• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.47.2010.tde-20012011-125009
Documento
Autor
Nombre completo
César Oscar Ornelas
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2010
Director
Tribunal
Bussab, Vera Silvia Raad (Presidente)
Biondo, Cibele
Caramaschi, Sandro
Título en portugués
Uma análise da amizade sob perspectiva evolucionista: influência dos perfis cognitivos e das características pessoais na preferência por potenciais amigos
Palabras clave en portugués
Amizade
Competição
Cooperação
Empatia
Psicologia evolucionista
Resumen en portugués
A vida em grupo não apenas traz as vantagens da cooperação, mas carrega consigo as desvantagens da competição intra-grupal por recursos. Nas relações entre pessoas do mesmo sexo, consideram-se ainda aspectos relacionados à possível disputa por parceiros sexuais. No presente trabalho avaliamos como certas características e atributos pessoais influenciam na seleção de amigos para o começo de uma relação de amizade, e como as preferências na seleção podem variar intra e inter sexualmente. Selecionar amigos é uma situação que pode colocar o indivíduo no conflito entre a vantagem de ter um cooperador de alto status, porém, ao mesmo tempo, forte concorrente na competição por recursos e seleção sexual. As preferências na seleção de amizade foram analisadas em função das características pessoais do próprio participante, como sua propensão à tomada de atitudes imediatistas (Desconto de Futuro) e seu perfil cognitivo predominante (empático ou sistematizador). O Desconto de Futuro refere-se a um padrão comportamental de preferir correr riscos iminentes no presente a esperar por retornos maiores num futuro incerto, é o princípio do carpe diem: pensar no presente em detrimento de planos posteriores. O perfil cognitivo empático tem maior capacidade cognitiva na compreensão de habilidades sociais e lingüísticas, enquanto o sistematizador apresenta maior capacidade cognitiva em habilidades matemáticas, espaciais e lógicas. Em nosso estudo o desconto do futuro dos participantes inicialmente menos descontadores mostrou um aumento imediato após a visualização dos possíveis amigos, o que mostra que este processo cognitivo pode ser alterado pela avaliação de indivíduos do mesmo sexo. Mostramos também que indivíduos mais descontadores, por pensarem na competição iminente ao invés da cooperação futura, evitaram amizade com os modelos avaliados como mais atraentes. A empatia e sistematização dos participantes não se apresentaram relevantes na seleção de amigos. Estudamos também como as diferenças, em atributos pessoais (beleza, inteligência e poder aquisitivo) e em características inter pessoais (altruísmo, lealdade, compreensão), entre o selecionador e o selecionado, influenciam na preferência pela amizade. Os resultados mostraram que a preferência em se relacionar com pessoas parecidas com elas em atributos pessoais ocorrerá principalmente para os homens, devido a sua maior competitividade e busca por posição hierárquica intra-grupo, que faz com que eles evitem grandes discrepâncias de potencial competitivo, sendo a igualdade de importância secundária para mulheres. Ambos os sexos preferiram para amigos aqueles avaliados com as maiores características inter-pessoais positivas, resultado esperado em função das vantagens diretas em manter uma amizade com pessoas com indicativos de confiabilidade e bondade. O estudo mostrou também que quando a amizade passa da fase inicial da seleção e se torna uma relação mais íntima, homens apresentam um aumento na preferência por amigos atraentes, pois a estabilidade na amizade acarreta diminuição dos riscos de competição e traição
Título en inglés
An analysis of friendship in an evolutionary perspective: the influence of cognitive styles and personal features in the preference for potential friends
Palabras clave en inglés
Competition
Cooperation
Empathy
Evolutionary psychology
Friendship
Resumen en inglés
Group life not only brings the benefits of cooperation, but also carries the disadvantages of inter-group competition for resources. In relationships of people of the same sex, the possible dispute for sexual partners is also considered. This study evaluates how certain characteristics and attributes of others influences in the selection of a new friendship and how preferences in choice may vary intra and inter sexually. Choosing friends is a situation that may put an individual in conflict between the advantage of having a cooperator of high status, but also a strong rival in the competition for resources and sexual selection. Preferences in the selection of friendship were analyzed in function of the personal characteristics of each participant, such as the propensity in taking immediate attitudes (Discount of the Future) and the pre-dominate cognitive style (emphatic or systematic). The Discount of the Future refers to a standard behavior of preferring to take eminent risks in the present than wait for higher returns in an uncertain future. The cognitive emphatic style has a higher cognitive capability in the comprehension of social and linguistic abilities, while the systematic presents a greater cognitive capacity in mathematical, spatial and linguistic abilities. In this study, the discount of the future of the participants which was initially less discounted showed an immediate increase after the visualization of potential friends, which demonstrates that this cognitive process may be altered for the evaluation of individuals of the same sex. We also show that more discounter individuals, who think more on the imminent competition than the future cooperation, avoid friendship with the models evaluated as more attractive. The empathy and systematization of the participants did not present itself relevant in the selection of friends. We also studied how the differences in personal attributes (beauty intelligence and acquisitive power) and in inter-personal characteristics (altruism, loyalty, comprehension), between the chooser and the chosen in fluencies in the preference for friendship. The results demonstrate that the preference in relating with alike people of personal attributes will occur most frequently with men, due to a greater competition in the search for inter-group hierarchy position, which makes them avoid large discrepancies of competitive potential, while the same concept is secondary for women. Both sexes preferred creating friendship with those evaluated with the greatest inter-personal positive characteristics, an expected result with the direct advantages in maintaining a friendship with people with higher trustworthy and goodness indicators. The study also shows that when a friendship surpasses the initial stage of selection and turns into a more intimate one, men present an increase in preference for attractive friends, probably because a reduction in the risks of competition and betrayal as the friendship stabilizes
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Ornelas_me.pdf (2.65 Mbytes)
Fecha de Publicación
2011-04-07
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.