• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2016.tde-05082016-153222
Documento
Autor
Nome completo
Iatan Rodrigues Boutros Ladeia
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Ottoni, Eduardo Benedicto (Presidente)
Lopes, Fivia de Araújo
Resende, Briseida Dogo de
Título em português
Aprendizagem socialmente mediada: Vieses cognitivos na "superimitação
Palavras-chave em português
Aprendizagem social
Competência autodeclarada
Imitação
Prestígio
Vieses de transmissão
Resumo em português
A superimitação é definida como uma tendência à cópia de todas as ações executadas por um modelo, mesmo as claramente irrelevantes. Os mecanismos motivacionais e a funcionalidade da superimitação ainda são pouco compreendidos, mas um possível sentido adaptativo estaria associado à opacidade causal de boa parte dos comportamentos socialmente aprendidos. Este fenômeno tem sido amplamente replicado em vários contextos e observado no comportamento de crianças de diversas faixas etárias e até mesmo de adultos. Apesar de sua aparente robustez, estudos têm relatado que a superimitação é sensível a algumas características do modelo. Estas evidências são compatíveis com a previsão de modelos teóricos de coevolução genes-cultura de que a aprendizagem social humana é influenciada por um conjunto de vieses cognitivos que permitem que a aquisição de informações ocorra de maneira seletiva, desfavorecendo a aprendizagem de comportamentos maladaptativos que podem estar disponíveis no contexto social. Este trabalho teve como objetivo investigar o efeito de informações relacionadas à competência ou incompetência de um modelo adulto sobre a fidelidade da cópia de ações relevantes e irrelevantes observadas por crianças de 5 anos de idade em uma tarefa. Foram testadas as influências de informações declaradas pelo próprio modelo e também por terceiros em uma conversa sobre o modelo. Adicionalmente, foram investigadas diferenças entre os sexos dos participantes quanto à fidelidade da cópia. Os resultados indicam um efeito fraco dos vieses de "competência autodeclarada" e de "prestígio" do modelo sobre a superimitação. Outras informações, potencialmente mais confiáveis (não manipuladas neste estudo), podem ter sido utilizadas pelas crianças para atribuição de competência ao modelo
Título em inglês
Socially biased learning: cognitive biases on overimitation
Palavras-chave em inglês
Imitation
Prestige
Self-declared competence
Social learning
Transmition biases
Resumo em inglês
Overimitation is defined by a tendency of copying all actions executed by a model, even the clearly irrelevants. The motivational mechanisms and functionality of overimitation still aren't well understood, but its possible adaptive meaning would be related to causal opacity of a great part of the socially learned behaviors. This phenomenon has been widely replicated in several contexts and observed in behavior of children of different ages and even in adults. Despite the seeming robustness of overimitation, studies showed that it is sensitive to some characteristics of the model. These evidences are consistent with the prediction of theoretical models of gene-culture coevolution that human social learning is affected by a set of cognitive biases that allow a selective acquisition of information, disadvantaging the learning of maladaptive behaviors that can be socially available. Our work intended to investigate the effect of information about the competence or incompetence of an adult model on the copy fidelity of relevant and irrelevant actions by five-year-old children in a task. We tested the influence of self-declared information about the model and also the same kind of information given by third-parties in a conversation about the model. We also investigate sex differences in copy fidelity. Our results reveal a weak effect of "self-declared competence" or "prestige" model-based biases on overimitation. Other information, potentially more reliable but not manipulated by us, could be used by the children to assign competence to the model
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ladeia_corrigida.pdf (2.06 Mbytes)
Data de Publicação
2016-08-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.