• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.44.2011.tde-29112012-102349
Documento
Autor
Nome completo
Andreia Cristiane Teodoro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Duleba, Wânia (Presidente)
Abessa, Denis Moledo de Souza
Bevilacqua, Jose Eduardo
Petri, Setembrino
Sousa, Silvia Helena de Mello e
Título em português
Estudo hidrogeoquímico, sedimentológicos e dos foraminíferos de áreas submetidas a esgotos domésticos e petroquímicos do canal de São Sebastião, SP
Palavras-chave em português
Canal de São Sebastião
Emissário submarino
Esgotos domésticos
Esgotos petroquímicos
Foraminíferos bentônicos
Geoquímica
Resumo em português
O presente estudo teve por objetivo analisar a influência da disposição oceânica de esgotos domésticos e petroquímicos na coluna d'água, nos sedimentos e nas associações de foraminíferos bentônicos. Para atingir tal objetivo foram coletadas amostras próximo aos emissários do Araçá, do Saco da Capela e do Terminal Petrolífero Almirante Barroso (TEBAR), em 2005 e 2006. Coletou-se também 10 amostras ao longo do Canal de São Sebastião, SP, em 2008. Em cada ponto amostral foram obtidos dados físico-químicos da coluna d'água, sedimentológicos (granulometria, Cot, N, P e S) e das associações de foraminíferos. As biocenoses e tanatocenoses foram estudadas separadamente. Os resultados das análises hidrogeoquímicas não demonstraram alterações de origem antrópica. Os valores de todos os parâmetros analisados estiveram dentro dos limites estabelecidos pelo CONAMA. Os resultados das análises granulométricas e geoquímicas indicaram dois setores distintos no Canal de São Sebastião, um na região norte, com sedimentos arenosos e teores baixos de Cot, N, P e S e outro na região central, com predominância de sedimentos finos e teores elevados Cot, N, P e S. Na região central verificou-se abundância significativa de espécies euribiontes. Segundo os resultados granulométricos e geoquímicos obtidos para a região do Saco da Capela, o estresse ambiental decorrente do esgoto disposto ocorre de forma pontual, i.e. na saída do emissário submarino. As associações de foraminíferos são compostas predominantemente por espécies típicas de ambientes bem oxigenados. O emissário do Araçá está posicionado em região com circulação de fundo oscilando entre moderada e fraca. Os resultados geoquímicos indicaram enriquecimento orgânico, decorrente do efluente disposto, na região nordeste. Nesta região foram obtidas as maiores abundâncias de espécies euribiontes, com declínio de espécies estenobióticas. Pelas tanatocenoses de Setembro de 2006, constatou-se grau elevado de estresse na saída do emissário (estação Ar1), onde ocorreu dominância de foraminíf eros aglutinantes, sendo observados sinais de dissolução em espécimes hialinos. A região circundante ao emissário do TEBAR é a que apresenta maior nível de degradação ambiental. Nesta região os sedimentos são predominantemente lamosos, com elevados teores de Cot, N, P e S. As condições redutoras dos sedimentos de fundo são observadas pelos valores negativos de Eh, pelo valor levemente ácido de pH e pelos valores baixos das razões C/S. As associações de foraminíferos são compostas dominantemente por espécies bioindicadoras de ambientes hipóxicos. Os estudos comparativos (NMDS, MANOVA e teste t) evidenciaram diferenças significativas nas estruturas composicionais quando as biocenoses e tanatocenoses são comparadas entre si, bem como quando as biocenoses são comparadas com as tanatocenoses. Pelos resultados obtidos verificou-se que as interpretações seriam diferentes das obtidas, caso os estudos de avaliação ambiental fossem realizados com a associação total de foraminíferos (vivos + mortos). Palavras-chave: emissário submarino, esgotos domésticos, esgotos petroquímico
Palavras-chave em inglês
Benthonic foraminiferal
Domestic sewage
Geochemistry
Petrochemical sewage
São Sebastião Channel
Submarine outfall
Resumo em inglês
The influence of oceanic disposal of domestic and petrochemical effluents on physicochemical parameters of the water column, geochemistry of sediments and foraminiferal assemblages was assessed in this study. Water and sediment samples were collected near Araçá, Saco da Capela and Almirante Barroso Terminal Petroliferous (TEBAR) outfalls, in the São Sebastião Channel, São Paulo, Brazil, in 2005 and 2006. Ten other samples distributed along the channel were collected in 2008. For each water sample physicochemistry analyses were carried out. In the sediments, grain size, geochemistry (TOC, N, P and S) and foraminiferal co mposition were analyzed. Live and dead benthic foraminiferal composition and distribution were studied separately. The water column analyses did not demonstrate human-induced changes. The values of almost all parameters were within the National Environmental Council (CONAMA) limits. Grain size analysis and geochemistry results indicated two different morphosedimentary sectors in the São Sebastião Channel, one in the north with sandy sediments and low TOC, N, P and S, and the other in the central region wit h predominantly fine sediments, significant nutrient, TOC and S values. The Saco da Capela submarine outfall is positioned in high hydrodynamic environment. Geochemical results indicated that the environmental stress occurs only at the outfall end (station Ar1). The foraminiferal assemblage is composed of species typical of well-oxygenated bottom waters and low organic content. The Araçá submarine outfall is located in an area with moderate to weak bottom circulation. Organic enrichment due the domestic effluent disposal was observed in the southeast and northeast area, mainly by P and S and, to a lesser extent, by TOC values. In these regions opportunistic foraminiferal species dominate and stenobiotic species are absent or present in diminished values. The highest level of environmental degradation was registered in September, 2006, when dominance of agglutinated shells and signals of dissolution in hyaline shells were observed in the thanatocenosis. The area around TEBAR diffusers presents high levels of environmental stress. In this area, characterized by muddy sediments, the highest TOC, N, P and S contents were registered in all the periods were found. Reducing conditions in the region are demonstrated by values of Eh, acid pH and low C/S ratios. In the foraminiferal assemblage, environmental degradation was inferred by the dominance hypoxic species. Comparative studies (NMDS, MANOVA and t test) indicated significant differences in foraminiferal composition among biocenosis, among thanatocenosis and between biocenosis and thanatocenosis. These results demonstrate that biocenosis and thanatocenosis must be studied separately.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ACT.pdf (17.84 Mbytes)
Data de Publicação
2012-11-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.