• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2013.tde-12072013-104411
Documento
Autor
Nome completo
Mariana Kisse Sato Carvalho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Custodio, Eda Marconi (Presidente)
Cavalini, Santuza Fernandes Silveira
Paula, Fraulein Vidigal de
Título em português
Características do desempenho no WISC-III em crianças com dislexia do desenvolvimento
Palavras-chave em português
Avaliação de Aprendizagem
Dislexia do Desenvolvimento
Psicologia Escolar
WISC-III
Resumo em português
Esta pesquisa teve como objetivo analisar e comparar o desempenho no WISC-III de crianças com dislexia do desenvolvimento com o de dois grupos controle, a fim de verificar a existência de características específicas no desempenho desta escala no grupo com dislexia. Ao todo foram 57 sujeitos, divididos entre o grupo dos disléxicos (n=20), o grupo controle 1 (GC1) formado por crianças sem queixa de dificuldade escolar da mesma idade cronológica e série dos disléxicos (n=21), e grupo controle 2 (GC2) formado por alunos do segundo ano do Ensino Fundamental, que ainda estavam no processo inicial de aprendizagem da leitura e da escrita (n=16). Os dados do grupo dos disléxicos foram coletados a partir dos registros da Clínica Psicológica da Universidade Estadual de Londrina, em que constava o diagnóstico de dislexia no período de 2006 a 2011. Para o delineamento dos grupos controle, levou-se em consideração também a escola em que os disléxicos estavam matriculados na época da avaliação (estadual, municipal e particular). Para análise estatística, foi utilizado o programa SPSS para Windows, sendo que a significância adotada foi menor que 0,05. Quanto aos resultados, o grupo dos disléxicos, quando comparado aos dois grupos controle, teve pior desempenho nas Escalas de Resistência à Distração e Velocidade de Processamento. Pesquisas mostram que os disléxicos geralmente apresentam baixo desempenho em alguns subtestes, descrito como perfil ACID. Nesta pesquisa, o grupo dos disléxicos teve desempenho menor que os dois grupos controle nos subtestes Dígitos, Código e Procurar Símbolos, mas este dado não foi encontrado no subteste Aritmética. O desempenho dos disléxicos também foi menor nos subtestes Informação e Semelhanças, mas apenas em comparação ao GC1, o que sugere que esse resultado seja devido à dificuldade escolar do disléxico vivenciada através dos anos. Comparando-se as escolas, os alunos da escola particular tiveram melhor desempenho no subteste Códigos e pior desempenho no subteste Armar Objetos apenas em relação aos alunos da escola estadual. Como o grupo da escola particular foi muito pequeno, acredita-se que isso seja uma variação referente a este grupo específico de alunos. Quanto à comparação entre os disléxicos do sexo feminino e masculino, e com e sem TDAH, não foram encontradas diferenças estatisticamente significativas no desempenho dos subtestes. Concluindo, os dados da pesquisa coincidem com algumas pesquisas feitas de que parece haver um perfil dos disléxicos, que possuem menor desempenho nos subtestes que avaliam atenção visual e memória de trabalho. Entretanto, ao contrário dessas pesquisas, acredita-se que o menor desempenho no subteste Informação não seja uma característica peculiar dos disléxicos, mas sim consequência de sua dificuldade escolar
Título em inglês
Characteristics of the WISC-III performance in children with developmental dyslexia
Palavras-chave em inglês
Assessment of Learning
Developmental Dyslexia
Educational Psychology
WISC-III
Resumo em inglês
This study aimed to analyze and compare the performance on WISC-III in children with developmental dyslexia with the two control groups in order to check for specific performance characteristics of this scale in the group with dyslexia. Altogether, there were 57 subjects, divided between the group of dyslexics (n = 20), the control group 1 (GC1) formed by children without school difficulties of the same chronological age and grade of dyslexics (n = 21) and control group 2 (CG2) formed by students of the second year of elementary school, that were still in the initial process of reading and writing (n= 16). Data from the group of dyslexics were collected from the records of the Psychological Clinic at the Universidade Estadual de Londrina, which appeared the diagnosis of dyslexia in the period from 2006 to 2011. For the design of the control groups, the school that dyslexics were enrolled at the time of assessment (state, municipal and private) was considered. Statistical analysis was performed using the SPSS program for Windows, and the significance adopted was less than 0.05. As for the results, the group of dyslexics when compared to control groups had lower performance in sub scales Freedom from Distractibility and Processing Speed. Research shows that dyslexics often have low performance on some subtests, described as ACID profile. In this study, the dyslexic group had lower performance than the two control groups on Digit Span, Coding and Symbol Search, but this finding was not found in the Arithmetic subtest. The performance of dyslexics was also lower in Information and Similarities subtests, but only compared to the GC1, suggesting that this result is due to the difficulty of dyslexic school experienced through the years. Comparing schools, students in private schools performed better on subtest Coding and poorer performance on subtest Object Assembly only in relation to students of state school. As the private school group was very small, it is believed that this is a variation regarding this particular group of students. Regarding the comparison between dyslexics female and male, and with and without ADHD, there were no statistically significant differences. In conclusion, the survey data coincide with some research done that there seems to be a profile of dyslexics, who have lower performance in the tests that assess visual attention and working memory. However, unlike these studies, it is believed that the lower performance in the Information subtest is not a peculiar characteristic of dyslexics, but a consequence of their school difficulties
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
carvalho_me.pdf (929.94 Kbytes)
Data de Publicação
2013-07-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.