• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2012.tde-05122012-151034
Documento
Autor
Nome completo
Fabiana Aparecida Dutra Fernandes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Silva, Ailton Amelio da (Presidente)
Tiedemann, Klaus Bruno
Vasconcellos, Leda Raquel
Título em português
Relação terapêutica: uma análise dos comportamentos de terapeuta e cliente em sessões iniciais de terapia
Palavras-chave em português
Categorização de Comportamentos
Cliente
Relação Terapêutica
Terapeuta
Resumo em português
Tendo, em vista, a importância da relação terapeuta-cliente na psicoterapia, o presente trabalho se propôs a identificar, empiricamente, a ocorrência de comportamentos de uma terapeuta e da sua cliente em sessões iniciais de psicoterapia, filmadas em vídeo e analisar os possíveis efeitos desses comportamentos no estabelecimento da relação terapêutica. Foram categorizados os comportamentos verbais vocais e verbais não vocais da terapeuta e da cliente em cinco sessões iniciais de terapia através do método observacional de gravações audiovisuais. Essas gravações foram realizadas no Laboratório de Terapia Comportamental do Instituto de Psicologia Clínica da Universidade de São Paulo. Os comportamentos da terapeuta e da cliente foram categorizados de acordo com o Sistema Multidimensional para a Categorização de Comportamentos na interação terapeuta-cliente (SMCCIT). Além desse instrumento, foi realizada uma revisão bibliográfica sobre a relação terapêutica e, também, sobre os relatos de pesquisas de categorização de sessões de terapia com a finalidade de auxiliar na identificação de comportamentos da terapeuta, favorecedores da relação terapêutica. Os resultados das categorizações indicam que as categorias mais frequentes do comportamento verbal vocal da terapeuta são: Facilitação (FAC: 31,2%), Empatia (EMP: 24,1%) e Solicitação de Relato (SRE: 18,4%). Já, no que se refere às categorias do comportamento verbal vocal da cliente, houve uma prevalência das categorias Relato (REL: 61,1 %), Concordância (COM: 21,9%) e Relações (CER: 8,1%). Em relação às categorias dos comportamentos verbais não vocais, houve uma prevalência de Concordância para ambos. Porém, para a terapeuta, essa categoria teve uma ocorrência maior. Essa categorização dos comportamentos da terapeuta e da cliente é uma contribuição para a evolução de pesquisas empíricas no contexto terapêutico e para uma melhor compreensão das consequências desses comportamentos para a eficácia da terapia. Portanto, de maneira geral, houve congruência entre os padrões encontrados da relação terapêutica nas cinco sessões e as descrições da literatura da área sobre o assunto. Porém, foi possível perceber, através da observação das sessões, que existem outros comportamentos da terapeuta e da cliente, apontados pela literatura como favoráveis para o estabelecimento da relação terapêutica além daqueles possíveis de identificação pelo SMCCIT. Esses comportamentos estão relacionados as características da terapeuta e da cliente. Por fim, sugere-se a criação de novas categorias que possibilitem investigações relacionadas a esses aspectos dos comportamentos da terapeuta e da cliente, envolvidos com o estabelecimento da relação terapêutica
Título em inglês
Therapeutic relation: an analysis of behavior of therapist and client in initial sessions of therapy
Palavras-chave em inglês
Categorization of behaviors
Client
Therapeutic relationship
Therapist
Resumo em inglês
Having in view the importance of client-therapist relationship in psychotherapy, this study proposes to identify, empirically, the occurrence of a behavior therapist and his client in early sessions of psychotherapy, videotaped and analyze the possible effects of these behaviors in the establishment of the therapeutic relationship. The patients verbal behaviors vocal and vocal non-verbal have been categorized in the initial five sessions of therapy via the observational method of audio-visual. These recordings have been performed at the Institute for Behavior Therapy Clinical Psychology laboratory, in the University of Sao Paulo. The behavior of the therapist and the client were categorized according to the System for Multidimensional Categorization Behaviors in the therapist-client interaction (SMCCIT). Beside this instrument, we performed a bibliographic review on the therapeutic relationship, and also on the research reports of categorization of therapy sessions in order to assist in identifying therapist behaviors, favoring the therapeutic relationship.The results indicate that the categorization of the most frequent categories of vocal verbal behavior of the therapist are: Facilitation (FAC: 31.2%), Empathy (EMP: 24.1%) and Request for Report (SER: 18.4%). Now, with regard to the categories of vocal verbal behavior of the client, there was a prevalence of reporting categories (REL: 61.1%), Agreement (COM: 21.9%) and Relations (CER: 8.1%). In relation to the categories of non-vocal verbal behavior, there was a prevalence of agreement for both. However, for the therapist, this category had a higher frequency. This categorization of the behaviors of the therapist and the client is a contribution to the evolution of empirical research in the therapeutic context and for a better understanding of the consequences of these behaviors for effective therapy. Therefore, in general, there was congruence between the patterns found in the therapeutic relationship in the five sessions and descriptions of the literature on the subject area. However, it was possible to note, by observing the sessions, that there are other behaviors of the therapist and client, appointed by the literature as favorable for the establishment of the therapeutic relationship beyond those possible identified by SMCCIT. These behaviors are related to the characteristics of the therapist and client. Finally, the creation of new categories that allow investigations related to these aspects of the behavior of the therapist and the client involved with the establishment of the therapeutic relationship is suggested
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
fernandes_me.pdf (1.90 Mbytes)
Data de Publicação
2012-12-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.