• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.42.2021.tde-08032022-163355
Documento
Autor
Nome completo
Marina Saade
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2021
Orientador
Banca examinadora
Scavone, Cristoforo (Presidente)
Munhoz, Carolina Demarchi
Quintas, Luis Eduardo Menezes
Torrão, Andréa da Silva
Título em português
Efeitos da proteína GPNMB na modulação de processos inflamatórios causados pelo LPS em células da microglia e astrócitos de ratos.
Palavras-chave em português
Glia
GPNMB
LPS
Neuroinflamação
Resumo em português
A GPNMB é uma glicoproteína endógena transmembrana que pode ser clivada pela ADAM10 e seu fragmento extracelular interage com uma proteína transmembrana chamada Na+/K+-ATPase (NKA). A NKA, que é conhecida pelo seu papel essencial no controle eletrolítico e na sobrevivência celular, também possui papel sinalizador em vias que influenciam os processos inflamatórios. A inflamação aguda é um processo de defesa celular. Porém, quando a inflamação não é controlada, pode desencadear diversos processos celulares que podem ser nocivos ao organismo. A maioria dos estudos apontam que a GPNMB possui um papel anti-inflamatório, tanto em células do sistema periférico quanto em células do sistema nervoso central (SNC). No SNC, os processos inflamatórios são mediados majoritariamente por células da glia, principalmente pela microglia. Desta forma, este projeto teve como objetivo avaliar o papel da GPNMB na neuroinflamação causada pelo lipopolissacarídeo (LPS) em culturas de células primárias de glia e em células de linhagem de microglia. Esse estudo ajuda a elucidar os efeitos da GPNMB como um possível novo alvo terapêutico para as doenças neurodegenerativas, visto que a neuroinflamação é uma característica destas doenças. Por não modular a viabilidade celular, foi escolhida a concentração de 25ng/mL de GPNMB para células de cultura primária, e de 2,5mg/mL para as células de linhagem, enquanto a concentração escolhida de LPS foi de 1mg/mL para todos os tipos celulares. O tratamento com GPNMB por 30 minutos não foi capaz de ativar as vias da ERK e Akt. A administração de GPNMB juntamente com o LPS por 30 minutos parece não afetar o nível de RNAm das citocinas TNF-a e IL-10, porém afeta a transcrição de IL-1b. Entretanto, o pré-tratamento de GPNMB seguido por um desafio com LPS não modula a transcrição de nenhuma das citocinas estudadas nas concentrações escolhidas. Esses dados corroboram estudos anteriores que apontam um papel anti-inflamatório para a GPNMB, sugerindo que esse papel se estenda também a células de cultivo primário.
Título em inglês
Effects of GPNMB in the modulation of neuroinflammation induced by LPS in microglia and astrocytes.
Palavras-chave em inglês
Glia
GPNMB
LPS
Neuroinflammation
Resumo em inglês
GPNMB is an endogenous transmembrane glycoprotein that can be cleaved by ADAM10, and its extracellular fragment can interact with a transmembrane protein called Na+/K+-ATPase (NKA). NKA, which is known for its essential role in electrolytic control and cell survival, also has a signaling role in several pathways that influence inflammatory processes. Acute inflammation is a cellular defense process. However, when inflammation is not controlled, several other cellular processes are triggered, which can be harmful to the organism. Most studies indicate that GPNMB has an anti-inflammatory role, both in the periphery and in the central nervous system (CNS). In the CNS inflammatory processes are mainly mediated by glial cells, predominantly by microglia. Thus, this project aimed to evaluate the role of GPNMB in neuroinflammation triggered by lipopolysaccharide (LPS) in primary cultures of glial cells and in a microglia cell line. This study contributes to elucidate the effects of GPNMB as a possible new therapeutic target for neurodegenerative diseases, since neuroinflammation is a pattern found in these diseases. Since GPNMB did not modulate cell viability, the concentration of 25ng/mL of GPNMB was chosen for primary culture cells, and 2.5mg/mL for line cells, while the chosen LPS concentration was 1mg/mL for all cell types. Treatment of GPNMB for 30 minutes was unable to activate the ERK and Akt pathways. The administration of GPNMB with LPS for 30 minutes does not seem to affect the mRNA levels of the cytokines TNF-a and IL-10, but it does affect the transcription of IL-1b. However, the pretreatment of GPNMB followed by a LPS challenge does not modulate the transcription of any of the cytokines studied in the chosen concentrations. These data corroborate previous studies that point to an anti-inflammatory role for GPNMB, suggesting that this role also extends to primary cultured cells.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Há arquivos retidos devido a solicitação (publicação de dados, patentes ou diretos autorais).
Data de Liberação
2024-03-07
Data de Publicação
2022-12-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2024. Todos os direitos reservados.