• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.44.1986.tde-02092013-111945
Documento
Autor
Nome completo
Ciro Teixeira Correia
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1986
Orientador
Banca examinadora
Girardi, Vicente Antonio Vitorio (Presidente)
Figueiredo, Mario Cesar Heredia de
Oliveira, Marcos Aurelio Farias de
Título em português
Geologia da Folha de Cássia-MG, e petrologia de seus anfibolitos
Palavras-chave em português
Geologia
Minas Gerais
Petrologia
Resumo em português
A geologia da região da Folha topográfica de Cássia-MG, na escala 1:50.000, revela a presença de três unidades metamórficas. Rochas gnáissicas granodioríticas a tonalíticas ortoderivadas e gnaisses migmatíticos, representam o embasamento do Grupo Araxá. Xistos, quartzitos, gnaisses e subsidiariamente metatexitos, meta-ultramafitos, anfibolitos, protominérios de Mn e rochas cataclásticas, constituem o Grupo Araxá. Filitos e quartzitos pertencem ao Grupo Canastra. Estruturas superpostas indicam no mínimo três fases deformacionais para as rochas do embasamento e duas para as rochas do Grupo Araxá e Canastra. Análises radiométricas mostram idades transamazônicas ou mais antigas para a rochas do embasamento. Idades brasilianas, Rb-Sr, de 760 m.a., refem-se aos metexitos do Araxá, enquanto que o padrão K-Ar obtido data entre 580 e 644 m.a o fechamento dos sistemas minerais para difusão do Ar, ou para difusão isotópica a nível de rocha total, para o sistema Rb-Sr. O estudo das paragêneses minerais revela condições metamórficas de fácies anfibolito para as rochas do Grupo Araxá e de seu embasamento. No Grupo Canastra o metamorfismo atingiu o fácies xisto verde. Nota-se que o metamorfismo progride em direção as porções N-NE da área. Dados geotermométricos indicam temperaturas de 650° C a pouco superiores 725° C para o evento térmico culminante durante o ciclo Brasiliano. Indiretamente são estimadas condições mínimas de pressão equivalentes a 6,5 kbar atuantes durante este evento. Dados químicos de elementos maiores e menores, associados com parâmetros de Niggli, mostram origem ortometamórfica para os anfibolitos do Grupo Araxá em Cássia. Indicam ainda que estas rochas se originaram a partir de magmas basálticos, provavelmente não cogenéticos. Quando comparados com basaltos formados em ambientes modernos, possuem similaridades com os formados em margens de placas.
Palavras-chave em inglês
Not available.
Resumo em inglês
The Cássia region (SW State of Minas Gerais) has been mapped at a scale of 1:50.000. Geologically, the area consists of three metamorphic sequences. Granodioritic and tonalitic gneisses of igneous parentage and migmatic gneisses form the basement of the Araxé Group, which is mainly made up of schists, quartzites, and gneisses with subordinate metatexites, metaultramafites, amphibolites, manganese protores and cataclasites. The third unit is the Canastra Group, comprising phyllites and quartzites. The basement rocks were affected by at least tree deformational phases, whereas the Araxá and Canastra Groups show the effect of at least two deformational events. Radiometric data on the basement rocks point to minimum ages corresponding to the Transamazonic cycle (~ 1, 800 m. y.). Some of the data indicate the effects of the Brasiliano Cycle. For exemple, metatexites of the Araxá Group yield an age of 760 m.y. (Rb-Sr isochron), and the closure of the systems for Ar diffusion out of minerals and Sr diffusion within the whole rock occurred between 580 and 644 m.y. The basement rocks and the Araxá Group belong to the amphibolite facies. The Canastra Group is, on the other hand, characterized by the greenschist facies. Metamorphic grade increases towards the north and northeast. The temperatures obtained through geothermometry vary from 650° C to slightly greater than 725° C for the culmination of the metamorphic event of the Brasiliano Cycle. Minimum pressures are estimated at around 6.5 kbar. Chemical data for major and trace elements and the relationships between the Niggli numbers indicate that the amphibolites of the Araxá Group in the Cássia region are of igneous parentage. They probably were derived from several non cogenetic types of basaltic magmas. When compared to basalts belonging to modern environments, they show similarities with those formed at phate margins.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
correia_mestrado.pdf (12.93 Mbytes)
Data de Publicação
2013-09-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.