• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.2005.tde-20102006-135554
Documento
Autor
Nome completo
Luciana Albanese Valore
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Orientador
Banca examinadora
Guirado, Marlene (Presidente)
Aquino, Julio Roberto Groppa
Lehman, Yvette Piha
Macedo, Lino de
Pan, Miriam Aparecida Graciano de Souza
Título em português
Subjetividade no discurso de recém-graduados da UFPR: uma análise institucional
Palavras-chave em português
Análise do discurso
Ensino superior
Mercado de trabalho
Subjetividade
Resumo em português
Esta pesquisa investiga o discurso de recém-graduados de uma universidade pública. Considera, igualmente, alguns discursos correntes dos processos de qualificação e de inserção profissional, no intuito de delinear os cenários das novas ordens da subjetividade no mundo contemporâneo. Concebendo o discurso, numa perspectiva foucaultiana, como ato de produção e de legitimação de práticas sociais e de sujeitos e, partindo das referências conceituais da análise institucional de discurso, objetiva explicitar, nas falas desses recém-graduados, as relações estabelecidas entre esses atores, sua formação e o universo profissional, bem como delinear os efeitos de subjetivação produzidos em seu dizer: de si, de sua trajetória na universidade e no mundo do trabalho, de suas expectativas e projeto de vida. Para tanto, foram entrevistados 17 egressos de 8 cursos de graduação, formados num período de tempo que variou de 2 meses a 2 anos. O processo analítico, compreendido em 3 etapas distintas, evidenciou 5 categorias temáticas centrais. Nestas, atentou-se às regularidades e às singularidades na apreensão e na articulação dos temas, ao jogo de atribuição e de assunção de lugares subjetivos, às relações estabelecidas entre (e com) as práticas institucionais e aos efeitos de reconhecimento e de desconhecimento no dizer. Sua análise permitiu configurar um sujeito suporte do discurso institucional que também se constitui como um sujeito psíquico singular, corroborando a hipótese, calcada nos pressupostos do método adotado, de que a subjetividade se produz na constante tensão entre o assujeitamento na ordem institucional discursiva e a resistência nessa mesma ordem e de que, mesmo nesse assujeitar-se, há uma singularidade possível. Observou-se, também, como o contínuo arranjo dos lugares subjetivos – reconhecidos ou mostrados - produz-se nas expectativas tecidas na relação com os atores da formação e da inserção profissional, e como, lado a lado aos decantados abismos, instituídos nos discursos que relacionam essas práticas, positivam-se relações de continuidade. Além disto, verificou-se como esses recém-graduados, na cena mesma da entrevista, mostravam-se não apenas reagindo aos discursos instituídos da formação e da inserção profissional, mas, efetivamente, instituindo-os, por vezes legitimando-os, por vezes subvertendo-os. Deste modo, identificaram-se alguns vetores de resistência às imagens usualmente atribuídas à condição do recém-graduado, dentre eles, a positivação de si como alguém que se faz visível. Os modos com que tal visibilidade configurou-se nas cenas enunciativas possibilitaram incluir uma outra perspectiva de análise: a das personagens que se desenham no discurso desses recém-graduados (a saber, a do como se fosse, a do opositor e a do atleta).
Título em inglês
Subjectivity in the discourse of newly graduates from UFPR: an institutional analysis.
Palavras-chave em inglês
Discourse analysis
Higher education
Labor market
Subjectivity
Resumo em inglês
The present research investigates the discourse of newly graduates from the public university. It also considers some current discourses about the processes of qualification and professional placement, in order to delineate the state of new orders of subjectivity in contemporary world. According to Foucault’s perspective, which conceives the discourse as an act of production and legitimacy of subjects and social practices, and grounded on institutional analysis’s concepts, this research intends to make explicit, in the newly-graduate speeches, the relationship established between these actors, their formation and professional universe, besides outlining the effects of subjectivity contained in their speech: concerning themselves, their graduation and work histories, their expectations and life projects. To attain our goal, were interviewed 17 graduates from 8 different courses, completed in a time period ranging from 2 months to 2 years. The three different steps of the analytical process showed 5 central thematic categories. Attention was paid to the regularities and singularities concerning theme apprehension, to the attribution games and the assumption of subjective places, to relations established between institutional practices, within them and these actors, and to the effects of acknowledgement and unacknowledgement in their speech. This analysis has allowed the outlining of a subject that gives support to the institutional discourse, and that also constitutes himself as a singular psychological subject. This corroborates the hypotheses, based on the methodological assumptions of the research, that subjectivity is produced in the constant tension between the subduing in the discursive institutional order, and the resistance into this same order. And that, even under this subduing, a singularity in speech is possible. It could also be noticed how the continuous arrangement of subjective places – recognized or shown – is produced on the expectations that emerge in their relationship with the agents of professional qualification and placement. And how, side by side with the so-called gaps established through the discourses that relate these practices, relations of continuity are revealed. Moreover, we have also verified how these newly graduates, in the same interview scene, have not only reacted to the institutional discourses about professional qualification and placement, but, in effect, have also established them, sometimes legitimating them, sometimes subverting them. Thus, we have identified some resistance vectors to the images usually attributed to the newly graduate condition – such as, the affirmation of oneself as someone who makes himself visible. The ways through which such visibility was configured in the enunciative scenes allowed the inclusion of another perspective of analysis: that of the characters revealed in the newly graduates’ discourse (namely, the as if, the oppositioner and the athlete).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
TESE.pdf (856.48 Kbytes)
Data de Publicação
2006-11-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.