• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2010.tde-21102010-152828
Documento
Autor
Nome completo
Marina Valente Guimarães Cecchini
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Bussab, Vera Silvia Raad (Presidente)
Morais, Maria de Lima Salum e
Sang, Ernesto Rene
Título em português
Análise qualitativa do relato de mães com sintomatologia depressiva participantes do projeto Ipê
Palavras-chave em português
Depressão pós-parto
Pesquisa qualitativa
Saúde pública
Resumo em português
Este estudo faz parte do projeto temático Ipê; uma pesquisa longitudinal sobre depressão pós-parto (DPP), suas possíveis causas e conseqüências para a interação mãebebê e para o desenvolvimento infantil. As participantes do Ipê são atendidas pelo sistema único de saúde (SUS) da região do Butantã, em São Paulo, e foram entrevistadas em diversos momentos, inclusive no terceiro trimestre de gestação. As díades mãe-bebê foram avaliadas dois dias após o parto, no terceiro e no quarto mês de idade da criança. Este último momento teve a avaliação da sintomatologia para DPP (depressão pós-parto) com a aplicação da EPDE (Escala pós-parto de Edimburgo), que permitiu o encaminhamento das participantes com pontuação significante para DPP para atendimento em psicoterapia breve. Após dez atendimentos, as que apresentaram maior pontuação na aplicação da EPDE foram convidadas para uma entrevista que perguntava como foi saber da gravidez. Esta pergunta era um inicial para ter o relato materno de como estava no momento do pós-parto e o que corroborava para a falta, culminando nas queixas de sintomas depressivos presentes na aplicação da escala de depressão. Foram entrevistadas sete participantes do projeto Ipê. As entrevistas gravadas foram transcritas na forma mais fidedigna e os conteúdos apreendidos foram investigados por meio da análise de conteúdo temático (Bardin, 2002). A análise do discurso das sete participantes foi organizada pela cronologia descrita, desde a descoberta da gravidez, até o desenrolar do parto e o. subsequente pós-parto, caracterizado pelas mudanças na relação da mulher em relação ao seu ciclo social (companheiro, família, amigos e até o próprio filho). Do relato das mães com maior sintomatologia para DPP de acordo com a pontuação da EPDE, conclui-se que há uma persistente ambivalência com a chegada do filho, amplificando as responsabilidades acerca de todos os afazeres atribuídos às mães, implicando sentimentos de incapacidade e incompletude, levando a relatos de sensação de falta de suporte, principalmente por parte de seu companheiro
Título em inglês
Qualitative analysis of reports of mothers with depressive symptoms
Palavras-chave em inglês
Postpartum depression
Public health
Qualitative research
Resumo em inglês
This study is part of the thematic project Ipe, a longitudinal research on postpartum depression (PPD), its possible causes and consequences for the mother-infant interaction and child development. The participants of Ipe are served by the single health system (SUS) in the region of Butantan, São Paulo, and were interviewed at various times, including in the third trimester of pregnancy. The mother-infant dyads were assessed two days after birth, in the third and fourth months of the child. This last point was the assessment of symptoms for PPD (postpartum depression) with the application of EPDS (Scale Postpartum Edinburgh), allowing the routing of participants with significant score for PPD to meet in brief psychotherapy. After ten sessions, the high test scores in the application of EPDS were invited for an interview and was asked whether the pregnancy. This question was starting to have a maternal report as it was in the post-partum and which supports for the lack, resulting in complaints of depressive symptoms in the implementation of the depression scale. We interviewed seven project participants Ipe. The recorded interviews were transcribed in the most reliable and seized the contents were investigated by means of thematic content analysis (Bardin, 2002). A discourse analysis of the seven participants was organized by chronology described, since the discovery of pregnancy until delivery and the conduct of others subsequent postpartum, characterized by changes in the ratio of women in relation to their social cycle (partner, family, friends and even her own son). From the report of mothers with greater symptoms for PPD according to the score of EPDS, it appears that there is a persistent ambivalence with the arrival of son, amplifying on the responsibilities of all tasks assigned to mothers, implying feelings of inadequacy and incompleteness, leading to reports of perceived lack of support, especially from your partner
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
cecchini_completo_me.pdf (833.72 Kbytes)
Data de Publicação
2011-01-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.