• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.42.2013.tde-25062014-144149
Documento
Autor
Nome completo
Pâmela Pontes Penas
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Pinheiro, Ericka Tavares (Presidente)
Mamizuka, Elsa Masae
Simionato, Maria Regina Lorenzetti
Título em português
Tipagem de Enterococcus faecalis isolados de infecções  endodônticas e sistêmicas e sua correlação com os genes de virulência.
Palavras-chave em português
Enterococcus
Diversidade genética
Polimorfismo
Reação em cadeia por polimerase
Virulência
Resumo em português
O presente estudo objetivou investigar a relação genética entre linhagens isoladas de infecções endodônticas e sistêmicas, bem como sua correlação com marcadores de virulência e resistência antimicrobiana. As linhagens genéticas de 40 isolados clínicos de E. faecalis foram determinadas por Multilocus sequence typing. Clusters virulentos foram investigados por PCR quanto à presença do polimorfismo do operon da cápsula, genes associados à virulênciae resistência antimicrobiana. A maioria dos isolados sistêmicos pertencia ao complexo clonal 2, eram produtores de cápsula e carregavam muitos genes de virulência/resistência. Por outro lado, isolados endodônticos apresentaram uma maior diversidade genética, eram em sua maioria não-capsulados e com poucos genes de virulência. Concluímos que isolados endodônticos de E. faecalis apresentaram um perfil genético e de virulência diferente dos clusters patogênicos de pacientes hospitalizados, provavelmente devido a especialização ao nicho de colonização conferida principalmente por regiões variáveis no genoma.
Título em inglês
Typing of Enterococcus faecalis isolated from endodontic and systemic infections and its correlation with the virulence genes.
Palavras-chave em inglês
Enterococcus
Genetic
Polymerase chain reaction
Polymorphism
Virulence
Resumo em inglês
The aim of the present study was investigate the genetic relation between lineages isolated from endodontic and systemic infections, as well as its correlation with virulence markers and antibiotic resistance. The genetic lineages of 40 E. faecalis clinical isolates were determined by Multilocus sequence typing. Virulent clusters were investigated by PCR for the presence of capsule operon polymorphism, genes associated to virulence and antibiotic resistance. Most systemic isolates belonged to clonal complex 2, were capsule-producers and carried many virulence/resistance genes. On the other hand, endodontic isolates presented a greater genetic diversity, were mostly non-capsulated and carried few virulence genes. We conclude that endodontic isolates of E. faecalis showed a different genetic and virulence profile of pathogenic clusters of hospitalized patients, probably due to a specialized niche colonization conferred primarily by variable regions in the genome.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-06-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.