• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.46.1991.tde-20082008-092003
Documento
Autor
Nome completo
Carlos Sergio da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1991
Orientador
Banca examinadora
Oliveira, Elisabeth de (Presidente)
Massaro, Sérgio
Rosa, Henrique Vicente Della
Título em português
Determinação de cromo hexavalente no ambiente de trabalho de galvonoplastias e em fluído biológico de trabalhadores
Palavras-chave em português
Avaliação ambiental
Cromo hexavalente
Galvanoplastia
Química analítica ambiental
Toxicologia ocupacional
Resumo em português
Avaliação ambiental, biológica e médica foram realizadas em 17 cromadores de 9 galvânicas do Estado de São Paulo, sendo cinco de cromo decorativo e quatro de cromo duro. O ar do ambiente de trabalho foi coletado individual e estacionariamente durante a semana de trabalho. Amostras de urina dos cromadores, foram coletadas no início e final do período de trabalho, encontrando-se uma correlação entre cromo urinário final e cromo no ar de 0,5. Usou-se a Absorção Atômica com Forno de Grafite GFAAS para determinar-se a concentração de cromo no ar ( Cr-ar) e cromo urinário ( Cr-U). O cromo hexavalente Cr (VI) foi extraído dos filtros de membrana de PVC com porosidade 5 µm com o tampão ácido acético/acetato de sódio, com a complexação do Cr (VI) feita por APDC. O complexo foi extraído com MIK. O limite de detecção foi de 1,1 µg/L. O Cr-U foi analisado diretamente por GFAAS com o limite de detecção 0,50 µg/L utilizando-se como modificador de matriz, nitrato de magnésio hexahidratado. Sem o modificador de matriz o limite de detecção foi de 0,14 µg/L. As concentrações de Cr (VI) no ar nas galvânicas de cromo decorativo variaram de 0,3 a 64,6 µg/m3 e nas de cromo duro variaram de 4,1 a 72,8 µg/m3 , mostrando a inadequação de alguns sistemas de exaustão. 60% dos cromadores das galvânicas de cromo duro tinham o septo nasal perfurado e todos os cromadores avaliados clinicamente tinham alterações nas vias aéreas superiores. O Cr-Uf que é utilizado como indicador biológico para compostos solúveis de cromo hexavalente, em muitos casos seus valores deram menores que o Cr-Ui, necessitando-se de estudos mais aprofundados quanto a esse aspecto, para evitar que o trabalhador possa ser prejudicado com resultados nem sempre condizentes com sua exposição.
Título em inglês
Determination of hexavalente chorium in electroplating workplace and in workers´ body-fluid
Palavras-chave em inglês
Electroplating
Environmental evaluation
Hexavalent chromium
Resumo em inglês
Environmental, biological and medical evaluations was made in 17th workers of 9 chrome plating plants of the State of Sao Paulo, being 5 of decorative chrome plating and 4 of hard chrome plating. Environmental air samples were individual and stationarily collected during are week. Worker's urine samples were collected in the starting and in the end of the working period and it was obtained a correlation of 0,5 between the final urine chromium content and chromium air content. Graphite Furnace Atomic Absorption Spectrometry GFAAS was used for the determination of the chromium levels in the air (Cr-air) and in the urine(Cr-U). The Cr (VI) was extrated of the PVC membrane filters with an acetic acid/sodium acetate buffer and the Cr (VI) was isolated with APDC/MIBK. The detection limit obtained was 1,1 µg/L. The Cr-U was analised directly by GFAAS and the detection limit obtained was 0,50 µg/L, using magnesium Nitrate as matrix modifier and 0,14 µg/L without matrix modifier. The Cr (VI) concentration in the air was in the range of 0,3 to 64,6 µg/m3 in the decorative chrome plating and of 4,1 to 72,8 µg/m3 in the hard chrome plating, showing that the exhaust systems were inadequate. 60% of the workers of the hard chrome plating had perforation in the nasal cartilage and alI workers clinically evaluated presented alterations in the upper respiratory airway. The Cr-Uf that is used as biological indicator for the Cr(VI) soluble compounds, in many cases presented lower levels that the Cr-Ui showing that it is necessary more studies about this subject. In order to present inadequated results concerning the worker's exposition.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-08-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.