• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2017.tde-17072017-170111
Documento
Autor
Nome completo
Mayara Machado Bichir
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Silva, Pedro Fernando da (Presidente)
Crochick, Jose Leon
Franciscatti, Kety Valéria Simões
Título em português
Estamos educando para que Auschwitz não se repita? uma análise da importância da sexualidade infantil para a formação do indivíduo
Palavras-chave em português
Educação infantil
Formação do indivíduo
Políticas públicas
Sexualidade infantil
Resumo em português
O presente trabalho tem por objetivo analisar a importância da sexualidade infantil e do desenvolvimento psicossexual da criança para a formação do indivíduo, e a forma pela qual são tratadas estas esferas da vida da pessoa pelas instituições sociais. Através de estudos de autores da primeira geração da Escola de Frankfurt, desenvolveu-se uma discussão sobre a importância da Família, da Educação e da vivência da sexualidade pelo indivíduo para a formação. Partindo da hipótese de que a sexualidade infantil desempenha papel central na formação do indivíduo, interessou-nos saber, como esta esfera do desenvolvimento da criança é abordada nas Políticas Públicas para a Educação Infantil no Brasil. Pudemos constatar, através do estudo teórico, que o autoritarismo e a negligência do adulto em suas atitudes diante das manifestações da sexualidade infantil, podem contribuir para a formação de um indivíduo regredido, propenso a seguir governos autoritários, e que a formação para a autonomia, necessária à resistência ao sistema capitalista e a sociedade de massas, depende tanto de limites, estabelecidos pelo adulto, a alguns desejos da criança, quanto do apoio à manifestação natural da sua sexualidade. Averiguamos a partir da pesquisa das Políticas Públicas para a Educação Infantil que a abordagem desta temática é quase inexistente nos documentos analisados, e quando ela se apresenta, é feita de forma superficial e insuficiente para a promoção do esclarecimento sexual, extremamente necessário para os profissionais da educação, figuras importantes para a formação da criança. Concluímos que a Educação, que deve promover resistência à violência e à opressão produzidas pela sociedade capitalista, tem como responsabilidade o esclarecimento sexual para a prevenção da formação do indivíduo regredido
Título em inglês
Are we educating to prevent the repetition of Auschwitz? an analysis of the importance of the childhood sexuality on the individuals formative development
Palavras-chave em inglês
Childhood sexuality
Individuals formative development
Preschool Education
Public Policies
Resumo em inglês
This present research aims to analyze the importance of childhood sexuality and the childs psychosexual development to the individuals development, and how these aspects of life are perceived by social institutions. Through the studies of researchers from the first generation of the Frankfurt Institute, we discussed the importance of Family, Education, and the individuals experience of sexuality in their development. Based on the hypothesis that childhood sexuality plays a central role in the individuals development, we were interested in investigating how this aspect of the childs development is addressed in the Public Policies for Preschool Education in Brazil. Through theoretical study we came to the conclusion that authoritarianism and adults negligent attitudes towards manifestations of childhood sexuality, can contribute to the formation of a regressed individual, inclined to follow authoritarian governments, and that the development of autonomy, crucial to resisting capitalism and the society of the masses, depends on the limits imposed by adults on some of the childs wishes, and on the support of the natural manifestations of their sexuality. From research carried out about the Public Policies for Preschool Education, we could conclude that guidelines along this theme are almost non-existent in the documents analyzed, and when the subject is discussed, it is done superficially and insufficiently for the purpose of promoting sexual enlightenment, which is extremely necessary for teachers, who are important figures in childrens education. We conclude that Education as a whole has the responsibility to promote sexual enlightenment in children in order to prevent the development of regressed individuals and to resist the violence and the oppression inherent in capitalist society
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
bichir_corrigida.pdf (1.17 Mbytes)
Data de Publicação
2017-07-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.