• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2009.tde-30112009-113837
Documento
Autor
Nome completo
Leandro Luis Santos e Nascimento
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Otta, Emma (Presidente)
Bussab, Vera Silvia Raad
Queiroz, Renato da Silva
Título em português
Etnia e coalizão: um estudo sobre categorização social em um contexto de conflito grupal
Palavras-chave em português
Classificação (processos cognitivos)
Formação de coalizão
Grupos sociais
Pesquisa intercultural
Psicologia evolucionista
Psicologia Intercultural
Raça (antropologia)
Resumo em português
Para uma comparação intercultural das influências do contexto sobre a codificação de etnia, duas variações do Protocolo de Confusão de Memória (PCM) foram aplicadas em brasileiros. Ambas as variações consistem em uma exibição de slides de uma discussão entre duas equipes esportivas rivais, com membros negros e brancos em ambos os times, em duas condições: Controle (times com roupas de cores idênticas) e Experimental (times com roupas de cores distintas). As variações são: Traduzida, com fotos de jogadores de basquete usadas no experimento original e diálogo traduzido; e Adaptada, com fotos de brasileiros com camisetas de futebol e com o diálogo reelaborado visando consistência com o esporte. O estudo foi dividido em três fases: (I) exposição de 84 participantes, do estado de São Paulo ao PCM Traduzido (II) exposição de 569 participantes em sete estados brasileiros (BA, ES, MT, RJ, RN, SC, SP) ao PCM Traduzido (III) exposição de 77 participantes do estado de São Paulo ao PCM Adaptado. Na Fase I, a codificação etnia acompanhou o aumento da intensidade da codificação de coalizão (condição experimental), em contraposição ao experimento original (Kurzban et al., 2001). Na Fase II, a codificação de etnia diminuiu de intensidade quando a codificação de coalizão aumentou, em taxa similar à da aplicação original, mas a codificação de coalizão manteve taxa mais baixa, em ambas as condições, em relação aos dados originais. Na Fase III os resultados em ambas as dimensões foram análogos aos da aplicação original. O conjunto de dados reforça a teoria da universalidade do módulo de codificação de coalizão e que a codificação de etnia seja subproduto deste. Também refletem a importância de uma adaptação cuidadosa em estudos interculturais.
Título em inglês
Etnicity and Coalition: a study about social categorization in group conflict context
Palavras-chave em inglês
Classification (cognitive processes)
Coalition formation
Cross cultural psychology
Evolutionary psychology
Intercultural research
Race (anthropology)
Social groups
Resumo em inglês
For a cross-cultural comparison of context influences in ethnicity encoding, two variations of the Memory Confusion Protocol (MCP) were applied on Brazilians. Both variations consist in a slide-show exposition of a discussion between two rival teams, with black and white players on both sides, in two forms: Control (teams with identical grey colour) and Experimental (teams with different colours). The two variations were: Translated Only, with photographs of basketball players used in the original experiment, and the respective translated dialog; and Adapted, with photographs of Brazilian models with soccer uniforms and a re-elaborated dialog, more fitting to this sport. The research was divided, then, in three different phases: (I) a 84 participants experiment with the Translated MCP, in the state of São Paulo (II) a 569 participants experiment with the Translated MCP, in seven different Brazilian states (BA, ES, MT, RJ, RN, SC, SP); and (III) a 77 participants experiment with the Adapted MCP, in the state of São Paulo. In Phase I, the ethnicity encoding, contrary to the original experiment (Kurzban et al., 2001), accompanied the intensity grown of the coalition encoding. In Phase II ethnicity encoding lowered in intensity during a the raise of intensity of coalition encoding, but coalition encoding kept a lower intensity, in both conditions, if compared to the original experiment coalition encoding rates. In Phase III, the results of both dimensions are analogue to those of the Kurzban et al., 2001 experiment. The data obtained strengthens the theory of a universal coalition encoding module, and encoding ethnicity as a byproduct of it. The data also reveals the importance of a carefully planned adaptation in order to run cross-cultural studies.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
EtniaeCoalizao.pdf (2.93 Mbytes)
Data de Publicação
2010-02-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.