• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.47.2017.tde-04092017-103924
Documento
Autor
Nombre completo
Patricia Moser Montini
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2017
Director
Tribunal
Tardivo, Leila Salomao de La Plata Cury (Presidente)
Assumpcao Junior, Francisco Baptista
Avoglia, Hilda Rosa Capelão
Vizzotto, Marilia Martins
Título en portugués
O período de transição entre a infância e a vida adulta dos ciganos Calon: considerações sobre a adolescência
Palabras clave en portugués
Adolescência
Ciganos Calon
Cultura
Resumen en portugués
A temática da adolescência, juntamente com suas possíveis crises, é importante para a Psicologia Clínica, pois permeia muitas práticas. Este trabalho refere-se às características do período adolescente dos ciganos Calon, cultura bastante diferente daquela ocidental. Os casamentos calon costumam acontecer bastante cedo, pouco tempo após o início da puberdade; desta forma, os jovens já assumem os padrões sociais da vida adulta (casamento e filhos) durante o período definido pela Organização Mundial de Saúde como adolescência. Além disso, após o casamento (e a menarca) as regras sociais se alteram bastante, principalmente para as mulheres; tornando-se mais restritivas, por exemplo, no que diz respeito ao vestuário e às interações sociais, contrastando também com a grande liberdade vivenciada pelos Calon durante a infância. Tendo em vista as duas peculiaridades anteriores, o objetivo geral foi, assim, definido como um estudo sobre o período entre a infância e a vida adulta dos ciganos Calon; visando compreender se de fato existe uma etapa adolescente (descrevendo, então, seus marcos, características, alterações na vida e nas relações dos jovens) e se ocorrem crises nesta transição (os aspectos emocionais). O método utilizado foi de inspiração etnográfica, acrescido por entrevistas semi estruturadas. Foram realizadas algumas visitas a um acampamento calon em São Paulo e duas entrevistas externas a ele; sendo os participantes da pesquisa majoritariamente do sexo feminino. Neste trabalho, o olhar foi mais antropológico ou sob o ponto de vista da cultura. Seus resultados sugerem a existência de uma fase adolescente relacionada à aquisição do status adulto (compatível com os achados das pesquisas transculturais de Alice Schlegel e Herbert Barry, de 1991) e que se inicia na puberdade; todavia sem delimitações etárias e sem atividades peculiares apenas aos jovens nesta fase. Uma adolescência mais voltada às responsabilidades e ao amadurecimento (conforme compreendido pelos Calon, e relacionado ao final desta etapa), e que se refere à intensificação da aprendizagem dos papéis adultos e também da participação na socialidade calon. Não foram encontradas evidências de distanciamento dos jovens de sua família, tampouco de conflitos ou antagonismos recorrentes entre eles. As informações obtidas sugerem, além disto, que as crises na adolescência são mais prováveis entre as mulheres e estão relacionadas ao próprio contexto sociocultural. Seria interessante a realização de entrevistas com mais adolescentes e também o uso de outros enfoques metodológicos
Título en inglés
The transition period between Calon gypsies childhood and adult life: considerations about adolescence
Palabras clave en inglés
Adolescence
Calon gypsies
Culture
Resumen en inglés
The adolescence along with its crises is an important theme for Clinical Psychology, as it permeates several practices. This work refers to the characteristics of the adolescent period of the Calon gypsies, a culture quite different from the Western one. Calon weddings usually happen quite early, shortly after the puberty onset. Young people therefore assume the social standards of adult life (marriage and children) already during the period defined as adolescence by the World Health Organization. Moreover, social rules change considerably after marriage (and menarche), especially for women; becoming more restrictive, for example, regarding to clothing and social interactions, and also contrasting with the great freedom experienced by the Calons during childhood. Considering the two characteristics above, the general objective was thus defined as a study on the period between childhood and adult life of the Calon gypsies; aiming to understand if there is in fact an adolescent stage (so describing their milestones, characteristics, changes in the life and relationships of young people) and whether there are crises in this transition (the emotional aspects). The method used was of ethnographic inspiration along with semi-structured interviews. Some visits to a calon camp (in São Paulo) and two external interviews were made. The participants were mostly women. The way of looking in this research was mostly anthropological or from the point of view of culture. The results suggest a teenage phase that starts at puberty and is related to the acquisition of the adult status (compatible with the findings of Alice Schlegel and Herbert Barry, 1991); a period with no age limits and which is not characterized by activities that refer only to individuals at this stage. An adolescence mainly related to responsibilities and increasing maturity (as it is understood by the Calons; concept linked to the end of this phase), which refers to an intensification of the adult roles learning, and an increase of the participation in the Calon sociality. No evidence of detaching young people from their families was found nor of recurring conflicts or antagonisms between them. The results suggest moreover that the adolescent crises are more likely to happen among women and are related to the socio-cultural context itself. It would be interesting to conduct interviews with more adolescents and also the use of other methodological approaches
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
montini_corrigida.pdf (2.40 Mbytes)
Fecha de Publicación
2017-09-05
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.