• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.42.2009.tde-09022010-102039
Documento
Autor
Nome completo
Ricardo Zanuto Pereira
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Carvalho, Carla Roberta de Oliveira (Presidente)
Caperuto, Luciana Chagas
Cipolla Neto, Jose
Hirata, Aparecida Emiko
Silva, Silvana Auxiliadora Bordin da
Título em português
A suplementação com melatonina promove melhora nas etapas iniciais da sinalização insulínica no hipotálamo, fígado, músculo esquelético e tecido adiposo em ratos velhos e obesos, precedendo a perda de peso
Palavras-chave em português
Envelhecimento
Insulina
Intracelular
Melatonina
Obesidade.
Resumo em português
No presente estudo, analisamos a regulação das etapas iniciais da ação insulínica através de imunoprecipitação e imunobloting do tecido hipotalâmico, hepático, adiposo e músculo esquelético de ratos idosos tratados cronicamente com melatonina. O tratamento crônico com melatonina induziu aumento da sensibilidade à insulina acompanhada de regulação positiva das etapas iniciais da ação do hormônio em hipotálamo, fígado, músculo esquelético e tecido adiposo de ratos com 13 meses de idade. Os efeitos da ação da melatonina sobre a sinalização insulínica também ocorreu de forma tecido-específica, de maneira semelhante aos efeitos pleiotrópicos da insulina. Nosso estudo reafirma o papel da melatonina como um fator regulador da ação insulínica e permitem a conclusão de que a reposição desse hormônio pode contribuir com a reversão da resistência à insulina e redução do peso corporal que acompanha o processo normal de envelhecimento.
Título em inglês
Melatonin supplementation to obese and aged rats induces up-regulation of the insulin intracellular signaling pathway in the hypothalamus, liver, skeletal muscle and adipose tissue preceding weight loss
Palavras-chave em inglês
Aging
Insulin
Intracellular
Melatonin
Obesity.
Resumo em inglês
Melatonin can negate several morphological and metabolic aged-induced changes. Although, this has been known for some time, the mechanism underlying melatonins actions are unclear. As suggested by some studies, a putative interaction between insulin and melatonin could be involved. In the present study, we have examined the regulation of the insulin signaling pathways by using immunoprecipitation and immunoblotting in hypothalamus, liver, adipose tissue and skeletal muscle of aged rats chronically treated with melatonin. Melatonin treatment promoted increase in insulin sensitivity and a reduction of visceral fat. These modifications were accompanied by the increased phosphorylation of insulin signaling downstream compounds associated with food ingestion in hypothalamus, glucose homeostasis in liver and adipose tissue (e.g. IRS-1) and mitogenic action on insulin in skeletal muscle (e.g. ERK-1/2). These results indicate that, in aged rats, melatonin regulates insulin signaling downstream components in a tissue-specific manner.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-03-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.