• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.44.2021.tde-01122021-132215
Documento
Autor
Nome completo
Rafaela Cardoso Dantas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2021
Orientador
Banca examinadora
Jovane, Luigi (Presidente)
Barbosa, Catia Fernandes
Giorgioni, Martino
Título em português
Mineralogia autigênica em sedimentos quaternários da bacia de Santos: evidências de emanações de metano no Oceano Atlântico Sudoeste
Palavras-chave em português
Diagênese
Emanação de metano
Gipsita
Oceano Atlântico Sul
Pirita
Resumo em português
Uma associação mineralógica autigênica formada por pirita e gipsita foi encontrada em sedimentos marinhos em um testemunho coletado no talude continental da Bacia de Santos, Margem Continental Brasileira. Os cristais de pirita ocorrem principalmente como concreções tubulares formadas por agregados de framboides e os cristais de gipsita ocorrem majoritariamente como rosetas. A ocorrência conjunta desses minerais denota um ambiente marinho pobre em oxigênio que é típico de ambientes de emanações de gases, como o metano. Medidas de susceptibilidade magnética e de concentrações de elementos traço em amostra total também caracterizaram as condições de deposição e identificaram processos diagenéticos e condições redox do sistema. Nesta região do Oceano Atlântico, um campo de pockmarks com liberação de metano durante o Último Máximo Glacial (UMG) já havia sido reconhecido. As condições para a formação desses minerais, bem como a sua morfologia, indicam os efeitos de processos biogeoquímicos consistentes com ambientes de emanação de gases. Dessa forma, estes dados podem fornecer novas evidências sobre a ocorrência de uma atividade de gás metano no passado desta região.
Título em inglês
not available
Palavras-chave em inglês
Diagenesis
Gypsum
Methane seepage
Pyrite
South Atlantic Ocean
Resumo em inglês
An association of authigenic pyrite and gypsum has been found in deep-sea sediments from a core retrieved on the continental slope of the Santos Basin, South Atlantic. Pyrite occur mainly as tubular concretions formed by aggregates of framboids and gypsum crystals as rosettes. The concomitant occurrence of these minerals denotes an oxygen-poor marine environment which is typical of gas seepage environments. Magnetic susceptibility and redox sensitive trace elements concentrations in bulk sediments are also used to characterize the depositional conditions, diagenetic processes, and the redox conditions of the site. In this region, a pockmark field with methane release activity during the Last Glacial Maximum has already been recognized. The conditions for the formation of these minerals, as well as their morphology, indicate the effect of biogeochemical processes consistent with gas seepage environments. Therefore, our data can provide new evidence about the occurrence of a past gas activity in this area.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-12-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.