• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.1993.tde-09102013-145145
Documento
Autor
Nome completo
Eduardo Benedicto Ottoni
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1993
Orientador
Banca examinadora
Ades, Cesar (Presidente)
Chiarottino, Zelia Ramozzi
Luna, Sergio Vasconcelos de
Macedo, Lino de
Machado, Nilson Jose
Título em português
Dos limites de contar ao contar sem limites: um estudo sobre o desenvolvimento da competência número e da noção de infinitude na criança
Palavras-chave em português
não possui
Resumo em português
Observamos o desenvolvimento, em crianças de 3 a 12 anos, de comportamentos relacionados à compreensão do número. Foram analisados parâmetros relativos ao desempenho em tarefas de contagem, traduzidos em valores-limite de proficiência no contar, erros de contagem e de correspondência 1-a-1, uso de resposta cardinal e conservação do número. Outras perguntas verificaram os maiores nomes de números conhecidos, a compreensão da infinitude do número e o desempenho em tarefas de estimação de "grandes quantidades". Outros testes visaram explorar a compreensão de grandezas ou processos infinitos (Duração infinita, Ciclicidade, Subdivisão infinita e Limite) e as definições e exemplos fornecidos para o termo "infinito". As correlações entre as variáveis mostram que o desempenho no contar é um forte indicador do desempenho nos outros aspectos. Os resultados favorecem o ponto-de-vista das teorias sobre compreensão do número "baseadas no contar". Duas transições importantes foram observadas: a primeira referente ao contar além de 20 (domínio da base 10), a segunda relativa ao contar até mais de mil (domínio da "superbase" mil). A primeira se mostrou significativamente associada ao desaparecimento de erros de correspondência 1-a-1 e ao estabelecimento da resposta cardinal; a segunda, à consolidação da conservação, à compreensão de que os números naturais são infinitos e ao desenvolvimento da compreensão do conceito de infinitude.
Título em inglês
From the limits of counting to counting without limits: a study on the development of number competence and the conception of infinity in the child
Palavras-chave em inglês
não possui
Resumo em inglês
We observed the development (in children from 3 to 12 years old) of behaviors related to the understanding of number. The parameters analysed included the performance in counting tasks - translated into limit-values of proficiency -, counting and one-one correspondence errors, cardinal response usage, and number conservation. Other questions verified the largest number names known, the comprehension of the infinity of number and the performance in in tasks involving the estimation of "large quantities". Other tasks aimed to explore the understanding of infinite magnitudes or processes (Infinite Duration, Cyclicity, Infinite Subdivision, and Limit), as well as the definitions and examples provided for the word "infinity". The correlations between variables show that the counting performance is a strong predictor of performance in the other topics. Results favor the standpoint of 'based on counting" theories on number comprehension. Two important transitions were observed: the first one refers to counting beyond 20 (understanding of base 10), the second one, to counting beyond one thousand (the "superbase" 1000). The former is significantly associated to the disappearance of one-one correspondence errors and to the establishment of cardinal response; the latter, to the consolidation of conservation, to the comprehension that natural numbers are infinite, and to the development of the concept of infinity.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
teseeduardottoni.pdf (5.30 Mbytes)
Data de Publicação
2013-10-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.