• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.47.2019.tde-08062020-180218
Documento
Autor
Nome completo
Renata Felis Bazzo Repa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Dunker, Christian Ingo Lenz (Presidente)
Assadi, Tatiana Carvalho
Faria, Michele Roman
Mezan, Renato
Moretto, Maria Livia Tourinho
Pereira, Mario Eduardo Costa
Título em português
O triunfo do ideal: contribuições para o estudo psicanalítico da mania
Palavras-chave em português
Eu
Freud
Ideal de Eu
Mania
Psicanálise
Resumo em português
A tese tem como objetivo principal contribuir para a teoria e a clínica da mania na perspectiva da psicanálise freudiana. O ponto de partida da pesquisa é a constatação de um descompasso entre a experiência clínica com pacientes em crise maníaca e a concepção freudiana da mania como um estado de fusão do Eu com o seu Ideal, implicando a revogação deste último. Nessa perspectiva consagrada, o Eu maníaco seria caracterizado por um estado de desinibição e exaltação de humor, em analogia com a festa. Em vez disso, os casos apresentados neste trabalho indicam uma há uma quebra biográfica, a transformação do Eu em um outro ser, com a emergência de um forte sentimento de grupo. O Eu se transforma em um ser poderoso, geralmente com uma missão de liderar o nós de acordo com princípios éticos e políticos. Principalmente estes dois aspectos não convergem com a concepção de revogação do Ideal e a eliminação de restrições normativas descritos por Freud. Nossa tese propõe então uma inversão na solução freudiana, substituindo a noção de triunfo do Eu por aquela de uma invasão e triunfo do Ideal, no qual o Eu seria a instância silenciada. Em vez da festa, propõe-se o modelo da formação da mente grupal e do contágio dos afetos como referenciais para o exame da mania. A tese é desenvolvida a partir da reconstituição histórica da categoria de mania, para em seguida elaborar os traços principais de sua sintomatologia. Isso permitirá identificar como a mania foi apropriada pela primeira geração de psicanalistas, e fundamentalmente, por Freud. A tese se baseia em um estudo de nove casos de mania, a maior parte deles recolhidos durante experiência no contexto de internação psiquiátrica
Título em inglês
The iriumph of the Ideal: contributions to a psychoanalytic study of mania
Palavras-chave em inglês
Ego
Ego-Ideal
Freud
Mania
Psychoanalysis
Resumo em inglês
The main purpose of the thesis is to contribute to the theory and clinic of mania inside the Freudian perspective of psychoanalysis. An incompatibility was found between clinical experience with patients in manic crisis and the Freudians conception of mania as a state in which there is a fusion between the Ego and the Ego-Ideal, that implies its revocation. In this perspective, the manic Ego would be characterized by a state of disinhibition and exaltation of humor, in analogy with the party. However, the clinical cases presented here indicate a biographical break, a transformation of the Ego into another being, along with the emergence of a strong group feeling. The Ego becomes a powerful being, usually with a mission to lead the We according to some ethical and political principles. Mainly these two aspects do not converge with the idea of revoking the Ego-Ideal and the elimination of normative restrictions. Our thesis then proposes an inversion in the Freudian solution, replacing the concept of the triumph of the Ego by the concept of invasion and triumph of the Ideal, in which the Ego would be the silenced instance. Instead of the party, the model of group mind formation and contagion of affections is proposed. To accomplish this task, a historical reconstitution of the mania category was made, and then the main features of its symptomatology were traced. This will allow us to identify how mania was appropriated by the first generation of psychoanalysts and fundamentally by Freud. The thesis is based on a study of nine clinical cases of mania, most of them collected during experience in the context of psychiatric hospitalization
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
bazzo_do.pdf (5.04 Mbytes)
Data de Publicação
2020-06-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.