• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.2013.tde-15082013-095615
Documento
Autor
Nome completo
Ronaldo Silva Torres
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Dunker, Christian Ingo Lenz (Presidente)
Berta, Sandra Leticia
Bicalho, Helena Maria Sampaio
Pacheco Filho, Raul Albino
Ramos, Conrado
Título em português
Do ato psicanalítico ao discurso do analista: a estrutura do campo lacaniano
Palavras-chave em português
Ato
Discurso do analista
Ética
Jacques Lacan (1901-1981)
Psicanálise e lógica
Resumo em português
Este trabalho busca investigar a hipótese de que a teoria dos Quatro Discursos de Jacques Lacan, construída em 1969-70, representa sua tentativa de tratar, formalmente, certas questões que lhe sobraram desde a teoria do Ato Psicanalítico que fora estabelecida pouco tempo antes. Dessa maneira, o texto parte da apresentação das relações de aproximação e afastamento entre as noções de discurso e de ato no interior do ensino de Lacan até o ano de 1968. Para isso, elege, como enquadramento dessas relações, as operações relativas ao sujeito no que toca sua constituição e percurso na experiência analítica, bem como a forma como isso se articula aos registros do simbólico e do real propostos por Lacan. Em seguida o trabalho propõe que a teoria do Ato Psicanalítico fez com que Lacan herdasse certas questões de ordem lógica e ética que lhe abriram espaço para a retomada da formalização a partir de concepções inovadoras a respeito da noção de estrutura em psicanálise. O texto pretende, então, acompanhar, segundo as formalizações de Lacan, como a teoria dos Discursos funda aquilo que ele mesmo denominou de campo lacaniano, um campo erguido sobre o que definiu como não relação sexual e que reflete o campo bipartido do gozo. Busca, por fim, evidenciar como o Discurso do Analista é a formalização do Ato Psicanalítico a partir da lógica da não relação sexual e examina como tal formalização porta implicações vi fundamentais para se pensar o terreno da ética a partir do que Lacan denomina como laço social
Título em inglês
From Psychoanalytic Act to the Discourse of Analyst: the structure of lacanian field
Palavras-chave em inglês
Act
Discourse of Analyst
Ethics
Jacques Lacan (1901-1981)
Psychoanalysis and logic
Resumo em inglês
This study investigates the hypothesis that Lacans theory of the Four Discourses (1969-70) is an attempt to formalize certain questions which were left open within the theory of Psychoanalytic Act established, by himself, shortly before. Thus, the text parts with the investigation of the relationship between notions of discourse and act within Lacans teaching up to the year 1968, emphasizing the proximity and remoteness movements of these notions. Therefore elects the operations related to the subject within his constitution and the operations regarding the psychoanalytic experience in order to frame such concepts, as well as the debate on the implications of these notions of act and discourse on both symbolic and real registers. It goes on to indicate that the renewed notion of structure, linked to Lacans theory of discourse, is an answer to some logical and ethical questions that the theory of the act left him with. Further on, the thesis exposes the intention of following Lacan's formalizations of how the theory of Discourses configures the Lacanian Field, a field based on what Lacan called "impossibility of sexual relationship", which reflects the bipartite field of enjoyment (jouissance). Finally, the study brings evidence of how the discourse of the analyst is the formalization of the Psychoanalytic Act based on the logic of non sexual relationship and how such formalization brings up fundamental implications on the field of ethics, denominated as the social bond by Lacan
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
torres_do.pdf (1.37 Mbytes)
Data de Publicação
2013-09-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.