• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Mémoire de Maîtrise
DOI
10.11606/D.47.2015.tde-04082015-154233
Document
Auteur
Nom complet
Fernanda Cernea
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
São Paulo, 2015
Directeur
Jury
Silva, Luis Guilherme Galeão da (Président)
Casco, Ricardo
Goldstein, Thaís Seltzer
Titre en portugais
Corpo e reconhecimento: narrativas sobre experiencias em um grupo de dança
Mots-clés en portugais
Corpo
Dança
Fotografia
Psicologia social
Teoria crítica
Resumé en portugais
Esta é uma pesquisa na Área da Psicologia Social e tem como principal tema a relação entre reconhecimento e o corpo na contemporaneidade. O movimento de dominação da natureza, considerado primordial para o progresso da humanidade, gerou uma relação do ser humano com seu corpo pautada no controle e na minimização de experiências sensoriais, onde este concebe o corpo cindido da mente, dando maior prioridade e importância às atividades mentais. Esse trabalho teve como objetivo saber como os integrantes da Oficina de Dança e Expressão Corporal relatam as suas experiências corporais obtidas a partir da participação no grupo. Buscamos saber em que grau a experiência de participação pode significar uma ação de luta por relações de reconhecimento recíproco. Para tanto, realizamos uma pesquisa qualitativa de cunho etnográfico, na forma de uma observação participante, com realização de um diário de campo. Também fizemos também entrevistas semi-estruturadas com os participantes do grupo, onde utilizamos fotografias tiradas pela pesquisadora durante os ensaios e apresentações do grupo. O referencial da pesquisa foi a Teoria Crítica da Sociedade. A partir das entrevistas e da pesquisa participante, pudemos perceber que a participação no grupo estimula que cada participante desenvolva uma maior integração entre seus aspectos mentais e corporais, possibilitando um espaço para que possam entrar em contato com suas emoções e expressá-las através de movimentos corporais. Neste sentido, promove um processo de individuação, onde cada um pode vivenciar maneiras de ser e de interagir mais próprias e mais fundadas em sua própria experiência, escapando dos processos que homogeneízam os sujeitos atualmente. Pudemos concluir também que o trabalho do grupo pode ser considerado a busca por formas de reconhecimento em três âmbitos: luta por reconhecimento por amor, por direito e por solidariedade. A ação do grupo, tanto na busca de maior integração entre os aspectos mentais e corporais de seus participantes, quanto na luta por reconhecimento, enfrenta resistências decorrentes da relação institucional com o espaço que ocupa e decorrentes também da mediação da sociedade que repõe a dominação na forma da cisão entre corpo e razão
Titre en anglais
Body and Recognition: narratives about experiences in a dance group
Mots-clés en anglais
Body
Critical theory
Dance
Photography
Social psychology
Resumé en anglais
This is a research in Social Psychology and it is about the relation between recognition and body in contemporaneity. The process of the nature´s domination, considered essential for the progress of the humanity, developed a relationship between the human being and their body guided by the control and minimization of sensory experiences, where the human being understand the concept of the body splitted from the mind, giving higher priority and importance to mental activities. This study aimed to find out how the members of Oficina de Dança e Expressão Corporal report their body experiences from the participation in the group. We also tried to find out if the experience of participation in the group can be understood as a fight for reciprocal Recognition of the relationships. We did a qualitative ethnographic research, with participant observation, and a fieldnote diary. We also did semi-structured interviews with members of the group, where we use photographs taken by the researcher during rehearsals and performances of the group. The theoretical framework that led the research was the Critical Theory. The results showed that the participation in the group encourages each participant to develop the integration between their mental and body dimensions, providing a space for them to get in touch with their emotions and express them through body movements. Thus, promotes a process of individuation, where one can experience ways of being and interacting based on their own experience, escaping of the processes that homogenize people nowadays. We also conclude that the group's work can be considered the search for Recognition in three areas: the fight for Recognition of love, rights and solidarity. The action of the group, either in the search for greater integration between the mental and physical aspects of its participants, or as in the struggle for Recognition, faces resistance by the institutional relationship with the space it occupies and also caused by the mediation of society that contributes the domination of the body
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
cernea_corrigida.pdf (2.47 Mbytes)
Date de Libération
2017-08-10
Date de Publication
2015-08-11
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
Centro de Informática de São Carlos
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2023. Tous droits réservés.