• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.47.2009.tde-09122009-085019
Documento
Autor
Nombre completo
Ivan Ramos Estevão
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2009
Director
Tribunal
Rosa, Miriam Debieux (Presidente)
Cardoso, Irene de Arruda Ribeiro
Dunker, Christian Ingo Lenz
Rudge, Ana Maria de Toledo Piza
Voltolini, Rinaldo
Título en portugués
A realidade, entre Freud e Lacan
Palabras clave en portugués
Constituição do sujeito
Freud Sigmund 1856-1939
Lacan Jacques 1901-1981
Realidade
Representação mental
Significado
Resumen en portugués
Na teoria de Freud, o conceito de realidade é central, sendo trabalhado do princípio ao fim da obra. Sustentamos que também é o caso em relação a Lacan. Articulando percepção e representação, a concepção de Freud é que a realidade se dá como atribuição de sentido. Ou seja, não há, para nós, uma realidade meramente dada: a realidade humana se constrói. Já Lacan, expressamente a partir de Freud, enfatiza a importância da relação do sujeito com o Outro na atribuição de sentido que é matriz da realidade humana. A exposição sobre Freud se vale da análise do conceito de representação e de sua importância na teoria da neurose, passando pelos conceitos de realidade psíquica, de fantasia e da teoria de constituição do indivíduo, terminando na idéia, tardia e crucial, de desamparo. Quanto a Lacan, retomamos a concepção de registro do simbólico e as concepções de significante e significado, e suas articulações com os tempos do Édipo e a constituição do sujeito. O estádio do espelho, as estruturas clínicas, a constituição do registro do imaginário e os esquemas R e L são referidos como elementos de explicitação da constituição da realidade a partir da relação com o Outro. Terminamos na referência ao registro do real a partir da introdução do objeto a. Em Freud e Lacan, de modos distintos, mas não excludentes, a realidade é pensada a partir da intersubjetividade e da situação de desamparo constitutiva do sujeito (Freud) ou de falta (Lacan).
Palabras clave en inglés
Constitution of the subject
Freud Sigmund 1856-1939
Lacan Jacques 1901-1981
Meaning
Mental representation
Reality
Resumen en inglés
In Freuds theory, the reality concept is central, it have been worked from the beginning to the end of it. We sustain that it is the same with Lacan. Articulating perception and representation, Freuds conception is that reality is a sense production. It means there isnt, to us, a reality merely given: human reality is built. Lacan, starting in Freud, emphasizes the importance of the relation between the subject and the Other on producing the sense that is the matrix of human reality. The exposition about Freud uses analyses of the concept of representation and its importance on neuroses theory, passing thru concepts of psychics reality, fantasy and the theory of individual constitution, getting to the crucial and late idea of helpless. In the matter of Lacan, we retake the conception of register of symbolic and conceptions of (significante) and meaning and its articulation with Oedipus age and the constitution of the subject. The mirror stadium, the clinical structures, the construction of the imaginary register and, the schemas R and L are referred as elements of explicitation of reality constitution from the relation to the Other. We finish on the reference on the register of real starting from the introduction of a object. In Freud and Lacan, in different ways, but not excluding each other, reality is thought from the inter subjectivity and the constitutive helpless situation of the subject (Freud) or lack (Lacan).
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
EstevaoDO.pdf (935.74 Kbytes)
Fecha de Publicación
2010-01-12
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.