• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.47.2020.tde-21012021-004617
Documento
Autor
Nome completo
Gabriel Castro de Siqueira Júnior
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2020
Orientador
Banca examinadora
Santos, Alessandro de Oliveira dos (Presidente)
Melo, Carlos Vinicius Gomes
Peçanha, Viviane de Castro
Título em português
Noções de bem viver latino-americanas na perspectiva da psicologia: uma revisão de escopo
Palavras-chave em português
Bem viver
Psicologia social
Qualidade de vida
Revisão de escopo
Resumo em português
Há décadas, alternativas às noções eurocêntricas de bem-estar têm sido discutidas por muitos povos na América Latina, resultando, entre outros fatores, em um conjunto de ideias agrupadas como noções de bem viver. Em linhas gerais, as noções de bem viver latinoamericanas formam um conjunto heterogêneo de ideias, em construção, que apresentam em comum propostas de bem-estar coletivo, baseadas em cosmovisões de povos indígenas deste continente, envolvendo relações comunitárias com um território. O objetivo desta pesquisa é apresentar um panorama da produção científica sobre o conhecimento relacionado às noções de bem viver latino-americanas no campo psi (Psicologia, Psicanálise, Psicologia Social). O eixo condutor é a investigação de tais noções e das possíveis contribuições deste conhecimento para o campo da Psicologia Social. Para tanto, foi realizada uma revisão de escopo, um tipo de síntese de conhecimento que segue uma abordagem sistemática para mapear evidências sobre um tópico e identificar as principais ideias, teorias e lacunas no conhecimento de determinado campo. Para seleção das obras, as bases consultadas foram: Dedalus, Google Acadêmico, Lilacs, Portal de Periódicos da CAPES, Proquest, PsycInfo, Redalyc, Scielo, Scopus, Web of Science, Youtube. De um total de 960 obras, foram selecionadas 79. Concluímos que, enquanto alternativas às noções eurocêntricas de bem-estar, as noções de bem viver apresentam: propostas de diálogo intercultural igualitário, centrados no bem-estar coletivo, em formas de produção e distribuição igualitária de recursos; em relações de equilíbrio com um território e possibilidades de transcendência do plano material. As noções de bem viver latino-americanas são propostas de sociabilidade centradas nas relações entre os seres vivos e destes com o seu espaço de vida. Portanto, discussões sobre qualidade de vida na América Latina necessitam envolver dois aspectos centrais: o conjunto de opressões e desigualdades sociais, incluindo racismo, sexismo e injustiças históricas; e a compreensão do que é uma vida desejável de acordo com os saberes, peculiaridades e modos de viver de cada povo
Título em inglês
A psychological perspective on Latin American notions of good living: a scoping review
Palavras-chave em inglês
Good living
Quality of life
Scoping review
Social Psychology
Resumo em inglês
For decades, several peoples in Latin America have been discussing alternative approaches to Eurocentric notions of well-being. In this scenario, a heterogeneous set of ideas was identified as notions of good living. In essence, Latin American notions of good living are considered a set of ideas under construction, that present in common proposals for collective well-being, based on cosmovisions of indigenous peoples of this continent, involving community relations with a territory. This research aims to present an overview of scientific production concerning Latin American notions of good living in the field of psychology (psychology, psychoanalysis, social psychology). The guiding principle is to assess the relevance of this knowledge to the field of Social Psychology. To this end, a scoping review was carried out: a type of knowledge synthesis that follows a systematic approach to map evidence on a topic and identify the main ideas, theories, and gaps in the knowledge of a given field. The sources of information consulted were: Dedalus, Google Scholar, Lilacs, CAPES Journal Portal, Proquest, PsycInfo, Redalyc, Scielo, Scopus, Web of Science, Youtube. Out of a total of 960 works, 79 met the selection criteria. We conclude that, as alternatives to the Eurocentric notions of well-being, the notions of good living present proposals centered on collective well-being, on forms of production and equal distribution of resources, on balanced relations with a territory and possibilities of transcending the material dimension. Latin American notions of good living are claims for new forms of sociability centered on the relationships between living beings and between them and their living space. Therefore, discussions of quality of life in Latin America must involve two fundamental aspects: the set of social oppressions and inequalities, including racism, sexism and historical injustices; and the understanding of what is a desirable life according to the cosmovision, peculiarities and ways of living of each people
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
siqueira_corrigida.pdf (682.49 Kbytes)
Data de Publicação
2021-01-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.