• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.47.2010.tde-19072010-150843
Documento
Autor
Nombre completo
Renato Soares da Silva
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2010
Director
Tribunal
Lehman, Yvette Piha (Presidente)
Malvezzi, Sigmar
Uchida, Seiji
Título en portugués
Estudo exploratório sobre as transformações na relações de trabalho e impacto nas relações familiares
Palabras clave en portugués
Família
Identidade
Relações familiares
Trabalho
Trabalho informal
Resumen en portugués
As transformações ocorridas nas relações de trabalho nos últimos 40 anos, em que se consolidou um regime de acumulação flexível do capital, tem exercido influência direta para a construção de um modelo social caracterizado pelo rompimento da historicidade e de tradições para passar à valorizar o curto prazo, a flexibilidade e a agilidade se adaptar a constantes exigências por mudanças. Em conseqüência, o indivíduo fica limitado na sua capacidade de construir uma narrativa que lhe permita dar sentido à sua trajetória de vida profissional, levando-o a procurar diferentes caminhos que lhe permitam reconstruir sua identidade. A família, nesse contexto, também passa por intensas transformações com relação aos papéis ocupados pelo homem e pela mulher, promovendo rompimentos com os padrões tradicionais da família burguesa. A inserção da mulher no mercado de trabalho, potencializada por sua luta por seus direitos e pelo fortalecimento do regime flexível de trabalho, aliada à instabilidade nas relações de trabalho faz com que a família tenha que procurar formas alternativas de organização de sua dinâmica para que possa manter seu projeto familiar e profissional. Dentro dessa perspectiva, o espaço social passa a exercer grande importância na suporte às estratégias desenvolvidas pelas pessoas para organizar novas formas de trabalho e de dinâmica familiar, exercendo papel de validação desses projetos. Contudo, vivemos um momento de precarização das relações interpessoais, alimentado por um processo de individualização em que se perde uma consciência de classe e no qual recai sobre o indivíduo a pressão pelo sucesso ou pelo fracasso. O objetivo desse trabalho, portanto, é procurar identificar o impacto das mudanças nas relações de trabalho sobre a família, a partir das mudanças vividas pelo homem em sua atividade profissional e verificar as estratégias construídas para a manutenção de seu projeto profissional e familiar. Para isso, foram entrevistados dois casais, em entrevistas semi-dirigida, os quais tinham acima de quarenta anos de idade e que viveram uma situação em que o homem saiu de um regime formal de trabalho para um regime informal. Também foi considerado seu posicionamento sócio econômico, como forma de identificar como essa questão influencia nas estratégias adotadas. A partir das entrevistas pudemos observar que o espaço social exerce papel fundamental no suporte às transições ocorridas ao longo da vida profissional, como espaço de legitimação das escolhas feitas e de acolhimento do sofrimento. No caso dessa pesquisa, observou-se que a igreja ocupa esse lugar, também por ser uma referência de estabilidade, no quais as regras que organizam a importância da família. Observa-se também como o individualismo e a valorização do desempenho promovem sofrimento no homem, que se vê como único responsável por aquilo que avalia como fracasso
Título en inglés
An exploratory study regarding the changes in labor relations and impact on family relationships
Palabras clave en inglés
Family
Family relations
Identity
Informal work
Labour
Resumen en inglés
The changes in work relations over past 40 years, which has consolidated a system of flexible accumulation of capital, has had a direct influence to build a social model characterized by disruption of the historical traditions and valuing short term perspective, flexibility on job relations and agility to adapt to constant demands for change. As a result, the individual is restricted in hiss ability to construct a narrative that would give meaning to their life, leading him to seek different ways that may be help him to rebuild his identity. The family, in this context, is also undergoing profound changes in the roles occupied by men and women, promoting disruptions to the traditional standards family. The inclusion of women in the labor market, bolstered by their struggle for their rights and by strengthening the system of flexible work, coupled with instability in labor relations makes the family looking for alternative ways to organize family relationship dynamics and keeping their new work an family projects. Within this perspective, social space has a significant function in supporting and validating the strategies developed by people to organize new forms of work and family dynamics. However, this is a time of growing instability of interpersonal relationships, fueled by a process of individuation in which one loses consciousness of class in which the individual is on the pressure for success or failure. The aim of this study is to understand the impact of changes in labor relations on family, from the changes experienced by man in his work and identifying the strategies built by family to sustain their work and family project. For this, two couples were interviewed in semi-directed interview model, which were over forty years old and who experienced a situation which the man got out of a formal system of work and got in an informal work system. It was also considered his socioeconomic position, in order to identify how this issue influenced the strategies adopted by them.From our study we observed that the social space has a fundamental function in supporting transitions that took place throughout life, as a space people can find support for his strategies and ask for help to handle their suffering. For this research, we observed that church has made this support, where people feels comfortable to build social relations and a group reference as well as a structured rules regarding family roles and rules that helps them to justify their choices. It is also observed that individualism and performance enhancement are important culture characteristics can make people evaluate themselves as solely responsible their failure
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
silva_me.pdf (473.21 Kbytes)
Fecha de Publicación
2010-09-28
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.