• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.47.2009.tde-30112009-144109
Documento
Autor
Nombre completo
Mariana Dutra Fogaça
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2009
Director
Tribunal
Mauro, Patricia Izar (Presidente)
Ottoni, Eduardo Benedicto
Rocha, Yuri Tavares
Título en portugués
Escolha de árvore e sítio de dormir e sua influência na rota diária de um grupo de cebus nigritus, no parque estadual Carlos Botelho, SP
Palabras clave en portugués
Ecologia
Etologia animal
Macaco-prego
Primatas
Resumen en portugués
Membros de um grupo social de primatas diurnos reúnem-se ao final do dia num local apropriado para passar a noite. O local de dormida é denominado sítio de dormir e pode consistir em uma ou mais árvores. Hipóteses adaptativas têm sido sugeridas para explicar preferências por árvores e sítios de dormir. O risco de predação tem sido apontado como uma das principais pressões seletivas que afetam a escolha de árvores e sítios de dormir. A estratégia de escolha de sítio de dormir e de árvore de dormir, para um mesmo grupo de primatas, pode diferir. Assim, o sítio de dormir pode estar localizado próximo às fontes alimentares, facilitando o forrageamento pela manhã e as árvores usadas nesse sítio podem proporcionar conforto e segurança, pela viscosidade e presença de galhos horizontais e largos. Encontramos, para um grupo de macacos-prego, no Parque Estadual Carlos Botelho, SP, evidências de seleção por características de árvores e sítios de dormir. As espécies de árvores mais usadas como árvore de dormir foram Copaifera langsdorfii e Attalea dubia, sendo a segunda relacionada com noites de baixa temperatura ambiente e do vento. Houve também preferência por árvores altas e com grande DAP, por sítios localizados entre 820 e 840 metros de altitude e em encostas e topos de morro. Embora tenhamos encontrado evidências de seletividade para árvore e sítio de dormir, os sítios e árvores preferidos estão distribuídos por toda a área de uso e são pouco reutilizados. Como conseqüência, o grupo dorme perto da área explorada para forrageamento durante o dia. Assim, a localização do sítio de dormir não parece afetar a rota diária do grupo.
Palabras clave en inglés
Animal ethology
Capuchin monkeys
Ecology
Primates (nonhuman)
Resumen en inglés
Group members of diurnal primates meet at the end of the day in a suitable area to spend the night. This location is called sleeping site and may consist of one or more trees. Ultimate hypotheses have been suggested to explain primate preferences for sleeping trees and sleeping sites. The risk of predation has been identified as one of the main selective pressures that affect the choice of sleeping trees and sleeping sites. The strategy of sleeping tree and sleeping site selection, by a single group of primates, may differ. Thus, the sleeping site can be located close to food sources, facilitating the foraging in the morning and the trees used on this site can guarantee comfort and safety, due to viscosity and presence of horizontal large branches. Studying a group of tufted capuchin monkeys, at Carlos Botelho State Park, SP, we found evidence of selection of sleeping trees and sleeping sites features. The most commonly used species of trees as sleeping trees were Copaifera langsdorfii and Attalea dubia, the second was related to nights with low environment and wind temperatures. There is also a preference for high trees with large DBH, and for sites located at 820 and 840 metres, on hillsides and hilltops. Although we have found evidence of selectivity for sleeping trees and sleeping sites, the sites and preferred trees occur throughout the monkeys home range and are not normally reused. As a consequence, the group sleep near the area explored during daily foraging. Therefore, the sleeping site location does not seem to affect the animals daily route.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2010-02-22
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.