuficiente para o manejo das tecnologias psicossociais que integram a dimensão sociocultural da sexualidade, recomenda-se fortemente o investimento na formação adequada dos profissionais do PSF para sofisticar suas ações de prevenção.
Título en inglés
Sexuality among the youth of the host communities for tourism: challenges to the STI(s)/HIV prevention and the Family Health Program
Palabras clave en inglés
Acquired immunodeficiency syndrome
Family Health
Health
Public health services
Sexuality
Tourism
Veneral diseases
Youth
Resumen en inglés
The touristic activity in certain Brazilian regions intensifies seasonal population flows and it generates socioenvironmental impacts, among which problems to the sexual and reproductive health of the host communities inhabitants. This demands scheduled responses by the local health systems. One of the strategies of prevention and promotion of sexual health is the accretion of more prevention actions into the Programa Saúde da Família PSF [Family Health Program]. This strategy has grown in the discussions on this theme. According to its guidelines, which foresee the integration between prevention actions, treatment and rehabilitation, and also according to the epidemiologic and sociocultural reality. The objectives of the study were: (1) describe the social and programmatic vulnerability to the STDs and AIDS, unplanned pregnancies and to the sexual market, among young residents of the host communities for tourism on the southern coast of the Rio de Janeiro state in Brazil; (2) understand how the professionals of the primary health care/PSF of those same places, recognize the impacts of the tourism context on the health of the Caiçara youth segment and what are the prevention actions that they develop. The qualitative design study used the ethnographic observation and semi structured in-depth interviews applied to two groups of informants: 12 of the youth of the host community and 11 health professionals ten from the primary health care/PSF and one member of the State Coordination of STDs and AIDS of the State of Rio de Janeiro. RESULTS: Gender, ethnic, the generation, the nationality and the social states were proven to be fundamental to understand the sexual and sociocultural scenery, as well as the sexual-affective interactions among tourists and young local residents. These social markers enhance the vulnerability of the youth to STDs and AIDS, unplanned pregnancies and to the sexual market. The availability to the sexualaffective interactions among youth of the host communities and the tourists is marked by the stereotypes like tourist, gringo(a) [commonly used slang in Brazil for foreigners], caiçara and native and by the interchange of material and symbolic goods which separate people from abroad and people from here. On the other hand, the PSF professionals recognize the specific vulnerability of youth and link it to poverty, to schooling, to the family life, to promiscuity and to the characteristics usually linked to the adolescent phase. Adolescent pregnancy and the presence of multiple sexual partners, known as promiscuity are the better known problems. They value prevention and promote educational actions for the community. This study has identified some obstacles to the quality of the prevention among the youth of the host community as follows: (1) the little comprehension of the sexual scenery and of the gender and social class relations as relevant aspects to the planning of the sexual and 11 reproductive health promotion actions among the Caiçara youth; (2) the approaches use mainly the resource of lectures which emphasize biomedical aspects and orientation as a base for personal values; (3) there are operational difficulties to supply medicine needs and to plan prevention actions on the scope of the primary health care/PSF; treatment and rehabilitation actions are preferred; (4) the communication between the primary health care/PSF (municipal administration) and the State Program for STDs and AIDS of the State of Rio de Janeiro. CONCLUSION: The enhancement of the economy associated with the tourism on the host communities expands the social vulnerability to unprotected sex and to the sexual market, giving an unique character to the gender, ethnicity and social class differences. These dimensions, invisible to the eyes of the PSF professionals, along with the traditional prevention model of lectures and orientation, enlarge the programmatic vulnerability of the youth to the STDs and AIDS, to unplanned pregnancies and to the sexual market. Even though the assortment of attitudes and actions of the professionals has proven to be insufficient to manage psychosocial technologies which are part of the sociocultural dimension of sexuality, it is strongly recommended to invest on the proper education of the PSF professionals to expand their prevention actions.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
BELLENZANI.pdf (1.52 Mbytes)
Fecha de Publicación
2009-09-11
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.