• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
https://doi.org/10.11606/D.47.2022.tde-16112022-184009
Documento
Autor
Nombre completo
Thais Sindice Fazenda Coelho
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2022
Director
Tribunal
Caetano, Luciana Maria (Presidente)
Bataglia, Patrícia Unger Raphael
Fonseca, Viviane Potenza Guimarães Pinheiro
Título en portugués
Julgamentos das crianças sobre quebras de normatividades na escola
Palabras clave en portugués
Convivência escolar
Desenvolvimento moral
Julgamentos morais
Normatividade
Teoria do domínio social
Resumen en portugués
A quebra de normatividade na escola gera conflitos que, para serem resolvidos, dependem de um conjunto complexo de fatores pessoais, culturais e contextuais e da capacidade do sujeito de coordenar ou sobrepor domínios. Domínio Pessoal se refere às escolhas pessoais, o Domínio Convencional se refere às normas arbitrárias presentes em determinado contexto social e o Domínio Moral são aqueles que impactam os direitos e o bem-estar dos outros, diz respeito a conceitos morais universalmente aplicáveis. O objetivo dessa pesquisa de mestrado foi caracterizar os julgamentos das crianças sobre situações em que há quebra de normatividade de convivência na escola. O estudo refletiu acerca de conceitos como: normatividades; convivência escolar; educação moral; desenvolvimento moral, a partir de uma perspectiva interacionista e construtivista do desenvolvimento psicológico moral. Foi investigado como as crianças percebem as situações de quebra de normatividade na escola e como julgam as normas de convivência escolar e se as regras que as crianças apresentam estão de acordo com o domínio prevalente. Caracterizou-se os julgamentos das crianças de acordo com as dimensões dos domínios moral, convencional, pessoal e prudencial segundo a Teoria do Domínio Social. Trata-se de uma pesquisa de exploração e caracterização, sendo o estudo de análise qualitativa e quantitativa. O instrumento consistiu em apresentar quatro histórias que retratam situações do cotidiano escolar em que há quebra da normatividade acerca de: situação de dimensão convencional, na qual temos uma criança que tem dúvida sobre a atividade e não pergunta para o professor; situação de dimensão moral, em que uma criança machuca a outra deliberadamente; situação prudencial, quando uma criança corre na rampa; e situação de escolha pessoal, na qual uma criança troca o lugar onde a professora pediu para se sentar. A partir das histórias foi feita uma entrevista semiestruturada na qual as crianças julgaram cada situação, apresentando suas percepções acerca das regras. Os resultados revelaram que a regra não é perceptível para a maioria das crianças nas histórias de dimensão convencional nem na de dimensão pessoal. Com exceção da história de dimensão moral, em que a maioria das regras apresentadas são de perspectiva moral, em todas as outras histórias a maioria das regras apresentadas são de perspectiva convencional. Em todas as histórias a maioria das crianças julgaram a situação errada, no entanto, os julgamentos convencionais prevalecem nas situações estudadas, com exceção da de dimensão prudencial, onde julgamentos prudenciais apareceram na maioria das justificativas. Não foi encontrada associação significativa entre o ano escolar nem entre o sexo e os julgamentos das regras das quatro histórias
Título en inglés
Childrens judgments about breaking norms at school
Palabras clave en inglés
Moral development
Moral judgments
Normativity
School coexistence
Social domain theory
Resumen en inglés
The breach of normativity at school generates conflicts that, in order to be resolved, depend on a complex set of personal, cultural and contextual factors and on the subject's ability to coordinate or overlap domains. Personal Domain refers to personal choices, Conventional Domain refers to arbitrary norms present in a given social context and Moral Domain is those that impact the rights and well-being of others, concerns universally applicable moral concepts. The objective of this master's research was to characterize the judgments of children about situations in which there is a break in the normativity of coexistence at school. The study reflected on concepts such as: normativities; school coexistence; moral education; moral development, from an interactionist and constructivist perspective of moral psychological development. It was investigated how children perceive situations of breach of normativity at school and how they judge the norms of school coexistence and whether the rules that children present are in accordance with the prevailing domain. Children's judgments were characterized according to the dimensions of the moral, conventional, personal and prudential domains according to the Social Domain Theory. It is an exploration and characterization research, being the study of qualitative and quantitative analysis. The instrument consisted of presenting four stories that portray situations of everyday school life in which there is a breach of normativity regarding: a situation of a conventional dimension, where we have a child who has doubts about the activity and does not ask the teacher; situation with a moral dimension, in which a child deliberately hurts another; prudential situation, when a child runs on the ramp; and a personal choice situation, in which a child changes the place where the teacher asked to sit. From the stories, a semi-structured interview was carried out in which the children judged each situation, presenting their perceptions about the rules. The results revealed that the rule is not perceptible to most children in the conventional dimension nor in the personal dimension. With the exception of the moral dimension story, where most of the rules presented are from a moral perspective, in all other stories most of the rules presented are from a conventional perspective. In all stories, most children judged the situation wrong, however, conventional judgments prevail in the situations studied, with the exception of the prudential dimension, where prudential judgments appeared in most of the justifications. No significant association was found between the school year or between gender and the judgments of the rules of the four stories
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
coelho_me.pdf (1.86 Mbytes)
Fecha de Publicación
2022-11-28
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2023. Todos los derechos reservados.