• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Rodrigo Ribeiro Frias
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Santos, Alessandro de Oliveira dos (Presidente)
Berni, Luiz Eduardo Valiengo
Machado, Fatima Regina
Salami, Sikiru
Xavier, Juarez Tadeu de Paula
Zangari, Wellington
Título em português
Metamorfoses identitárias de lideranças religiosas não iorubás inspiradas no convívio com lideranças religiosas iorubás 
Palavras-chave em português
Egbé Oduduwa
Etnia iorubá
Identidade religiosa
Psicologia Africana
Religião Tradicional Iorubá
Resumo em português
Considerando a existência de poucos estudos sobre os iorubás e o fato de constituirmos uma sociedade de marcante presença africana, esta investigação debate, entre outros temas, pertença grupal, relações étnico-raciais e liberdade de crença no Brasil. Tendo por objeto de estudo a metamorfose identitária de sacerdotisas e sacerdotes não-africanos do coletivo Egbé Oduduwa, inspirada no convívio com lideranças religiosas iorubás, nascidas e residentes em Abeokutá (Ogun State, Nigeria), a pesquisa foi realizada em espaços de prática da Religião Tradicional Iorubá em Mongaguá (São Paulo, Brasil), Pium (Tocantins, Brasil), Abeokutá, Liubliana (Liubliana, Eslovênia) e La Coruña (Galícia, Espanha). O percurso teórico desta investigação permitiu traçar um panorama de estudos sobre as religiões de matrizes africanas no Brasil e reunir dados sobre: raça-etnia como bases ideológicas do colonialismo e do pós-colonialismo; caminhos de enfrentamento do racismo e marcos do pensamento psicológico brasileiro. As definições de Psicologia da Religião adotadas, próprias das Ciências Psi no continente africano, particularmente na Nigéria e África do Sul, privilegiaram a ótica negro-africana. O percurso das investigações em campo permitiu aprofundar conhecimentos sobre a concepção iorubá de universo, tempo e pessoa e a Religião Tradicional Iorubá como princípios socializadores. O procedimento de coleta de dados incluiu observação participante, entrevistas com as lideranças religiosas que compuseram a amostra de pesquisa e diálogos com informantes orais; para sua análise os dados foram organizados em torno de eixos temáticos emergentes das falas das lideranças entrevistadas; a interpretação dos dados foi realizada com base na sabedoria iorubá veiculada por tradicionalistas da palavra oral e em relevantes expoentes do pensamento científico africano e europeu. Além de estimular e subsidiar debates sobre a construção de uma psicologia inspirada em saberes tradicionais, entre os quais os negro-africanos, se pode concluir, com base no corpo teórico de referência e no conteúdo dos diálogos entabulados, que sociedades tradicionais têm muito a oferecer ao processo contínuo de (re)construção teórico-metodológica dos Saberes Psi, e que o conhecimento desses Saberes Ancestrais pode instrumentalizar agentes sociais em seus esforços por combater a discriminação étnico-racial , em favor da Justiça e da Paz
Título em inglês
Identity´s metamorphosis of not Yoruba religious leaders inspired by Yoruba religious leaders
Palavras-chave em inglês
African Psychology
Egbe Oduduwa
Religious identity
Yoruba ethnic group
Yoruba Traditional Religion
Resumo em inglês
Considering the existence of few studies on the Yorubás and the fact that we constitute a society with a strong African presence, this research debates, among other subjects, group membership, ethnic-racial relations and freedom of belief in Brazil. The object of study was the identity metamorphosis of the collective Egbé Oduduwanon-African priests, inspired by the relationship with Yoruba religious leaders born and resident in Abeokuta (Ogun State, Nigeria). The research was carried out in spaces of practice of Yoruba Traditional Religion in Mongagua (São Paulo, Brazil), Pium (Tocantins, Brazil), Abeokuta, Ljubljana (Ljubljana, Slovenia) and La Coruña (Galicia, Spain). The theoretical course of this investigation allowed to draw a panorama of studies on African matrices of Brazilian religions and to gather data on: race-ethnicity as ideological bases of colonialism and post-colonialism; fight against racism and historic landmarks of Brazilian psychological thinking. The definitions of Psychology of Religion adopted, proper to the Psi Sciences on the African continent, particularly in Nigeria and South Africa, favored the Black African optics. The course of the investigations in the field allowed to deepen knowledge on the Yoruba conception of universe, time and person and the Traditional Religion Yoruba as socializers principles. The data collection included participant observation, interviews with the religious leaders who composed the research sample and dialogues with oral informants; for their analysis the data were organized around thematic axes emerging from the speeches of the leaderships interviewed; the data´s interpretation were carried out on the basis of Yoruba wisdom conveyed by traditionalists of the oral word and in relevant exponents of African and European scientific thought. Besides stimulating and subsidizing debates on the construction of a Psychology inspired by traditional knowledge, among them Black Africans, based on the theoretical body of reference and the content of the dialogues one can conclude that traditional societies have much to offer to the continuous process of theoretical and methodological (re)construction of the Psi knowledge, and that the knowledge of these Ancestral Knowledge can instrumentalize social agents in their efforts to combat ethnic-racial discrimination in favor of Justice and Peace
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
frias_corrigida.pdf (2.12 Mbytes)
Data de Publicação
2019-07-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.