• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.47.2016.tde-07102016-183430
Documento
Autor
Nombre completo
Lisette Adriana Weissmann Seidmann
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2016
Director
Tribunal
Fernandes, Maria Inês Assumpção (Presidente)
Gomes, Isabel Cristina
Mezan, Renato
Munichor, Marcelo Nelson Viñar
Paiva, Maria Lucia de Souza Campos
Título en portugués
Interculturalidade e vínculos familiares: uma intervenção psicossocial
Palabras clave en portugués
Expatriados
Interculturalidade
Migrações temporárias
Psicanálise das configurações Vinculares
Psicologia social
Vínculos familiares
Resumen en portugués
O mundo contemporâneo estrutura sujeitos que se submergem no espaço virtual, intercomunicados e com acesso para viajar a países distantes de modo vertiginoso; porém, os expatriados são uma amostra que, de modo mais abrangente, desenha o perfil subjetivo do sujeito do século XXI. Com base no trabalho psicanalítico feito com famílias de expatriados, a presente pesquisa visa a aprofundar o conceito de interculturalidade. Esses sujeitos contemporâneos se constituem a partir de um emaranhado de culturas que se entrecruzam, deixando marcas variadas que vão se estruturando em uma identidade intercultural. Os vínculos familiares servem de base e apoio, em seus diferentes formatos. Trabalhamos com o expatriado e sua família em encontros terapêuticos em situação vincular, pelos quais a terapeuta faz interpretações e assinalamentos sobre o processo de inserção em culturas estrangeiras. A teoria que ampara o trabalho clínico e teórico é a psicanálise das configurações vinculares. Vários autores são citados para dar luz sobre o mundo atual, partindo da psicanálise e também considerando outras ciências, como a sociologia e a antropologia. Trabalhamos sobre seis casos clínicos de expatriação: cinco famílias com filhos e um casal, para dar sustentação clínica à pesquisa teórica. Apresentam-se diversos modos de estrutura dos vínculos, frente às mudanças geográficas, de espaço, tempo e cultura. Algumas famílias dão sustentação a esses processos, colaborando na conformação da identidade intercultural de seus membros, enquanto outras ficam a meio caminho, nesse processo. Assinalam-se os diferentes níveis de modificação ou impossibilidades de transformação na estrutura familiar inconsciente de cada grupo familiar. Três dimensões da estruturação psíquica são levadas em conta, no presente texto, que incluem a conformação intrapsíquica, a intersubjetiva ou vincular e a transubjetiva ou sociocultural. Estabelece-se um link entre a teoria e a prática clínica, para chegar às conclusões sobre o perfil subjetivo do sujeito contemporâneo. A constituição subjetiva do sujeito contemporâneo pressupõe uma adaptabilidade e maleabilidade na oscilação entre diversos universos, a possibilidade de utilização do novo como forma de modificação interna e o uso dos recursos que assegurem uma certa estabilidade vincular e interna, para construir a identidade intercultural
Título en inglés
Interculturality and family bonds: a psychosocial contribution
Palabras clave en inglés
Expatriates
Family bonds
Interculturality
Psychoanalysis of Link Configuration
Social psychology
Temporary Migration
Resumen en inglés
Contemporary world structures people that tend to submerge in virtual space, are intercommunicated and have the means to travel to distant countries in a vertiginous way. Expatriates are a sample that draw the subjective profile of people of the twenty-first century. Based on psycoanalytical work with families of expatriates, this research aims at deepening the concept of interculturalism. These contemporary people are constituted by a tangle of interwoven cultures which leave psychic traces, that will determine the structure of an intercultural identity. Family ties in its different formats are the basis and support in this process. We interview expatriates families in "therapeutic encounters in bond situation," in which the therapist provides interpretations and indications concerning the insertion process in foreign cultures. The theory that supports this clinical and theoretical work is psychoanalysis of link configurations. Several authors are quoted which provide knowledge about the modern world, starting with psychoanalysis and considering other sciences, such as sociology and anthropology. In this thesis we present six expatriation cases: five families with children and a couple, to provide clinical support to theoretical research. The cases present several ways of bond structure, so as to face geographic moves, space, time and culture modifications. Some families give support to these processes, and are active at shaping an intercultural identity of its members, while others stay halfway in the process. We discuss different levels of change of the unconscious structure of each family group. We take into consideration three dimensions of psychic structure: intrapsychic conformation, the inter-subjective or link space and the transubjective or sociocultural mode. This thesis establishes a link between theory and clinical practice, reaching conclusions about the subjective profile of contemporary people. The subjective constitution of the contemporary being requires adaptability and flexibility while oscillating between different universes, the possibility of using what's new as a form of internal modification and the use of resources to ensure a certain stability and internal linking, in order to build intercultural identity
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
WEISSMANN_do.pdf (6.12 Mbytes)
Fecha de Publicación
2016-10-10
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.